A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

30/12/2011 10:19

Após bater em ônibus na BR-163, motorista de caminhão foge sem prestar socorro

Ana Paula Carvalho e Nadyenka Castro
Aldenicio era um dos passageiros do ônibus que foi atingido por carreta (Foto: Simão Nogueira)Aldenicio era um dos passageiros do ônibus que foi atingido por carreta (Foto: Simão Nogueira)

O motorista da carreta que bateu contra um ônibus da viação Expresso Maringá, pouco depois das 04h30, na BR-163, próximo ao distrito de Anhanduí, fugiu sem prestar socorro às vitimas, segundo o Corpo de Bombeiros.

Veja Mais
Mototaxistas e taxistas se juntam e percorrem Afonso Pena contra Uber
Homem que morreu atropelado tinha 51 anos e foi identificado pela mãe

Aldenicio Pereira da Silva, de 35 anos, era um dos passageiros. Ele e a mãe, Maura Joana da Silva, de 68 anos, saíram de Kaiua, no Paraná, para visitar o irmão dele que mora em Camapuã, município distante 133 quilômetros da Capital. Eles não se vêem há aproximadamente três anos.

O tratorista conta que estava cochilando quando sentiu uma pancada muito forte e, em seguida, o “ônibus virou de lado e deslizou por aproximadamente 100 metros e quase caiu em um barranco”.

Silva estava sentando na primeira poltrona e foi atingido por estilhaços do vidro da janela, mas não ficou ferido. O dano não foi maior porque a cortina, que estava fechada, segurou os pedaços de vidro maiores. A mãe dele sofreu ferimentos leves. “Ela só não caiu porque eu segurei”, afirma.

Ainda de acordo com ele, para evitar bater de frente contra a carreta, o motorista do ônibus puxou o veículo para o lado e por isso acabou tombando. Ele ficou com vários cortes pelo rosto.

“O motorista disse que parecia que o condutor do caminhão estava cochilando”, relata Silva.

Desespero - De acordo com Aldenicio, no momento do acidente os passageiros entraram em desespero. “Muitas pessoas gritavam, crianças choravam”, lembra com as mãos tremendo, ainda reflexo do nervosismo.

Apenas uma vítima do acidente está internada. Vitor Henrique Fernandes, de 10 anos, está na Santa Casa de Campo Grande. Ele bateu a cabeça no teto do ônibus e teve que ser socorrido.




sou a tia do vitor henrique estamos esperando sair o resultado dos exames.
pois as 14:30 vai fazer uma ultra som pra ver como esta por dentro dele.
segundo minha irma mae dele diz q ele esta dormindo mto e q ele esta usando um colar de proteçao no pescoço...
estamos esperando noticias .
pois ela mora em campo grande e veio pra marialva -PR
visitar nos
 
cristiane ribeiro em 30/12/2011 12:49:09
Acidente envolvendo carreta as 4:30 da manha pode ter certeza que o motorista da carreta estava com a cabeça cheia de rebite.
 
VICTOR LAZARO em 30/12/2011 11:05:17
todos condena o carreteiro,mas motorista de onibus,nao e de ferro tambem so ele e o pai de todos q sabe o q aconteceu,q tem motorista irresponsavel tem.
 
jose kalango em 30/12/2011 05:37:49
O SR VICTOR LAZARO DEVE SER MOTORISTA DE CAMINHÃO
,E, FAZER USO DE ARREBITE PARA FAZER UMA AFIRMAÇÃO

DESTA
 
ROMARIO LEVI em 30/12/2011 04:26:53
olha o que os motorista tem que fazer e ter mas atençao porque tem muito motorista imprudente
 
joao batista bernardo em 30/12/2011 02:11:34
Por que todas as vezes que acontece um acidente com carreta todos ja fazem julgamentos precipitados...rebite pq Sr Victor??? Vc la sabe o cansaço que o motorista estava ou se passou mal? Ninguem imagina quão sofrifa é a vida desses trabalhadores...vai la ficar na pele de um motorista pelo menos 15 dias para vc ver o que é bom!!!
 
Ana Maria em 30/12/2011 02:08:47
Caminhoneiro "covarde" !!!!
 
Paulo Rogerio Dias Lessa em 30/12/2011 01:12:07
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions