A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

08/04/2014 17:01

Caminhão atropela e mata jovem de 17 anos que ia buscar filha na escola

Edivaldo Bitencourt e Filipe Prado
Bombeiro consola irmão de vítima de acidente no Bairro São Conrado (Foto; Cleber Gellio)Bombeiro consola irmão de vítima de acidente no Bairro São Conrado (Foto; Cleber Gellio)

Uma jovem ciclista de 17 anos morreu, por volta das 16h20 de hoje, após ser atropelada por um caminhão caçamba na esquina das ruas Praia Grande e Leão Zardo, no Bairro São Conrado, na saída para Sidrolândia, em Campo Grande. Ela ia buscar a filha de dois anos na escola quando não parou no cruzamento, que era preferencial para o veículo, e foi atropelada.

Veja Mais
Colisão entre duas motos deixa três pessoas feridas na Capital
Jovem ferida em colisão de moto e ônibus morre na Santa Casa

Conforme a capitã Geisa Maria, do Corpo de Bombeiros, a ciclista Raquel Vieira de Oliveira, 17 anos, descia pela Rua Leão Zardo e não parou no cruzamento, quando foi atingida pelo caminhão, que trafegava no sentido centro-bairro na Rua Leão Zardo.

Após atropelar a mulher, o veículo foi parar em cima do canteiro. Não há sinalização de Pare na via em que a ciclista trafegava.

Segundo os bombeiros, a jovem sofreu polifraturas e traumatismo craniano e morreu antes de ser encaminhada ao hospital.

Coincidência – Pai da vítima, o pedreiro Jorge Gomes de Oliveira, 48, chegou ao local do acidente e não reconheceu a filha. A jovem foi reconhecida pelo irmão, que chegou ao local e ficou muito abalado com a tragédia. Oliveira justificou que mantém pouco contato com a filha.

O motorista do caminhão não ficou no local do acidente. O proprietário do veículo, Evaldo Duek, 53, compareceu ao local. Ele informou que o funcionário chamou o Corpo de Bombeiros e só deixou o caminhão porque houve a aglomeração de muita gente e ficou com medo de ser agredido. Duek não quis informar o nome do condutor, mas destacou que ele estava em uma casa próxima a disposição das autoridades de trânsito.

Moradores da região aproveitaram o acidente para protestar e cobrar a instalação de um semáforo no cruzamento.

Bicicleta da jovem que ia buscar filha de dois anos na escola (Foto: Cleber Gellio)Bicicleta da jovem que ia buscar filha de dois anos na escola (Foto: Cleber Gellio)
Motorista deixou caminhão e foi se refugiar em casa próxima (Foto: Cleber Gellio)Motorista deixou caminhão e foi se refugiar em casa próxima (Foto: Cleber Gellio)



Que Jesus possa confortar os familiares, e ser apoio na vida deste motorista!
Gostaria de Enaltecer o SGT AIR, pois como companheiro de farda, sabemos que lidar com as pessoas em seus piores momentos não é fácil! Incluímos nesta missão o apoio e o consolo possível aos envolvidos.
 
Viviane Caetano da Silva Gomes em 09/04/2014 09:58:07
Por favor campo grande news, passo nessa rua todos os dias, e tenho certeza que existe placa de pare e a mesma sinalização no chão, porém poucos respeitam. Sinto muito pela família da moça, mas realmente o que aconteceu foi um acidente.
 
Priscila Puig em 09/04/2014 09:46:47
Agora, a culpa vai recair sobre o coitado do motorista do caminhão, que estava totalmente correto, trafegando na sua mão e na preferencial. Não dá pra adivinhar quando alguém simplesmente vai aparecer na sua frente, vindo do nada, brotando do chão. Pedestres, ciclistas e motoqueiros devem ter atenção, pois serão os mais prejudicados... E não adianta agora, reivindicarem colocação de semáforos, sinais ou qualquer coisa do tipo... As pessoas simplesmente não prestam atenção.
 
Mariana Carvalho em 08/04/2014 22:09:53
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions