A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

24/11/2012 11:16

Caminhão carregado de milho tomba na BR-163 e deixa trânsito lento

Luciana Brazil e Carlos Martins
Motorista alega o caminhão tombou para não bater em um carro que ia na frente e freou (Foto: Rodrigo Pazinato)Motorista alega o caminhão tombou para não bater em um carro que ia na frente e freou (Foto: Rodrigo Pazinato)

Os motoristas que estão trafegando pela BR-163, na saída para Cuiabá, precisam ter cautela porque uma carreta bitrem, carregada com 37 toneladas de milho, tombou no acostamento no início da madrugada e pelo menos até às 10h30 não havia sido retirada do local. No acidente ficou ferido, com algumas escoriações no braço, o motorista Valdir da Silva Jesus, 31 anos, que foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Depois de medicado ele retornou no início da manhã ao local.

Veja Mais
Motociclista sofre várias fraturas após colidir moto em poste
Carro capota após colisão no cruzamento da Bahia com a Barão do Rio Branco

O motorista, que trabalha como caminhoneiro há três anos, contou que um carro de cor preta, importado, vinha atrás do caminhão e deu sinal indicando que ia ultrapassar. Após a ultrapassagem, Valdir disse que o carro freou. Para não bater, ele puxou o caminhão Volvo, modelo FH 400, para o lado direito e não conseguiu controlar o bitrem, que acabou tombando no acostamento. O caminhão vinha de Primavera do Leste (MT) e ia levar a carga para Maringá (PR).

 

PRF foi ao local com duas viaturas para orientar o trânsito (Foto: Rodrigo Pazinato)PRF foi ao local com duas viaturas para orientar o trânsito (Foto: Rodrigo Pazinato)

Orientação - Duas viaturas da Polícia Rodoviária Federal (PRF) estão no local – cerca de 4 km após o trevo para o bairro Nova Lima - orientando os motoristas. O inspetor Alexandre Figueiredo conversou por telefone com a proprietária do caminhão que informou que tanto o caminhão como a carga tinham seguro. Porém, o inspetor estranha o fato de a proprietária estar ligando para empresas de guincho para fazer o orçamento, visto que geralmente é o próprio seguro que aciona o guincho.

“Dei um prazo para que caminhão seja retirado até as 10h30”, informou o inspetor à equipe de reportagem. Porém, até a saída da reportagem, pouco tempo após o horário limite, o caminhão ainda não havia sido retirado.

A PRF também achou estranho o relato do caminhoneiro, já que não havia sinais de freagem na pista, confirmando a versão de que o carro importado tivesse causado o acidente.

A carga de milho ficou espalhada pelo acostamento e em parte da pista por 100 metros. O motorista disse que criadores de animais que moram nas imediações poderiam apanhar o milho para utilizá-lo como ração.

Motociclista sofre várias fraturas após colidir moto em poste
O motociclista Rolson Ribeiro, 34 anos, sofreu várias fraturas após colidir a motocicleta que pilotava contra um poste, por volta das 4h deste doming...
Motorista escapa de capotamento com ferimentos leves
Acidente aconteceu na rua Fernão Dias. Motorista bateu em carro estacionado....



Nossa que confusão, deve ter dormido com certeza. Que prejuízo para a seguradora!
 
Karen Priscila de lima Mau em 25/11/2012 12:11:44
Muito estranho mesmo este acidente, pois nestre trecho é duplicado e não precisaria ir para o acostamento para outro veículo ultrapassar, somente a CT manter a pista da direita, como devem fazer todos carreteiro nestes trechos.
 
Adécio Lima em 24/11/2012 13:05:02
Isso significa que o efeito do remédio acabou.
 
Eduardo Abadia em 24/11/2012 11:51:42
Se a carga tem seguro, o motorista não pode sair distribuindo o produto, a menos que a seguradora tenha autorizado.
 
Milton S. Miguel em 24/11/2012 11:35:58
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions