A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

27/04/2012 13:22

Campo Grande é a quarta capital com maior frota de motocicletas

Fabiano Arruda
Capital perde apenas para Palmas, Boa Vista e Porto Velho no número de motos no trânsito. (Foto: Arquivo) Capital perde apenas para Palmas, Boa Vista e Porto Velho no número de motos no trânsito. (Foto: Arquivo)

Campo Grande ocupa a quarta posição, entre as capitais brasileiras, com maior número de motocicletas no trânsito, aponta censo do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgado nesta sexta-feira.

Veja Mais
Estado tem o segundo maior número de estudantes fora do País
Com maior incidência, deficiência visual afeta 16,72% dos sul-mato-grossenses

O levantamento, referente a investigações sobre bens duráveis de uso particular, aponta que 67,4 mil domicílios possuem motos de uso particular, o que representa 27% do ranking nacional.

Desta forma, Campo Grande perde apenas para Palmas (TO), Boa Vista (RR) e Porto Velho (RO), respectivamente.

O censo, que é de 2010, indica que Ponta Porã tem o maior percentual (8,5%) de motocicletas do Estado, superior ao índice de Campo Grande. O município da fronteira é seguido de Caracol, Bela Vista, Aral Moreira, Três Lagoas e Novo Horizonte do Sul.

Contudo, de 2010 para cá, a estimativa é que os números da frota de motocicleta sejam ainda maiores. Segundo dados do Detran (Departamento Estadual de Trânsito), são 101,2 mil motos em Campo Grande 278,4 mil em todo Estado.

A crescente destes veículos é vista como um dos motivos para o alto número de acidentes de trânsito. Em 2011, de janeiro a março, foram 1.152 acidentes que envolveram motociclistas. Já no primeiro trimestre deste ano foram 1.082 colisões com motos.

A pesquisa do IBGE de Amostra do Censo Demográfico foi realizada entre os meses de agosto e novembro de 2010.

Estado tem o segundo maior número de estudantes fora do País
Mato Grosso do Sul é o segundo Estado do País em número de alunos que estudam no exterior, segundo censo do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e...
Motociclista sofre várias fraturas após colidir moto em poste
O motociclista Rolson Ribeiro, 34 anos, sofreu várias fraturas após colidir a motocicleta que pilotava contra um poste, por volta das 4h deste doming...



e com o valor alto da tarifa do coletivo,ea má qualidade do serviço prestado pas empresas,a tendencia ede cada ves mais aumentar o numero de motos nas ruas de canpo grande.
 
ilderan resende em 28/04/2012 07:50:27
.. talvez o número não fosse tão expressivo se tivemos um meio de transporte urbano púbiloco mais eficiente .. (levando em contato o valor pago!)
 
Ana Botelho em 28/04/2012 07:32:39
e o numeros de mortos vai a quanto. UM MONTE DE MOTOCICLISTAS SEM ESTAREM PREPARADOS PARA CONDUZIREM COM RESPONSABILIDADE.... vamos acordar srs autoridades...........
 
MATEUS COSTA em 27/04/2012 05:16:44
Uma pena que poucos motociclistas percebem que são eles os maiores prejudicados em caso de acidente. Ainda sim, nas ruas, vejo alguns frustrados que acham que pilotam super bem. Quem pilota bem é aquele que não sai costurando o trânsito e respeita a velocidade máxima.
 
Paula Lutero em 27/04/2012 05:13:24
Duvido que chegue igual aos chineses!!!!
 
jose carlos em 27/04/2012 05:08:01
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions