A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

12/05/2014 17:11

Capital “se pinta de amarelo” para combater mortes no trânsito

Lidiane Kober
No sábado de madrugada, motociclista morreu após bater em muro na Avenida Lúdio Martins Coelho (Foto: Helton Verão)No sábado de madrugada, motociclista morreu após bater em muro na Avenida Lúdio Martins Coelho (Foto: Helton Verão)

Na tentativa de sensibilizar motoristas, 39 entidades se unem para “pintar de amarelo” a Capital e combater mortes no trânsito. A mobilização levará artistas aos terminais de ônibus, blitz aos pontos com mais acidentes, adesivos e faixas apelativas em cruzamentos perigosos, carreatas e ações no centro e bairros da cidade.

Veja Mais
Mototaxistas e taxistas se juntam e percorrem Afonso Pena contra Uber
Homem que morreu atropelado tinha 51 anos e foi identificado pela mãe

Batizada de “Maio Amarelo”, a campanha começou ontem (11), com missa em memória e solidariedade às vítimas de trânsito. Na próxima semana, a prioridade será a região urbana do Anhanduzinho, que registrou o maior índice (33,63%) de vítimas fatais em 2013.

Entre as atividades programadas pela Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), estão a intensificação da pintura de quebra-molas e a marcação de semáforos em 36 pontos onde ocorreram acidentes fatais no ano passado. Segundo dados do projeto Vida no Trânsito, no ano passado, foram registradas 38 mortes na região.

No dia 17, o Sindicato do Centro de Formação de Condutores, em parceria com o Detran (Departamento Estadual de Trânsito) realizará, a partir das 9h até o meio-dia, na Avenida Afonso Pena com a Rua 13 de Maio, uma campanha educativa através de panfletos e carreata.

Grupos teatrais também irão aos terminais de ônibus da Capital apresentar peças, destacando a necessidade de conscientização. “Nós queremos que a campanha mobilize todos os usuários de trânsito para que adotem atitudes pró-ativas, preservando assim a sua vida e a dos outros. O cidadão tem que se perceber corresponsável pela segurança no trânsito”, explicou a chefe da Divisão de Educação para o Trânsito da Agetran, Ivanise Rotta.

A programação conta ainda com confecção de 10 mil fitas amarelas para serem colocadas nas antenas dos carros e retrovisores de motocicletas, durante as blitz e carreatas. Ações voltadas especificamente aos motociclistas, mais vulneráveis a mortes fatais no trânsito.

Maio Amarelo – O Maio Amarelo é uma campanha mundial que visa chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortos e feridos no trânsito e organizar ações, entre o poder público e a sociedade civil, para educar e conscientizar os usuários do trânsito.

Em Campo Grande, as ações estão sendo coordenadas pelo Gabinete de Gestão Integrada de Trânsito (GGIT), que conta com 39 órgãos governamentais. 

Só em abril deste ano, acidentes de trânsito mataram 25% a mais do que no mesmo período de 2013 na Capital. Foram 10 óbitos contra oito e os motociclistas foram as principais vítimas.




Esse pessoal que se uniu pra "pintar de amarelo" podiam se unir para pagar um mes de "Agetran Particular", funcionaria assim, eles contratariam pessoas por um mes para fazer o trabalho da Agetran em um determinado ponto da cidade, com certeza o numero de acidentes neste ponto diminuiria drasticamente, e com isso eles conseguiriam mostrar à cidade que se tivermos um órgão competente que realmente seja COMPETENTE, nossas ruas estariam mais seguras e nossos dias mais tranquilos, o que precisamos é de gente treinada, especializada e que tenha vontade de realmente diminuir estes números e ajudar a população, com isso já tenho certeza que cairia pra mais da metade o numero de vítimas em nosso transito.
 
maximiliano rodrigo antonio nahas em 13/05/2014 09:19:02
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions