A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

22/11/2014 10:14

Carreta perde controle e cai em ribanceira após frear perto de radar

Edivaldo Bitencourt e Ludyney Moura
Carreta caiu às margens da rodovia após condutor perder o controle perto de radar (Foto: Alcides Neto)Carreta caiu às margens da rodovia após condutor perder o controle perto de radar (Foto: Alcides Neto)

O radar na BR-163, na saída para Cuiabá, foi a causa de acidente de trânsito por volta das 9h30 deste sábado (22). Uma carreta perdeu o controle, saiu da pista e caiu em uma ribanceira, às margens do Córrego Botas, após frear bruscamente para não atingir uma caminhonete que reduziu a velocidade na rodovia.

Veja Mais
Radar em descida da rodovia BR-163 desagrada a "gregos e troianos"
Motociclista bate em muro de loja ao tentar ultrapassar veículo no Centro

Segundo a PRF (Polícia Rodoviária Federal), a carreta da empresa Zelog, de Maringá (PR), conduzida por Romildo Silva de Souza, 35 anos, trafegava pela rodovia, no sentido Capital-Jaraguari, quando uma caminhonete, que seguia na frente, reduziu a velocidade por causa do radar.

Apesar de não atingir a caminhonete, a carreta perdeu o controle e saiu da pista, do lado direito, e caiu na ribanceira.
O condutor teve ferimentos e foi encaminhado para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Bairro Coronel Antonino.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, ele estava consciente e orientado.

O trânsito de veículos foi interditado parcialmente. Uma equipe da CCR MS Via vai retirar a carreta e deixá-la em um posto de gasolina próximo para ser entregue à empresa paranaense.

Polêmico - Os radares instalados na BR-163 causaram polêmica desde o início. Em agosto do ano passado, o Campo Grande News publicou matéria em que motoristas reclamavam do redutor de velocidade próximo do córrego.

Eles questionavam que o equipamento trava o trânsito por ficar instalado em uma subida, já que obrigava os caminhões a reduzir a velocidade para 80 km/h. 

 

 

 




Não sou contra, mas também não em favor de radares.
Acontece que um caminhão de grande porte, por mais que esteja na velocidade permitida pela via, jamais vai parar com rapidez como um veículo pequeno, é fato que alguns motoristas travam o trânsito e o que é pior aqui em Campo Grande, se a máxima permitida nos redutores é 50km/h o cidadão freia até 10km/h o que vem causando muitos acidentes.
A não obrigatoriedade da sinalização de radar à frente, sou contra, pois nem todos que cruzam nosso estado pelas rodovias conhecem os referidos trechos.

DIREÇÃO DEFENSIVA SEMPRE!!!
 
Lucatop em 22/11/2014 20:14:31
Isso que dá instalar radares com o intuito exclusivo de arrecadar: ao invés de trazer mais segurança, pode causar acidentes e até matar.
 
Ricardo Farias em 22/11/2014 14:27:14
TEM QUE TRAVAR MESMO POIS PARECE QUE A VIDA NÃO TEM VALOR, COM A ALTA VELOCIDADE E SÓ DIMINUEM POR CAUSA DA MULTA E NÃO PELA CONSCIÊNCIA DE UMA CONDUÇÃO SEGURA.
 
Luiz Carlos Santos Messias em 22/11/2014 10:46:15
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions