A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

15/12/2013 08:22

Com fluxo intenso, prolongamento da Euler de Azevedo não tem sinalização

Viviane Oliveira
Em alguns trechos da via não existe calçada. (Foto: Marcos Ermínio) Em alguns trechos da via não existe calçada. (Foto: Marcos Ermínio)
Luiz José gosta de andar de bicicleta, mas ultimamente tem evitado pedalar. (Foto: Marcos Ermínio) Luiz José gosta de andar de bicicleta, mas ultimamente tem evitado pedalar. (Foto: Marcos Ermínio)

Mesmo com grande fluxo de veículos, a avenida Dom Antônio Barbosa, continuação da Euler de Azevedo, em Campo Grande, não tem acostamento e muito menos sinalização adequada para o local. A via, que dá acesso ao Detran (Departamento Estadual de Trânsito) e a saída de Rochedo, é ponto de vários acidentes, inclusive com mortes, reclamam os moradores da região.

Veja Mais
Ciclista de 71 anos morre ao ser atropelado por motorista bêbado
Motociclista sofre várias fraturas após colidir moto em poste

No final do mês de outubro, um ciclista de 71 anos morreu na avenida, próximo ao Tênis Clube, após ser atingido por um veículo Monza conduzido por um motorista embriagado. Dacilvo Antônio de Souza chegou a ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros, mas morreu horas depois na Santa Casa.

Mas o caso não foi novidade para a aposentada Diva Canuto, 60 anos, que mora há 20 anos no local. Ela conta que já presenciou várias colisões na avenida e tem medo. “Além do movimento intenso de veículos pesados, tem trecho da pista que não tem calçada para o pedestre caminhar. O jeito é dividir espaço na rua com os veículos”, desabafa.

O comerciante Moisés Eduardo Alves Batista, 42 anos, avalia que para aumentar a segurança e diminuir os acidentes, a via deveria ter mais quebra-molas ou redutor de velocidade. “Nos horários de grande movimento o trânsito vira um caos”, reclama Moisés, que tem comércio há 20 anos na região.

(Foto: Marcos Ermínio)(Foto: Marcos Ermínio)

O aposentado Luiz José da Silva, 70 anos, mora no bairro José Abrão e gosta de andar de bicicleta, mas ultimamente diz que tem evitado pedalar em ruas de muito movimento. “Apesar do desenvolvimento da cidade, falta segurança no trânsito”, destaca.

Para Luiz, além de não ter sinalização adequada, tem o problema dos apressados que não se respeitam no trânsito. “Aqui é assim, salve-se quem puder”, reclama o idoso apontando para a Rua Joaquim Lacerda, um dos cruzamentos mais movimentados no bairro Manoel Taveira.

No cruzamento que o idoso se refere, tem uma escola e os moradores reclamam que no horário de entrada e saída o movimento de pedestre é intenso. “Não temos nenhuma faixa de pedestre e muito uma pintura indicando que no trecho há uma escola”, finaliza Moisés.

Motociclista sofre várias fraturas após colidir moto em poste
O motociclista Rolson Ribeiro, 34 anos, sofreu várias fraturas após colidir a motocicleta que pilotava contra um poste, por volta das 4h deste doming...
Motorista escapa de capotamento com ferimentos leves
Acidente aconteceu na rua Fernão Dias. Motorista bateu em carro estacionado....



Mas ali não tem nada, não tem calçada, não tem sinalização, não tem asfalto direito, na frente do detran é o pior do asfalto, voce pula feito cabrito dentro do carro, na verdade a Euler e a Tamandaré estão duas verdadeiras porcarias, é buraco pra todo lado...
 
maximiliano nahas em 16/12/2013 08:45:42
As rotatórias com as Rua Tamandaré e Ernesto Gesel não atendem a demanda de fluxo de veículos no local, quem utiliza a Tamandare c/ Euler é um caos principalmente quem tem destino a UCDB, nos horários de pico, na Ernesto Gesel é pior o engarrafamento é longo ... preferencia na rotatória não existe... é uma VERDADEIRA ROLETA RUSSA, PERIGO PERIGO PERIGO, não tem um agente de transito ... trafegamos com a sorte ... Infelizmente, somente com acontecimento de tragédias que irão tomar providencias como sempre ... é um ABSURDO. BICICLETAS MOTOS PEDESTRE TER QUE DIVIDIR O MESMO ESPAÇO COM VEÍCULOS PESADOS.Nas campanhas eleitorais os espertalhões tem todo tipo de solução pra tudo e é só chegar ao poder esquecem de tudo o que não é diferente com o ESQUECILDES BERNAL. GOVERNOS BRINCALHÕES.
 
Pedro Fabiano em 16/12/2013 08:30:43
Sou morador do bairro Coophasul, e a única via de acesso ao bairro é a Euler de Azevedo. Depois de muitos anos foram instalados semáforos na entrada do bairro, mas a população continua sofrendo com os abusos de velocidade e falta de faixa de pedestres no local. Utilizada principalmente por estudantes de todas a idades, a via sofre com o abandono. Obras de iluminação foram executadas, mas sempre temos longos trechos com problemas e escuros, as vezes semanas se passam sem que nada seja feito. Precisamos de uma passarela ou lombadas para passagem de pedestres na rotatória do bairro. Uma imensa área, que na prefeitura se consta com pública, foi vendida e hoje existe uma muralha que impende a visualização dos carros durante o dia e a noite e os acidentes continuam a acontecer.
 
Carlos Augusto em 16/12/2013 08:20:50
Esta Pista poderia muito bem ser duplicada com canteiro central, ciclovias pois tem espaço suficiente para isso, pois da acesso ao detran e deve ser exemplo para os novos motoristas.
 
gilmar almeida em 16/12/2013 08:19:49
Essa via está uma vergonha desde o inicio quando se entra pela 14 de julho até a duplicação que fica após o DETRAN-MS o asfalto esta todo danificado e em muitos trechos faz falta um regulador de velocidade. No cruzamento com a Avenida Tamandaré é uma disputa diaria para fazer a rotatória, na entrada da coopasul aonde havia um redutor de velocidade colocaram um sinal mas a alta velocidade voltou a ser um problema diario e fora que após você passar o Tenis Club o asfalto está em péssimas condições até o trecho que começa ser duplicado que vai até a saida de Rochedo. Isso resulta em um trânsito caótico em Campo Grande e por isso sinto vergonha de morar aqui pois tem muito politico que estão aqui a mais de 30 anos e não fazem nada. Saudades do asfalto de tapete de Floripa.
 
Eduardo Lemos em 15/12/2013 21:43:09
ESSA CIDADE TA UM CAOS DEPOIS QUE MUDOU A ADMINISTRAÇÃO OS SEMAFOROS DA CIDADE NAO FUNCIONA NAO É SÓ NA EULER A CIDADE INTEIRA ESTA SEM SINALIZAÇAO
 
ana cristina em 15/12/2013 20:41:03
Acho engraçado que tudo acontece no trânsito de Campo Grande, as pessoas comentam, falam, sugerem, reclamam, mas em vão. O que parece é que não temos ninguém para ouvir os apelos da população com vistas à melhoria do nosso trânsito que está caótico e matando como nunca! Faltam pessoas que estejam interessadas em resolver os problemas e não apenas interessadas no status do cargo! Quem está no poder e nos cargos adjacentes parece que não tem nenhum interesse em melhorar a situação. Falta engenharia de trânsito descente, falta fiscalização, falta policiamento nas ruas, pelo menos nas principais, e falta consciência de todos! Mas infelizmente, a consciência só vai aparecer quando pesar no bolso, e assim, infelizmente, dependemos da ação das autoridades competentes que não se manifestam!
 
Icaro Sen em 15/12/2013 20:12:10
E esse é o bom exemplo que temos na cidade! A caminho para o Detran, os novos condutores já podem se habituar com a realidade do asfalto e da sinalização campo-grandenses! De gestão em gestão a cidade vai se desfazendo e pede socorro!
 
Ricardo Boretti em 15/12/2013 19:20:26
È isto mesmo isso aqui é uma bagunça!!!
 
Eliane silva em 15/12/2013 16:56:52
Por inúmeras vezes já postamos pedidos de socorro à av.Euler de Azevedo/D. Antonio Barbosa, mas,como na gestão passada, a atual também não dá a minima;vereadores,nunca apareceram (tambem não tem tempo, só pensam em cassar o Bernal).do jeito que tá,não dá mais pra continuar.SOCORRROO!!! Cadê o MS forte 2 por lá?só no aquário???
 
Anderson Roque em 15/12/2013 14:41:33
Por inúmeras vezes já postamos pedidos de socorro à av.Euler de Azevedo/D. Antonio Barbosa, mas,como na gestão passada, a atual também não dá a minima;vereadores,nunca apareceram (tambem não tem tempo, só pensam em cassar o Bernal).do jeito que tá,não dá mais pra continuar.SOCORRROO!!! Cadê o MS forte 2 por lá?só no aquário???
 
Anderson Roque em 15/12/2013 14:39:46
Realmente a situação é perigosíssima. Espero que as autoridades do trânsito ajam com rapidez.
 
Fabio Pellegrini em 15/12/2013 12:59:47
BOM A PRIMEIRA COISA A SE FAZER SERIA DAR CONTINUIDADE A DUPLICAÇÃO DO TRECHO ATÉ O DETRAN. NÃO SERIA ISSO? CONSTRUIR UMA TRAVESSIA SINALIZADA COM SEMÁFORO E TRAFIC CALMING NAS MEDIAÇÕES DA ESCOLA MUNICIPAL DO BAIRRO SANTA CARMÉLIA.
 
JOSE NOGUEIRA NETO em 15/12/2013 12:27:49
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions