A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

21/05/2013 15:20

Com R$ 12 mi, prefeitura promete Onda Verde em 4 avenidas até 2014

Viviane Oliveira
Diretora da Agetran diz que serão investidos R$ 12 milhões para onde verde funcionar 100%. (Foto: Marcos Ermínio / arquivo)Diretora da Agetran diz que serão investidos R$ 12 milhões para onde verde funcionar 100%. (Foto: Marcos Ermínio / arquivo)

A diretora-presidente da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), Kátia Maria Moraes de Castilho, anunciou nesta terça-feira (21) que serão liberados R$ 12 milhões pelo Ministério dos Transportes para serem investidos na implantação de equipamentos eletrônicos da "Onda Verde".

Veja Mais
Prefeitura espera novo sistema para Onda Verde funcionar 100%
Carro capota após colisão no cruzamento da Bahia com a Barão do Rio Branco

O equipamento será instalado na rua Ceará, avenida Costa e Silva, avenida Fernando Correa da Costa e avenida Mato Grosso. A região tem 200 cruzamentos. “Vamos começar os trabalhos de uma forma que não atrapalhe as vias que já tem", diz Kátia.

De acordo com a diretora, as instalações dos novos equipamentos devem começar ainda neste ano e os trabalhos serão finalizados no segundo semestre de 2014.

A "Onda Verde" foi criada para evitar congestionamentos na área central. O processo coordena a abertura dos semáforos.

O montante será usado para aquisição na rede física de fibra óptica, troca de equipamentos antigos, instalação de controladores com mais recursos técnicos, instalação de sensores nas pistas para contabilizar a quantidade de veículos que passam nas ruas.

“Com a instalação dos novos equipamentos e construção do CPO (Centro de Controle Operacional) na antiga sede da Agetran, na avenida Fernando Correa da Costa vamos poder trabalhar com oito tempos diferentes. Um sinal verde vai permitir a passagem de 50, 100, em outra ocasião 200 veículos”, disse.

Segundo Kátia, essas passagens vão depender do fluxo de veículos que serão medidos por meio de sensores ao ser instalados nas pistas.

No domingo, o Campo Grande News publicou reportagem sobre problemas no sistema, na ocasião a prefeitura informou que só o investimento em novos aparelhos garantiria o funcionamento pleno.




Até que um dia apareceu alguém com vontade de por fim a uma sinalização arcaica.Todos aqueles que chegarão em suas casas mais cedo,após o trabalho,seguramente menos estressados agradecem. Vamos torcer que não fiquem sòmente nestas 4 avenidas.Parabéns para Katia e equipe da Agetran.
 
Fernando Barbosa em 22/05/2013 09:47:30
A onda verde da Afonso pena não funciona, deveriam corrigir isso primeiro....
 
Afonso Pena em 22/05/2013 09:27:46
12 milhões para onda verde??????? Que pouca vergonha!!! Isto porque a pouco tempo atrás já foi uns milhões por aí!!! Estamos tendo mudança realmente na prefeitura de CG!! Gente q nunca esteve no poder com muita sede ao pote!!!!!
 
Antônio Silva em 22/05/2013 07:57:14
Esta onda verde já ouço faz 30 anos aqui em Campo Grande e nunca funcionou plenamento.
É mais 12 milhões indo para o ralo!
 
Elviria Santos Ferreira em 22/05/2013 02:26:42
Como é cara a coisa pública... Garanto que com menos de R$ 5 milhões se fazia algo com muito mais potencial eletrônico e usando automação de primeiro mundo!!!
E digo mais, não será esse 100% que estão dizendo.
#ficaadica
 
Wellington Sampaio em 21/05/2013 23:45:21
tomara que resolva o problema, pois Campo Grande ira ficar igual São Paulo
 
Anderson Silva em 21/05/2013 19:17:41
Concordo plenamente com a sugestão do Mateus Costa.
Trânsito é um conjunto dinâmico, nada mais justo do que aqueles que o enfrentam todos os dias sejam efetivamente ouvidos.
 
Paulo Satyro em 21/05/2013 17:57:53
DEVERIAM CRIAR UMA OUVIDORIA DO TRÂNSITO , tipo 0800 ou um site,pra que nos simples mortais, possamos dar opniões e sujestões de alguma mudança ou intervenção no trãnsito pra que salvar e preservar mais vidas
 
MATEUS COSTA em 21/05/2013 17:38:04
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions