A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

17/08/2012 11:50

Cruzamento que já registrou 5 mortes terá novas placas e quebra-molas

Aline dos Santos

Anúncio de solução de momento foi feito hoje por superintendente do Dnit

Ligação entre avenida e rodovia foi inaugurada em dezembro. (Foto: Minamar Júnior)Ligação entre avenida e rodovia foi inaugurada em dezembro. (Foto: Minamar Júnior)
General e superintendente participaram de entrevista coletiva hoje. (Foto: Rodrigo Pazinato)General e superintendente participaram de entrevista coletiva hoje. (Foto: Rodrigo Pazinato)

Com registro de cinco morte desde janeiro, o cruzamento da avenida Lúdio Coelho com a BR-262 vai receber placas de sinalização e três quebra-molas. De acordo com o superintendente do Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), Euler José dos Santos, a intervenção na rodovia é uma solução de momento.

“É um projeto feito pela prefeitura, que estamos solicitando que faça a readequação dos estudos. Sendo feito, no momento, reforço de sinalização e instalação de mais três quebra-molas na segunda-feira”, afirmou hoje, durante entrevista coletiva.

Segundo o superintendente, a demanda real de veículos está além da prevista. “A prefeitura apresentou um projeto com uma demanda de veículos e essa demanda, pelo visto, está aumentando muito além do que estava previsto no próprio estudo. A gente está analisando, conversando para ver quais as ações a ser tomadas por parte da prefeitura.

Nesta sexta-feira, o Dnit de Campo Grande recebeu a vista do diretor geral, general Jorge Fraxe. Questionado sobre a qualidade do projeto que faz a interligação de rodovia e avenida, ele respondeu que não cabe ao Dnit comentar obra pronta.

“A obra está pronta e eu começo a botar gosto ruim. Não vamos abordar assim. De repente, no momento que ela foi feita, o dinheiro só dava para fazer isso que está lá, embora, talvez, não seja a melhor solução”, afirma.

A avenida faz parte do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) Lagoa e foi entregue em dezembro do ano passado. Desde janeiro, o cruzamento foi o cenário de 17 acidentes, que resultaram em 24 pessoas feridas.

Diante da quantidade de acidentes, o delegado da 6ª Delegacia de Polícia Civil, Valmir Moura Fé, encaminhou ofícios para o Dnit, Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), PRF (Policia Rodoviária Federal) e Seintrha (Secretaria de Infraestrutura, Transporte e Habitação), pedindo providências. Segundo a PRF, os acidentes acontecem por falta de atenção dos motoristas e desrespeito à sinalização.




A avenida ficou um tempão fechada para as obras...Vão esperar morrer quantas pessoas, desestruturar quantas familílias para colocarem um redutor ou quebra molas ali ao lado do choping, vc dá sinal que vai entrar na Afonso Pena e ninguém respeita, pois só andam em alta velocidade.Corremos riscos de vidas.
 
Neuci Augusta Fonseca. em 19/08/2012 09:07:00
E as pessoas que ali morreram, famílias interas desestruturadas?
Não seria o casa de pedir indenização?
 
mauro marques em 18/08/2012 08:57:49
Muito bom, eu gostaria de chamar a atenção das autoridades competente para que desse uma vistoriada no cruzamento da AV: CEARA COM A SERGIPE E A MARANHÃO, aqui precisamos urgente de semáforos e faixa de pedestre, veja no horario de pico é uma verdadeira ROLETA RUSSA atravessar essas ruas eu ja presenciei 3 acidente em um dia.

POR FAVOR AUTORIDADES COMPETENTES VEJA O QUE ESTÁ ATONTECENDO
 
JUNIOR BOM em 18/08/2012 07:36:49
tive que fazer uma viagem rápida para o interior de São Paulo, e eu só utiliso essa rodovia, por ser mais perto.essa rodovia ela tem varios pontos que deveria teraquela faixa de subida para cargas pesadas,e deixar asseso para carros pequenos,ela é tb campeã de acidentes, eu não sei o porque só a 163 leva o cognome de rodovia da morte. abrs sonia.
 
sonia regina henrique em 18/08/2012 03:30:52
Campo Grande não mais cidade do interior é uma capital e esta cada dia crescendo mais e é preciso rever as novas mudanças no transito incluindo vários viadutos como: saída para São Paulo (frente a coca cola), saída p/Três Lagoas, final da Mato Grosso.
 
Cida Barros em 17/08/2012 05:07:03
Mais uma vez a turma das quebra-molas ganhou... Agora é só esperar a tinta sumir da quebra-molas (o que vai acontecer rapidinho, com o transito pesado que tem la), e dai algum caminhoneiro se acidentar, passando de noite numa BR que de repente parece ter uma quebra molas, inesperado para uma rodovia...

Via tem que ser inherentemente seguro. Não é instalando obstaculos que se aumenta a segurança!
 
Marcos da Silva em 17/08/2012 03:42:44
Custa um pouco mais, mas seria para um longo tempo a construção de viadutos nesses cruzamentos perigosos. Veja o exemplo da saída para três lagoas.
 
josé M Silva em 17/08/2012 01:13:25
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions