A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

23/04/2014 10:45

Dilma dá aval a obra que prevê 40 câmeras e 420 sensores no trânsito

Aline dos Santos
Na Capital, proposta é pôr sensores em 420 cruzamentos com semáforos. (Foto: Marcos Ermínio)Na Capital, proposta é pôr sensores em 420 cruzamentos com semáforos. (Foto: Marcos Ermínio)

Campo Grande deu mais um passo para receber um centro de controle operacional, que com 40 câmeras e sensores em 420 cruzamentos semaforizados vai dar fluidez ao tráfego. O projeto está no decreto 8.227, assinado pela presidente Dilma Rousseff (PT), que detalha as ações do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) a serem executados por meio de transferência obrigatória.

Veja Mais
Ministro garante celeridade para obras do PAC na Capital, diz Olarte
Mototaxistas e taxistas se juntam e percorrem Afonso Pena contra Uber

De acordo com a secretária-ajunta da Seintrha (Secretaria Municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação), Kátia Castilho, depois desse decreto, serão mais dez etapas burocráticas, que devem ser vencidas em três meses. “São dez passos burocráticos até que se possa licitar”, afirma.

A previsão é que os R$ 72 milhões a fundo perdido, ou seja, sem contrapartida da Prefeitura, sejam liberados após os 90 dias. Já o centro de controle deve ficar pronto no fim de 2015.

A central vai funcionar na antiga sede da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), localizada na esquina da avenida Fernando Côrrea da Costa com a rua Anhanduí.

Conforme Kátia Castilho, os ônibus do transporte público terão sensores, que lhe darão prioridade nos semáforos e permitirão que os usuários acompanhem o deslocamento dos veículos pelo celular. “Vai ser o mesmo sistema da Europa, com integração dos usuários e transporte”, salienta. Com a central, não terá semáforo ocioso.

Os recursos do PAC também vão permitir estudos técnicos sobre novos corredores de ônibus e a viabilidade do VLT (Veículo Leve sobre Trilhos), este último está há anos nos planos do poder público para cidade.

 




No papel e na teoria é tudo bonito, mas se for que nem o nosso aquário do pantanal... só em mais 4 mandatos pra começar a fazer...
 
Luis Gustavo Stival em 23/04/2014 13:48:58
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions