A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

18/10/2012 17:01

Em 7º em ranking de acidentes, MS terá seminário promovido pela Fenabrav

Luciana Brazil
Presidente da Fenabrave diz que federação quer levantar a bandeira da segurança no trânsito. (Foto:Rodrigo Pazinato)Presidente da Fenabrave diz que federação quer levantar a bandeira da segurança no trânsito. (Foto:Rodrigo Pazinato)

Mato Grosso do Sul ocupa desde 2010 a 7° posição no ranking brasileiro de estados que mais fazem vítimas no trânsito. Em 2000, ocupava o 13° lugar na lista, ou seja, avançou num indicativo nada positivo.

Veja Mais
Carro capota após colisão no cruzamento da Bahia com a Barão do Rio Branco
Motorista escapa de capotamento com ferimentos leves

Para discutir os problemas que resultam em tantas mortes a Fenabrave-MS (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores de Mato Grosso do Sul) promove o I Seminário de Segurança no Trânsito  “Sinal de Vida”, no dia 29 de outubro, no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo, em Campo Grande, em parceria com o Detran-MS (Departamento de trânsito de mato Grosso do sul) e a Agetran (Agência Municipal de Transportes e Trânsito).

O Seminário contará com a presença do deputado federal Hugo Leal, autor da "Lei Seca", além do renomado J. Pedro Corrêa, especialista em programas de segurança no trânsito referência no setor e fundador do Instituto Nacional de Segurança no Trânsito-SP.

O objetivo é planejar novas ações, debater sobre os principais problemas do trânsito, além de dar continuidade a campanhas já existentes. A iniciativa quer buscar alternativas novas que possam complementar os programas já desenvolvidos, de acordo com o presidente da Fenabrave-MS, Roberto Mosena.

Segundo ele, a ação da federação regional é pioneira e irá envolver a maioria das 150 concessionárias do Estado, as 117 filiadas.

A venda de automóveis em Mato Grosso do Sul cresceu 11,35% em 2012, em comparação com o ano anterior. Em Campo Grande a frota de veículos já ultrapassa 400 mil veículos, ou seja, um veículo para cada dois habitantes, uma das maiores médias nacionais.

Em 7º em ranking de acidentes, MS terá seminário promovido pela Fenabrav

O impacto social na sociedade acaba sendo a quantidade de acidentes com vítimas que, segundo Mosena, será discutido pela Fenabrave, desvendando, e até pesquisando pontos críticos e contribuindo para novas soluções.  

O coordenador da Comissão de Segurança no Trânsito, Edvaldo Lelis Soares, vice-presidente da área de motocicletas da Fenabrave, destaca que é de extrema importância dar um tom social, já que a Fenabrave comercializa impacta na vida das pessoas.

“Queremos atuar e contribuir para que haja ações que diminuam a violência no trânsito e que sejam estabelecidas diretrizes de forma pontual”.

Para Edvaldo o trânsito é comportamental, mesmo que as vias influenciem no deslocamento. “O problema não são os veículos, mas sim as pessoas. As vias influenciam, mas as pessoas precisam de um foco”.

Cerca de 30 entidades integrantes da Fenabrave estarão envolvidas no seminário. A ação tem o apoio do GGIT (Gabiente de Gestão Integrada de Trânsito) que engloba Agetran, Ciptran, Detran, Corpo de Bombeiros, Samu, Polícia Civil, Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) e SES (Secretaria de Estado de Saúde).




Dá vergonha!!!!
Esse ranking tende a piorar. O povo de Campo Grande é sem educação e barbeiro. Ninguem sabe dirigir. Tem que voltar o tempo da carroça. Não adianta dar tecnologia para um povo subdesenvolvido.
Carroça neles!!!!
 
Sergio Arruda em 19/10/2012 08:30:56
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions