A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

22/01/2014 12:03

Em uma hora e meia, blitz emite 40 multas na Duque de Caxias

Aline dos Santos
Blitz surpreendeu condutores na manhã desta quarta-feira. (Foto: Marcos Ermínio)Blitz surpreendeu condutores na manhã desta quarta-feira. (Foto: Marcos Ermínio)

Pego de surpresa em uma blitz de trânsito, um mecânico de 27 anos ficou sem motocicleta ao passar pela avenida Duque de Caxias, após o Atacadão, na manhã desta quarta-feira.

Veja Mais
Capital tem 296 mil infrações, mas “absurdos” escapam da fiscalização
Mototaxistas e taxistas se juntam e percorrem Afonso Pena contra Uber

Sem dizer o nome, ele conta que circula de moto por Campo Grande mesmo sem ter CNH (Carteira Nacional de Habilitação), mas, pela primeira vez deu de cara com uma fiscalização. A moto ficou retida, à espera de condutor habilitado. Caso não seja apresentado alguém com o documento, a moto é apreendida.

Realizada pelo Bptran (Batalhão de Polícia Militar de Trânsito) e Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), a blitz efetuou 40 notificações em uma hora e meia, entre às 9h e 10h30. De acordo com a tenente Jucilene Sales Mattos, a estratégia é diversificar os pontos de fiscalização.

“A gente vai variando a cada blitz. Mas são locais com grande fluxo e probabilidade de acidentes, conforme as estatísticas”, afirma. Segundo ela, nesta classificação se inserem avenidas como a Fernando Côrrea da Costa e a Ernesto Geisel.

Em outro ponto da cidade, um único policial fez 15 notificações entre as 8h e 10h de hoje. Sozinho, no cruzamento da avenida Mato Grosso com a rua Ceará, o cabo Pedro Luiz Teodoro flagrou condutores sem cinto e falando, despreocupadamente, ao celular.

No ano passado, em toda a cidade, o Detran/MS (Departamento Estadual de Trânsito) registrou 295.993 infrações em Campo Grande. Em média, por dia, são 810 notificações. Do total, 72% são relativas a excesso de velocidade, dirigir usando o celular, avançar o sinal vermelho e parar na faixa de pedestre na mudança de sinal.

A infração campeã é transitar em velocidade superior à máxima permitida em até 20%. Em 2013, essa modalidade de desrespeito ao Código Brasileiro de Trânsito totalizou 121.564 infrações. Em segundo lugar do ranking vem transitar em velocidade superior à máxima permitida em mais de 20% e até 50%, com 31.105 ocorrências. Já dirigir veículo utilizando telefone celular somaram 14.729 infrações no ano passado.




Deveria existir esse tipo de blitz todos os dias !!! Adorei , sou a favor de mais Blitz !
 
Crislaine Shirata em 22/01/2014 17:20:11
campo grande esta precisando de asfalto, de ruas que possam ser transitadas, e fiscalização?
ha, cade o dinheiro das multas pra onde vão?enquanto isso o marginal esta nos becos e nas ruas aprontado até com veiculos roubados e sem carteira tambem enquanto o pai d4e familia esta la na blitz perdendo o veiculo de ganha pao.Então queridas autoridades , vamos fazer a coisa certa? Vamos nos bairros tambem vamos sguir quem realmente esta ilegal? E falando nisso cade a lei seca? Ainda existe?
 
irene rosa em 22/01/2014 17:18:46
Mas parou carro e moto ou só moto, senão não adianta, quem mata mais é o carro, quem morre mais é a moto.
 
maximiliano nahas em 22/01/2014 17:09:30
As blits também são bem vindas no sábado de madrugada, domingo de madrugada, carros também são convidados a participar. pena que só fazem blits fora do horário da maioria do bêbados estão nas ruas. muito triste. porque a Afonso Pena não é fechada????? nas madrugadas???? só passa quem fizer o teste do bafômetro....No periodo de umas 05: 00 da manhã não vejo blits em frente nem perto de bares......Trabalho bem cedo, e tenho medo de andar nas ruas.....
 
Lenita Santos em 22/01/2014 16:23:06
campo grande e uma cidade de pouca blitz deveria ter muito mais...tem muita gente no transito sem documento do veiculo e sem cnh....muitos falando no celular........etc.....
 
luiz carlos em 22/01/2014 13:31:55
Me desculpe a forma mais isso não esta inibindo muita coisa ontem estava voltando da casa de uma amiga e dois veiculos passaram por um sinal fechado na fernando correa da costa com ernesto giesel e a policia de trânsito não fez nada mesmo estando parada no mesmo cruzamento isso para mim prova que as vezes os própios policiais não estão querendo intimidar esses condutores.
 
Eduardo Lemos em 22/01/2014 12:50:56
Parabéns as autoridades.

Deveriam fazer isso todos os dias, para ver se Campo Grande muda.
 
Marcos Dambrosio em 22/01/2014 12:45:13
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions