A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

18/10/2016 09:20

Médico que feriu dois em acidente é solto e fica proibido de ir a bares

Viviane Oliveira
Médico ficou seis dias preso e foi colocado em liberdade na sexta-feira. (Foto: reprodução/Facebook). Médico ficou seis dias preso e foi colocado em liberdade na sexta-feira. (Foto: reprodução/Facebook).

O médico Handerson Chagas Pereira, 40 anos, que foi preso por embriaguez ao volante após atingir com o veículo que conduzia dois homens em uma motocicleta, foi colocado em liberdade na sexta-feira (14). Com a decisão, o rapaz responde processo em liberdade por lesão corporal culposa, omissão de socorro e conduzir veículo sob efeito de álcool. Ele ficou seis dias detido e chegou a ser encaminhado ao Centro de Triagem.

Veja Mais
Homem que causou acidente ficará preso por até 30 dias
Médico é preso ao se envolver em acidente e fugir sem prestar socorro

Conforme o alvará de soltura, Harderson terá que comparecer em juízo, no prazo e nas condições fixadas pelo juiz para informar e justificar suas atividades. Ele também está proibido de frequentar determinados lugares para evitar riscos de novas infrações e de ausentar-se da cidade sem informar à Justiça. Caso desobedeça, o médico pode ser preso novamente. 

Handerson foi detido após atingir dois homens de 25 e 27 anos na manhã do dia 8 de outubro na Rua Brilhante com a Avenida Ernesto Geisel, no Bairro Amambaí, em Campo Grande.

Após o acidente, o médico tentou fugir, mas foi capturado na Rua Hipódromo, esquina com a Manoel da Costa Lima. Ele estava sob efeito de álcool, não quis fazer o teste do bafômetro, mas confirmou à polícia que tinha passado à noite consumindo bebida alcoólica em uma boate. O estado de saúde das vítimas não foi divulgado.

O delegado que atendeu a ocorrência não arbitrou fiança, porque a soma do delito ultrapassava o limite de quatro anos. Nesses casos, o juiz é quem decide se mantém preso o suspeito.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions