A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

09/07/2014 09:04

Mortes no trânsito da Capital este ano superam 7 primeiros meses de 2013

Aliny Mary Dias
Até agora, 9 pedestres morreram no trânsito da Capital (Foto: Marcos Ermínio)Até agora, 9 pedestres morreram no trânsito da Capital (Foto: Marcos Ermínio)

A morte do idoso Deátrio da Silva, 63 anos, na madrugada desta quarta-feira (9), fez com que o número de mortes ocorridas no trânsito de Campo Grande este ano superasse os registros dos primeiros sete meses do ano passado na Capital.

Veja Mais
Idoso morre ao ser atropelado por ônibus na Avenida Coronel Antonino
Homem de 42 anos morre após perder controle da moto e cair em avenida

Segundo levantamento da Agetran (Agência Municipal de Trânsito), coordenado pelo Projeto Vida no Trânsito, de janeiro até esta quarta-feira, 58 pessoas morreram no trânsito da Capital. No ano passado, de janeiro até o dia 31 de julho foram 57 mortes.

A morte que fez com que o número ultrapassasse os registros do mesmo período do ano passado foi de um pedestre e se soma a outros oito casos que também vitimaram quem andava a pé nas ruas. Até agora, 9 pedestres não resistiram aos ferimentos. Em 2013, os primeiros sete meses do ano vitimaram 13 pedestres.

Deátrio seguia a pé na Avenida Coronel Antonino, próximo ao Terminal General Osório, e morreu após ser atropelado por um ônibus coletivo. O acidente ocorreu por volta da meia-noite de hoje e o idoso chegou a ser socorrido pelos bombeiros, mas morreu no local.

Casos – As últimas duas mortes registradas em Campo Grande foram de motociclistas. Um deles foi um homem de 42 anos que morreu no último domingo (6) após perder o controle da moto que conduzia e cair, na Avenida Duque de Caxias.

Outra vítima foi um jovem de 21 anos. Denis Melo Santos também perdeu o controle da direção da moto depois de uma curva e bateu em um poste. O acidente ocorreu na Avenida Gabriel Delpino, no Jardim Auxiliadora.

Homem de 42 anos morre após perder controle da moto e cair em avenida
Um homem de 42 anos morreu após cair da moto que pilotava na avenida Duque de Caxias, nesta madrugada. Segundo a Polícia, a vítima,  Altino Oliveira ...
Motociclista sofre várias fraturas após colidir moto em poste
O motociclista Rolson Ribeiro, 34 anos, sofreu várias fraturas após colidir a motocicleta que pilotava contra um poste, por volta das 4h deste doming...



Enquanto não houver fiscalização constante de embriaguez, excesso de velocidade, avanço de sinal vermelho, uso do cinto e respeito a em TODA a cidade, as mortes só vão aumentar! Em Campo Grande, qualquer um dirige sem habilitação e faz as maiores barbaridades no trânsito sem jamais ser incomodado!
 
Luiz Pereira em 09/07/2014 17:48:37
É sinal que o trabalho que está sendo feito pela policia militar e pela agetran não tá funcionando, precisamos de pessoas que pensem em alternativas que deem resultado e não pessoas que acham que perseguindo os motociclistas tudo vai ficar bem, o preconceito que existe por parte da policia e dos agentes de transito em relação aos motociclistas é gigantesco, esta semana vi uma viatura da policia parando um rapaz que tava indo ou vindo para um joguinho de futebol, ele tava de meião, chuteira, camisa de time e shorts, a policia já parou chamando de vagabundo e enfiando a arma na cabeça do coitado que tava de biz, o conselho que posso dar aos motociclistas é o que eu faço, vou sair de moto já ligo o gravador do celular porque se fizer comigo vou direto na corregedoria e denuncio.
 
maximiliano rodrigo antonio nahas em 09/07/2014 17:13:44
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions