A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

17/11/2013 07:33

Motociclista morre depois de bater em caminhão parado na Gury Marques

Mariana Lopes

Um motociclista morreu na noite de ontem (16), por volta das 20h35, ao bater em um caminhão que estava estacionado em frente à fabrica da Sadia, localizada na avenida Gury Marques, em Campo Grande.

Veja Mais
Homem que morreu atropelado tinha 51 anos e foi identificado pela mãe
Acidentes mataram uma pessoa a cada três dias nos dois últimos meses

Cícero José dos Santos, 41 anos, trafegava pela avenida em uma Honda Today e colidiu a moto no caminhão que estava parado para descarregar a carga na fábrica.

O motorista do veículo não estava próximo ao local no momento do acidente e disse à Polícia que não viu como aconteceu a colisão.

O motociclista chegou a ser socorrido pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), mas morreu ainda dentro da ambulância, segundo informações da Bptran (Batalhão de Polícia de Trânsito).

Motociclista que seguia no acostamento escapa por pouco de acidente
O flagrante na BR-163 foi enviado por uma leitora através do canal Direto das Ruas. A TV News esteve no local e constatou diversas irregularidades....
Adolescente que colidiu em caminhão estava com moto irregular
Rapaz de 16 anos ficou ferido ao furar um sinal vermelho e bater em um caminhão na manhã desta terça-feira....



Triste. Que Deus possa confortar a família e os amigos... Infelizmente não há que se achar um culpado, o trânsito é um conjunto, se cada um fizer sua parte, as coisas melhoram.
Saiba mais sobre o Cícero no link http://estrelanoasfalto.com.br/place/cicero-jose-dos-santos/
 
Aline Silva em 19/11/2013 08:43:15
Gilberto sales vc sabe o que é sentir uma dor de uma perda?
então não, vc não sabe o que aconteceu com meu irmão, não vou admitir que vc abra a sua boca pra falar de uma pessoa que vc nem conhecia, só eu e minha família sabe a dor que estamos passando, então não julgue,se não tem uma palavra de consolo cala-te...
 
MARIA LUZINETE DOS SANTOS em 18/11/2013 20:01:49
Rose me desculpe mas então vamos voltar a andar a pé mesmo, porque carro, avião, trem, até carroça mata, o problema é quem está dirigindo, amigos da policia, este acidente pode ser contabilizado como acidente causado por motociclista.
 
maximiliano nahas em 18/11/2013 09:03:20
Rose Domingues, as motos não matam ninguém, não são elas que causam os acidentes, são as pessoas em cima delas.
Ando há 15 anos de moto e nunca levei multa, nunca andei correndo riscos, sofri apenas um tombo sem gravidade causado por um motorista de carro, mas por estar devagar não sofri maiores consequências.
Quanto maior o risco a que se vc expõe, maior tem que ser a sua responsabilidade.
 
Athaide Romero em 18/11/2013 07:33:48
Os acidentes na maiorias, são faltas de atenção dos motociclistas mesmo, eu fui um por mtos anos, sei como é bem isso, ninguém bate em um caminhão por acidente, bem que a AGETRAN tem que fiscalizar esses caminhões que ficam estacionados em varias vias movimentadas utilizando partes da faixa de rolamento, isso realmente é grave, não só para os motoqueiros, que é veiculo pequeno e desvia, mas para carro, tem que parar e entrar na faixa do lado, isso acontece comigo. Na avenida interlagos, na vila albuquerque, sempre tem um caminhão de carregar tratores, parados usando faixa da pista, as vezes fica ali dias parado, sem uma sinalização e é em uma curva, é muito perigoso é na segunda quadra logo que sai da av. gury marques. na primeira quadra estacionam os caminhões da coca cola.
 
Thiago da Silva em 18/11/2013 07:27:49
muito triste; mas o caminhão continua la,acabei de passar e vi..sera que uma grande fábrica como esta não pode ter um estacionamento?? foi uma vida que se perdeu; é um descaso por parte dessa empresa, tomara que a família acione um bom advogado e peça uma indenização,a vida dessa pessoa não volta, mas grandes empresas só tomam providencias quando sentem no bolso
 
cleide salentim em 17/11/2013 21:43:19
Este rapaz que faleceu é meu irmão, só quem perde um ente querido sabe a dor que é,,enquanto nossas autoridades não tomarem providencias, vai continuar morrendo mais pessoas,, sem estacionamento para os caminhões vai morrer muita gente ainda e muita familia, ainda vai chora, quando for um poderoso que morrer eles vão tomar providencia, isso é muito triste, espero que alguem tome providencia sobre tudo isso....
 
maria luzinete em 17/11/2013 21:40:00
a culpa nao é do caminhão , e sim do motoqueiro que só anda voando,morreu por irresponsabilidade de si proprio.
 
gilberto sales em 17/11/2013 20:20:57
Sra Rose Domingues, não deveria chamar de porcaria o meio de transporte que trás o sustento de de mais 30 milhões de pessoas no brasil (fonte globo.com). Voltaremos então aos tempos das carroças, onde os acidentes eram pouquíssimos. Alguém da sua família, com certeza anda de motocicleta, e pode ser a próxima vítima.
 
aislan massoni em 17/11/2013 17:31:07
era tão simples de evitar tudo isso, bastava apenas pinta o meio fio de amarelo e colocar algumas placas de proibido estacionar e fiscalizar. mas para o poder publico parece que custa muito fazer o que compete a eles fazerem.
 
cristiano c prado em 17/11/2013 14:38:10
E lamentavel que a maioria aponte o dedo aos outros, seja quem ou oque for, a culpa nao é dos caminhoes, caçambas,carros... enfim, a culpa é do sistema que dá uma carta de motociclista a uma pessoa, independente da idade, basta provar que sabe "andar" na moto, que recebe uma "carta-atestado de suicidio", o sistema está todo errado, o estado nao assume, nem exige nada do futuro motorista-motociclista, ao meu ver o candidato deveria passar por formação rigida de pilotagem conforme a idade e tempo de carta, passo a passo ir subindo a permissao de pilotar motos, como em muitos paises europeus.
com o poder de compra em alta dos brasileiros o jovens voão logo para grandes motos e assim sem pericia e controle na pilotagem morrem aos montes todos os dias. a 20 anos nao morria tantos assim.
 
silmar oliveira em 17/11/2013 14:20:31
As pessoas que estacionam caminhões em vias públicas devem ser responsabilizados por acidentes ocorridos por causa da localidade onde esses caminhões estão.
Na rua Carangola, ao lado do posto de gasolina no bairro Santa Emília tem um caminhoneiro que deixa seu veículo na rua, e na contra mão, atrapalhando a visão de quem sai do posto para trafegar na Carangola.
 
Fátima Oliveira em 17/11/2013 13:14:16
Esse acidente já estava anunciado, por vários dias esses caminhões ficam parados em frente a esta empresa a espera do descarregamento, onde os motoristas ficam "na rua" sem um banheiro pra fazer suas necessidades.
A empresa não possui um estacionamento para os caminhões e eles precisam ficar nas ruas, sempre obstruindo uma faixa de rolamento.
 
Luciano Silgueiros em 17/11/2013 11:29:26
Até quando muitas familias sofrendo por causa de mortes causadas por estas porcarias de moto?Deviam proibir o comercio, o ser humano não reconhece a fragilidade dele em cima de uma moto.
 
rose domingues em 17/11/2013 09:28:25
muito triste para a familia já basta esses montes de caçambas assassinas espalhadas pelas ruas estreitas de campo grande além disso nelas existem o telefone da agetran que vergonha como faz vista grossa pra realidade é um dia pode acontecer com os filhos deles
 
paulolopes em 17/11/2013 08:59:10
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions