A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 17 de Janeiro de 2017

11/03/2012 16:03

Motorista desrespeita sinalização e família é atingida por caminhão na BR-163

Viviane Oliveira e Elverson Cardozo

Vítimas, segundo a Polícia Rodoviária Federal, voltavam de uma chácara na região da Avenida Três Barras

Condutor do carro de passeio desrespeitou placa de pare. (Fotos: Elverson Cardozo)Condutor do carro de passeio desrespeitou placa de "pare". (Fotos: Elverson Cardozo)
Lado do motorista ficou completamente destruído. Lado do motorista ficou completamente destruído.

Colisão entre carro e um caminhão deixou quatro pessoas gravemente feridas no início da tarde deste domingo (11), na BR-163, em Campo Grande. As vítimas, segundo a PRF (Polícia Rodoviária Federal), são da mesma família. O condutor do veículo de passeio desrespeitou a placa de “pare” para entrar na rodovia.

Emílio Vasques de Oliveira, 62 anos, conduzia um Kadett azul marinho, com placas de Maracaju. Ele tinha como passageira a esposa, Ivone Santos Ferreira, 41 anos. Os filhos, Sara Nely Ferreira de Oliveira, 14 anos, Elias Salvador Santos Vasques, 9 anos e Ezequiel Ferreira de Oliveira, 8 anos, estavam no banco de trás.

De acordo com a PRF, Emílio saiu da avenida Três Barras para entrar na BR-163 e não respeitou a preferencial. O veículo em que estava foi colhido por uma F-4000, conduzida por Jeremias Castro, 37 anos, que seguia no sentido São Paulo/Três Lagoas e saiu ileso do acidente.

A colisão foi na lateral esquerda do carro de passeio, que ficou destruído. O motorista ficou preso às ferragens. Já a esposa, nada sofreu. A adolescente de 14 anos apresentava sangramento na cabeça e nariz.

Um dos garotos fraturou a perna e outro sofreu traumatismo craniano. Todas as vítimas foram encaminhadas para a Santa Casa. A família mora em Campo Grande e voltava de uma chácara na região da avenida Três Barras.

Ao local foram enviadas cinco viaturas de resgate do Corpo de Bombeiros.

Jovem bêbado discute com mulher, perde controle de carro e bate em muro
Heber Luiz de Figueiredo Souto, 26, foi preso por embriaguez após perder o controle de direção do carro durante uma discussão com a mulher e colidir ...
Condutor é preso por embriaguez após atropelar pedestre, atingir carro e muro
O condutor Cícero da Silva Souza, 50 anos, foi preso por embriaguez após atropelar um pedestre, bater em carro estacionado e colidir contra um muro, ...



João, vc ta errado. Não é lei que cruzamento deve ser passado a 40 km/h. Isso só vale em zone residencial. Neste caso, uma rua cruza uma BR, rodovia federal, com velocidade de 80 km/h. A lei somente disse: "Art. 33. Nas interseções e suas proximidades, o condutor não poderá efetuar ultrapassagem"; art. 44, que fala de reduzir velocidade, é para quando apriximando-se de uma via *preferencial*.
 
Marcos da Silva em 12/03/2012 08:46:15
O sujeito errou ao não parar, mas a velocidade na preferencial quando existe cruzamento é de 40 km/h, ninguém respeita este limite e se vc for um motorista prudente e quer seguir a sinalização logo vem um elemento atrás dando farol e reclamando.
 
João Crisóstomo de Campo Grande - MS em 12/03/2012 07:34:20
Bebo sempre aos Sábados e Domingos.... Não acho justo os pedestres ficarem à mercê de motoristas alcoolisados.
Quem infringe a Legislação deve ser punido com os rigores da Lei.
 
Josias Simão em 11/03/2012 05:24:00
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions