A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

29/07/2014 14:43

Motoristas reclamam de árvores que escondem radar na Arthur Jorge

Filipe Prado
As árvores impedem a visualização da placa e do radar (Foto: Marcelo Victor)As árvores impedem a visualização da placa e do radar (Foto: Marcelo Victor)

Após a morte de Guilherme Siqueira, 5 anos, em maio de 2009, a Rua Doutor Arthur Jorge ganhou dois radares para controlar a velocidade dos motoristas que trafegam pela via. Mas no cruzamento com a Rua Doutor Dolor Ferreira de Andrade, uma árvore impede a visualização da placa que sinaliza o radar, com isso moradores e motoristas reclamam dos problemas causados pela falta de visualização.

Veja Mais
Mototaxistas e taxistas se juntam e percorrem Afonso Pena contra Uber
Homem que morreu atropelado tinha 51 anos e foi identificado pela mãe

Danielly Bezerra de Azevedo, 37 anos, trabalha como oficial de justiça e percorra a Rua Arthur Jorge quase todos os dias. Para ela a sinalização deveria estar mais exposta para a população. “Temos que saber onde o radar está, pode ser que esteja em qualquer lugar”, comentou.

Como o radar está localizado em uma descida, muitos motoristas desavisados passam a mais de 50km/h, velocidade máxima permitida. “Tem que ser visível, pois é descida”, completou Danielly.

Quem mora na região também percebe que muitos motoristas se confundem por conta da árvore. O expeditor Edson Rafael, 27, alertou para o risco de acidentes. “Atrapalha bastante. Os motoristas freiam bruscamente e pode acontecer algum acidente”, disse.

Mas não são todos que compartilham da mesma ideia. Carlos Martins, 40 anos, trabalha como instrutor de uma autoescola e afirmou que a árvore não pode ser uma desculpa para abusar da velocidade. “Lá em cima já tem uma placa avisando e o motorista não pode ultrapassar os 50km/h permitidos”, explicou.

Além disso, como comentou Carlos, os tachões, conhecidos como olhos de gato, avisam o condutor de que há um radar no local.

O Campo Grande News procurou a prefeitura para saber sobre a retirada dos galhos, mas até o fechamento desta matéria não houve resposta.

O instrutor de autoescola acha que os motoristas devem obedecer a velocidade máxima (Foto: Marcelo Victor)O instrutor de autoescola acha que os motoristas devem obedecer a velocidade máxima (Foto: Marcelo Victor)
Já Edson afirmou que as árvores prejudicam a visualização das placas (Foto: Marcelo Victor)Já Edson afirmou que as árvores prejudicam a visualização das placas (Foto: Marcelo Victor)



Contin...
A principal alteração ocorrida foi justamente a abolição da obrigatoriedade de placa indicativa da existência da fiscalização eletrônica, o que, no entender de muitos profissionais do trânsito, é realmente o mais correto: o usuário da via pública deve respeitar os limites de velocidade estabelecidos para cada via (assim como deve cumprir toda a legislação de trânsito que lhe é aplicável), independente de estar sendo ou não fiscalizado. Informar a existência do “radar” é o mesmo que dizer explicitamente: onde estiver o “radar”, reduza a velocidade; nos outros trechos da via, fique à vontade para praticar a velocidade que quiser, pois não será fiscalizado.
 
Luciano Silgueiro em 29/07/2014 18:30:40
Art. 61 - Radar na via não precisa mais de aviso.
Desde 22/11/06, os órgãos e entidades executivos de trânsito e rodoviários eram obrigados a informar a existência de fiscalização eletrônica de velocidade, de maneira associada ao limite máximo permitido para cada via, observando o cumprimento de distâncias mínimas entre a sinalização vertical e o equipamento medidor de velocidade, exigência esta constante da Resolução do Conselho Nacional de Trânsito – CONTRAN nº 214/06, que alterou a norma que versava sobre o tema (Resolução nº 146/03).
No final de 2011, entretanto, novas mudanças ocorreram, tendo em vista a revogação de ambas as Resoluções pela de nº 396/11, em vigor a partir de 22/12/11, com prazos de adequação para algumas novas exigências, que veremos a seguir.
 
Luciano Silgueiro em 29/07/2014 18:29:41
Oficial de Justiça? Pergunta pro pai da criança que morreu onde é que tá o radar que ele te mostra na hora.
 
maximiliano rodrigo antonio nahas em 29/07/2014 17:36:42
Mas que bando de folgado, não tem que reclamar, tem que andar na velocidade permitida, se eu sou da policia ou agetran e vem um v.. fazer uma reclamação deste naipe eu multo ele duas vezes.
 
maximiliano rodrigo antonio nahas em 29/07/2014 17:35:01
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions