A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

10/09/2014 09:58

Onda Verde para à espera de troca de controle em 410 semáforos

Aline dos Santos
Onda verde pode minimizar os transtornos no trânsito (Foto: Arquivo)Onda verde pode minimizar os transtornos no trânsito (Foto: Arquivo)

A ampliação da Onda Verde, sistema para sincronizar os semáforos, está parada em Campo Grande à espera dos novos controladores que serão instalados em 410 sinais. De acordo com a titular interina da Seintrha (Secretaria de Infraestrutura, Transporte e Habitação), Kátia Castilho, a licitação deve ser lançada no começo de 2015. O prazo é porque a legislação eleitoral proíbe liberação de novos recursos. O projeto está em fase de análise na Caixa Econômica.

Veja Mais
"Onda Verde" não impede veículo de parar em todos os semáforos
Com R$ 12 mi, prefeitura promete Onda Verde em 4 avenidas até 2014

“Não vamos trocar o semáforo, mas o controlador. Um sistema mais moderno que possa calcular o tempo de verde. Tem capacidade de contar a demanda, mandar para o centro de controle e calcular o verde ideal”, afirma a secretária.

Os recursos são do Ministério da Cidade, por meio do Pró-Transporte, PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) e do centro de controle. Segundo Kátia Castilho, a troca dos controladores é um projeto integrado. Por exemplo, quando for feito o corredor do transporte coletivo, o sistema mais moderno também será colocado. “Para que realmente a população conte com o tempo de viagem mais reduzido”, salienta.

No comando da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) desde 30 de dezembro do ano passado, Jean Saliba afirma que a Onda Verde não foi colocada em novo ponto. “A Onda Verde é feita de forma mecânica por medições dos próprios técnicos. Nós temos, agora, recurso para 410 novos semáforos”, diz.

Com os novos controladores, o sistema será eletrônico. “Se o semáforo ficar piscando, não precisa avisar. O próprio equipamento conversa com a base”, explica. Segundo ele, Campo Grande tem 500 conjuntos semafóricos.
Além da tecnologia obsoleta, há outra dificuldade para fluidez do trânsito: o grande número de ruas com conversões à esquerda. “Com semáforos de três tempos não consegue Onda Verde nos dois sentidos. Um tem e no outro não”, diz.

De acordo com a Agetran, a sincronização está implantada no quadrilátero das avenidas Fernando Corrêa da Costa; Mato Grosso; Ceará e a avenida Ernesto Geisel. Além da avenida Eduardo Elias Zahran (entre a avenida Salgado Filho e o Terminal Morenão).




Essa implantação da "Onda Verde" foi uma promessa de campanha do ex-prefeito Nelson Trad que não foi executada até hoje. Entra prefeito e sai prefeito e o trânsito continua esse caos. Quando será que a sociedade acordará para cobrar e os políticos acordarão para começar a trabalhar? Será que mais pessoas precisarão morrer no transito para essa situação ser revertida?
 
Gialyson Corrêa da Silva em 10/09/2014 14:05:19
A Av Mato Grosso é a pior de todas...ninguem consegue andar!
 
WILLIAM FRATELLI em 10/09/2014 10:45:32
Gente, vão continuar insistindo na mentira da Onda Verde? Isso não existe aqui em Campo Grande, o prefeito tava precisando de uma graninha extra e mentiu que tinha colocado o sistema na parte central de Campo Grande, aí fez o "pagamento" do sistema e tá aí, mas na verdade isso nunca existiu.
 
maximiliano rodrigo antonio nahas em 10/09/2014 10:12:06
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions