A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

26/12/2011 12:39

Placas de aviso antes dos radares serão mantidas em Campo Grande

Fabiano Arruda
Prefeitura decide manter placas, embora resolução do Contran, em vigor desde a última quinta, revogue a exigência. (Foto: Divulgação)Prefeitura decide manter placas, embora resolução do Contran, em vigor desde a última quinta, revogue a exigência. (Foto: Divulgação)

As placas de aviso que ficam antes dos radares serão mantidas no trânsito de Campo Grande, segundo determinação do prefeito Nelsinho Trad (PMDB).

Veja Mais
Placa de alerta para radares de velocidade deixa de ser obrigatória
Mototaxistas e taxistas se juntam e percorrem Afonso Pena contra Uber

Resolução do Contran (Conselho Nacional de Trânsito), em vigor desde a última quinta, revogou a exigência da instalação de placas de informação antes dos equipamentos de fiscalização eletrônica, que existia desde 2006.

Segundo o diretor-presidente da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), Rudel Trindade, a decisão pela manutenção das placas serve como garantia ao condutor que, caso seja autuado por ultrapassar a velocidade indicada, esteja ciente de que excedeu o limite permitido naquele ponto.

“O maior interesse do prefeito e de todos nós, da Prefeitura, é conscientizar o cidadão de que ele precisa ter o cuidado ao dirigir um veículo, a fim de garantir pela sua vida e a do próximo”, explicou Rudel, segundo informações do site da Prefeitura.

“Pegar os motoristas de surpresa não é o interesse do prefeito e muito menos muda o nosso foco, que é o de alertar a pessoa de que ali existe um grande fluxo de veículos ou então uma demanda maior de pedestres que atravessam aquela via. Certamente algumas cidades do país, amparadas pela Resolução, irão, inclusive, retirar as placas já instaladas. O que não vai acontecer em Campo Grande”, complementou.

O diretor-presidente da agência destacou ainda a importância do trabalho de conscientização que, segundo ele, deve ser feito desde a infância.

“Vamos manter a nossa política e ter o cuidado de deixar as ações sempre transparentes para que o cidadão, seja ele pedestre ou motorista, tenha a consciência do que ele pode ou não fazer quando tem um veículo em seu poder”, defendeu.

Resolução - Por outro lado, a resolução do Contran determina que radares não podem estar escondidos da visão dos motoristas.

Segundo informações da Agência Brasil, o Contran também flexibilizou outras exigências em relação aos radares móveis, que foram liberados em trechos de rodovias sem sinalização de velocidade máxima. O conselho dispensou ainda a realização de estudo prévio para a presença desses equipamentos em estradas. Agora, qualquer ponto pode ser alvo de fiscalização eletrônica com radares de velocidade.

Até 2003 a presença das placas antes dos radares era obrigatória no País, no entanto, a norma foi revogada e passou a vigorar novamente há cinco anos.




Parabéns Prefeito. Aproveitando, acredito que toda atitude que tem por fim salvar vidas é de grande valia. Mas, atitudes como esta "radar sem placa" não são bem recebidas pela população.Isso causa desagrado e indignação nos motoristas de nosso país e não educa ninguém. Não é dessa forma que melhoraremos o trânsito. As pessoas precisam aprender valores e nossas ruas e estradas de melhor estrutura.
 
anaurelino carlos correa junior em 26/12/2011 09:31:19
Se atropela e mata, em Campo Grande, e as soluções não aparecem. Será que estão educando da maneira correta?
 
Juarez goncalves em 26/12/2011 04:13:43
Parabens ao prefeito pela decisao, isso evita a industria da multa. onde se multa somente pra arrecadar.
 
Agnaldo Almeida em 26/12/2011 02:44:48
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions