A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

25/09/2013 09:05

Radares de algumas ruas terão nova velocidade; na Mato Grosso já mudou

Aliny Mary Dias
Alteração ocorreu há alguns dias na Avenida Mato Grosso (Foto: Marcos Ermínio)Alteração ocorreu há alguns dias na Avenida Mato Grosso (Foto: Marcos Ermínio)

O assunto é antigo, há mais de dois anos a velocidade dos radares de Campo Grande foi tema de discussões na Câmara Municipal e na Assembleia Legislativa. Para pôr fim a polêmica, a Agetran (Agência Municipal de Trânsito) definiu que todos radares teriam velocidade máxima de 50 km/h e as lombadas em 30 km/h. No entanto, neste mês, o órgão decidiu mudar o limite máximo de algumas vias e voltou a ser alvo de crítica dos motoristas. 

Veja Mais
Motociclista bate em muro de loja ao tentar ultrapassar veículo no Centro
Para polícia, motorista ainda 'não se tocou' sobre multas mais caras

A primeria via a ser alterada foi a do radar da Avenida Mato Grosso, que passou de 50 km/h para 60km/h. O mesmo deve acontecer em outras vias.

De acordo com o diretor de trânsito da Agetran, Elídio Pinheiro, a mudança será feita em algumas ruas e avenidas de grande fluxo. A alteração foi definida após um estudo que apontou a mudança de 50 km/h para 60 km/h fundamental para a melhor fluidez no trânsito em alguns pontos.

Motivação da Câmara Municipal e da Assembleia que discutiram a questão na época, a confusão que a alteração já causa nos motoristas é tema de indignação daqueles que passam boa parte do dia nas ruas.

Para o mototaxista Ivan Cabrera, 31 anos, a mudança que já ocorreu na Avenida Mato Grosso é ruim porque causa confusão em quem dirige. “A gente já tem tanta coisa pra cuidar e eles ainda mudam a velocidade. É melhor que continue todos com o mesmo limite”, explica o profissional que pilota há 10 anos.

Mototaxista reprova mudança (Foto: Marcos Ermínio)Mototaxista reprova mudança (Foto: Marcos Ermínio)
Para Joacyr, alteração é positiva (Foto: Marcos Ermínio)Para Joacyr, alteração é positiva (Foto: Marcos Ermínio)

A Agetran não divulgou quais outras vias devem ter a alteração colocada em prática, mas afirma que a mudança deve ocorrer ainda neste ano. O único local com mudanças é a Avenida Mato Grosso em frente ao Pavilhão Albano Franco.

Joacyr Gomes tem 22 anos e também utiliza o carro para ir ao trabalho, para ele, a mudança é positiva, pois em alguns trechos, a velocidade de 50 km/h é baixa em relação ao fluxo. “Na Gury Marques, por exemplo, tinha que ser 60 km/m mesmo, porque do jeito que está é muito baixo e a gente precisa diminuir muito a velocidade”, explica.

Já outros motoristas são radicais e preferem a diminuição do número de radares ao invés da velocidade dos equipamentos. “Tinha é que tirar esses radares, têm muitos nas ruas da cidade e a gente precisa andar muito devagar em alguns lugares”, afirma a autônoma Maxilaine Torres, 27 anos.

A reportagem do Campo Grande News tentou entrar em contato com a diretora presidente da Agetran, Katia Moraes Castilho, mas as ligações não foram atendidas até o fechamento desta matéria.

Em alguns locais, radares continuam em 50 km/h (Foto: Marcos Ermínio)Em alguns locais, radares continuam em 50 km/h (Foto: Marcos Ermínio)



Tinha que colocar o limite das lombadas pra 60km/h e os radares pra 100km/h, pq só desse jeito o pessoal REALMENTE vai passar a 30km/h e a 50km/h, respectivamente!
O povo ADORA passar a 10km/h nas lombadas e a 30km/h nos radares... acham que o velocímetro do carro está "mentindo", só pode huauhahuuah
 
Vinícius Hack em 30/09/2013 18:11:22
Os radares deveriam multar os veiculos que passam com velocidade baixa também.
Por exemplo, em radares de 50 km/h, tem gente que passa a 30 km/h, congestionando o transito.
Na lei, a velocidade minima permitida em uma via, é de 50% da velocidade máxima, então se a via é de 60 Km/h, deveria multar quem anda a 30 km/h.
 
Ricardo Teixeira em 28/09/2013 09:04:41
A Agetran tem que sinalizar as vias com indicação que a faixa da direita é para baixa quilometragem,pois tem motoristas que andam na faixa da esquerda a 30 km por hora,enrolando o trânsito e o fluxo de veículo. Agora sou a favor que tirem todos os 30 e 50 km e alterem para 60 km, para assim o trânsito desenrolar.
 
joaquim cunha em 25/09/2013 18:56:12
MUITO BOM SERGIO ROBERTO...FALOU TUDO......
 
Gilda lima de godoy em 25/09/2013 15:32:31
Num instante me deparei com uma marca de trator, mas depois entendi o que o Marcos quis dizer ele trocou o CTB por CBT, quem não consegue distinguir um do outro não deve dar palpite. quanto maior a velocidade menos acidente, e vc que anda devagar a esquerda é um ignorante de carro, pois o seu lugar é na direita.
 
vidal da silva em 25/09/2013 15:24:34
Deveria haver premiação para aquele condutor que passasse em um radar na velocidade permitida, porque aqui em Campo Grande é raro o que não passe a dez por hora em locais de até 30Km. Talvez sejam os mesmos que só andem na esquerda, mesmo fazendo 30 por hora... é de chorar!!! Talvez até pensem que assim evitarão acidentes. E, ao contrário, são os que mais originam confusão.
 
Jéssica Santos em 25/09/2013 14:49:13
Como que uma mudança dessas pode causar confusão em quem dirige, o limite aumentou e não diminuiu, é tão simples olhar a velocidade e respeita-la, isso não deveria ser problema algum, ainda mais para um mototaxista que pilota há 10 anos!
 
Rafael Pacheco em 25/09/2013 13:59:45
Do que adianta trocar para 60km?
Vai continuar a mesma coisa. Tem muita gente burra no trânsito.
Em radar de 50km, o povo passa a 20km.
Será que o povo dessa cidade é tão incapaz de olhar o velocímetro e cuidar da via ao mesmo tempo?
Não sei explicar o que essas pessoas sentem quando vão passar pelo radar.
 
Francis P. Lucas em 25/09/2013 13:40:33
Tem motorista que consegue parar o carro em radares, talvez esperado que uma luz na final do tunel avise ele que o local de 50km/h
 
eraldo a bento em 25/09/2013 12:19:22
lendo esses comentários acho até engraçado, só deve comentar quem realmente fez aula de direção e sabe que lá aprendeu todas as velocidades para cada tipo de via, é brincadeira cada leigo aqui e essa agetran tbm vou te contar até parece que não conhece as leis de trânsito (pensa um pouco se o número de veículos mudou e se todos andarem em 30km vou comprar uma bicicleta)
 
Dayanne Rocha em 25/09/2013 12:17:08
Maurilio Jose da Silva, ou voce anda mamado ou e gamba, escrever que o radar não é visivel e bricadeira sua, anda devagar que voce vai enxergar,
 
eraldo a bento em 25/09/2013 12:15:52
Se a via é de 60 km/h, isso não quer dizer que os radares localizados nelas tem que atender a esta veloc. de ponta a ponta. Com certeza a via terá lugares onde a veloc. deve ser de 30 km/h, devido a proximidades de escolas, clinicas medicas (como oftamologia), onde geralmente há bastante transito de pessoas. Já em outros lugares da via, creio que seja possível transitar a 60 km/h em total segurança.
Agora, como vi uns comentários em que o condutor se perde na eventual mudança na velocidade que antes era de 50 e agora é 60. Isso significa que este condutor usa o transito desatentamente, pois é necessário que em todas as lobadas e como também em toda a via, o condutor preste atenção eu tudo a todo instante, mesmo que este condutor esteja acostumado com a veloc. daquele radar.
 
Maurilio Jose da Silva em 25/09/2013 11:54:41
Espero que a Agetran crie vergonha na cara e sinalize direito também essas fábricas de multas, já levei multa em radar escondido atrás de árvore e sem sinalização próximo a entrada da Coophavilla 2.
O aumento do limite é sim positivo, porém tem que ter fiscalização aos apressadinhos mal educados que não espeitam, multa pesada sem direito a recurso.
 
Junior Ferreira em 25/09/2013 11:44:45
POR FAVOR ! VEÍCULOS LENTOS PERMANEÇAM À DIREITA.
Se você está passeando e não tem pressa SAIA DA FRENTE ! fique do lado DIREITO da rua, dê a preferência !
Aprenda a ler, tire CNH, faça um bom curso sobre trânsito.
Trânsito não é brincadeira.
 
sergio roberto em 25/09/2013 11:38:26
é uma piada esta agetran. Muitos batalham para diminuir a velocidade e tem um cabeça
não sei do que, aumenta. O transito de Campo Grande é muito perigoso, tem que ter pessoas serias para tomar decisões, neste momento esta faltando.
 
Gilberto DIAS em 25/09/2013 11:22:18
Excelente notícia! Somente quem passa nesse local em horário de pico para saber o transtorno que é. Agora é começar a fiscalizar aqueles que andam abaixo da velocidade mínima das vias, pois estes atrapalham (e muito) a fluidez do trânsito.
 
Ronaldo Castor em 25/09/2013 11:05:03
Tem motorista que não sabem que a velocidade minima em uma via é exatamente 50% da maxima. Ou seja, uma via de velocidade máxima de 50km a velocidade minima permitida é de 25km, menos do que isso é uma inflação. Tem motorista que passa a 15km por hora em radares de 50km por hora. Isso sim, atrapalha o fluxo do transito.
 
Diego Moreti em 25/09/2013 10:57:15
Eu passo todos os dias pela Av. Mato Grosso, em frente ao Albano Franco/Discautol, e acho bom que a velocidade tenha sido aumentada para 60km/h. Creio que a maioria dos radares poderia ser aumentado para 50 km/h, como o da Rua Alegrete que é de 30 km/h.
O que falta é sinaleiro em alguns pontos, como na Mato Grosso com a Via Park, assim como sinaleiro com tempo para pedestre e fiscalização para verificar funcionamento.
No centro da Capital quase não tem sinaleiro com tempo pra pedestre: é um horror andar a pé no centro.
 
Rita Dantas em 25/09/2013 10:53:45
O COMENTÁRIO DO Ivan Cabrera “A gente já tem tanta coisa pra cuidar e eles ainda mudam a velocidade. É melhor que continue todos com o mesmo limite, explica o profissional que pilota há 10 anos." NOS MOSTRA QUE ELE ESTA ACOSTUMADO A DIRIGIR SEM LER AS PLACAS DE SINALIZAÇÃO. #tristefato
 
Ricardo C. Gomes em 25/09/2013 10:53:11
Ótimo! A velocidade limite deve ser aquele que consta no CBT como velocidade máxima para o tipo de via: 80 km/h para vias fora da area urbana, 60 km/h para vias arteriais em zona urbana (como Duque de Caixias, Afonso Pena, Mato Grosso, Via Parque, Av. Interlagos e outros), 50 km/h para vias comuns e 30 km/h em frente a escolas e vias residenciais.
Assim, nem deveria ser necessário colocar placas, pois quem dirige deve ter CNH e portanto conhecer o CBT de cabo a rabo e saber qual o limite.
Agora chegou a hora de multar também quem passa com menos que metade da velocidade maxima, pois isso também é proibido por lei e ainda tem um monte de pessoas aparentemente sem CNH dirigindo, que com medo de ser multado passam TODOS os radares a 20 km/h, mesmo aqueles na Via Parque ou Duque de Caxias...
 
Marcos da Silva em 25/09/2013 10:47:29
Acho que a Agetran tem que ser mais lógica e padronizar as velocidades, pois como está,é um verdadeiro quebra cabeça. Por exemplo que dirige em Rio Preto sabe que a velocidade limite dos radares é de 60 km/h e nas proximidades das escolas é de 30 km/h o que faz com que o transito flua constante e os motoristas prestam mais atenção nas sinalizações pois sabem que se dirigirem a 60 km/h não serão multados com pegadinhas de 40 km/h, 50 km/h, 60 km/h.....etc.
 
sidnei arioza em 25/09/2013 10:31:20
Já que diminuir a quantidade de radares tirando de lugares indevidos não estão nos planos, acho interessante a padronização de velocidade em todos os radares e lombadas de Campo Grande porque o seu cérebro já fica familiarizado com a velocidade permitida. Tem lugares que a velocidade máxima ainda chega a ser 30km/hs e já ouvi casos de motoristas e pilotos que diminuíram tanto a velocidade que se tornaram vítimas de assalto. Assim também como acho algumas instalações de radares e lombadas totalmente desnecessárias ou irregulares. Um exemplo disso é na Av. Ricardo Brandão quase em frente a Universidade Anhanguera sentido centro. Há um radar para você reduzir a velocidade e alguns metros depois uma faixa de pedestre e andando mais um pouco um sinal. O radar junto a faixa seria a melhor forma.
 
Augusto Prado em 25/09/2013 10:25:22
Radar é um assunto complicado, hoje em dia as prefeituras não vivem mais se a arrecadação com multas, eles contam com o faturamento como se fosse uma verba disponibilizada pelo governo, então fica dificil ter uma opinião, de um lado a segurança dos condutores, que deveria ser simplesmente por consciência deles e não por meio de radar, do outro a gente já paga um monte de imposto, taxa disso, daquilo e ainda corre o risco de tomar uma multa as vezes por um descuido besta onde não foi colocada a vida de ninguém em risco, não houve uma situação perigosa, enfim, descuido, acho que se a policia pegasse no pé, multasse e prendesse quem fala ao celular dirigindo já diminuiria mais do que os radares o número de acidentes, falar no celular dirigindo é um crime hediondo.
 
MAXIMILIANO RODRIGO ANTONIO NAHAS em 25/09/2013 10:13:11
Qual é a confusão que o motorista pode fazer? É só ler a placa e sinalização. Se ele não tem essa capacidade, que ande a pé.
 
Leonardo Reis em 25/09/2013 10:06:10
a velocidade limite do radar não muda em nada, sendo 50 ou 60km/h tanto faz..a maioria dos motoristas não sabe olhar o velocímetro do próprio veículo e acabam passando a 30km/h ou menos. e os radares são bons sim, pois ajudam a solucionar vários acidentes, provocados por motorista irresponsável e covarde que foge do acidente que causou.
 
Leonardo Rosa dos Santos em 25/09/2013 10:01:36
Não sou contra a mudança, é melhor para a fluidez do trânsito, haja vista, o aumento de veículos. Após a alteração destas velocidades, deveriam sim, os guardas de trânsito orientar os condutores da alteração, até que estes possam acostumar com as mudanças. Outro porém, é que com estes aumento de velocidades, possa vir aumentar maior volume de colisão traseira em virtude da velocidade e também, por falta de atenção dos condutores.
 
ARIEL GOMES DE OLIVEIRA em 25/09/2013 09:54:36
Essas alterações ocorrem devido a atenção que nós condutores temos que ter na via para não causar acidente, então se eu colidir meu veículo ou passar em cima de algum pedestre estará tudo bem, pois fiquei preocupado em não pagar multa o qual aparenta ser principal objetivo de velocidade diferente, nas lombadas ando a trinta nos cruzamentos cheios de faixa de pedestre ando a cinquenta ou sessenta, ou qual velocidade? Opa fechou o semáforo meu veiculo vai colidir e agora qual velocidade estou e qual deveria estar, Ahhhhhhh !!!!!!!!!!! já foi.
 
Genival S Lima em 25/09/2013 09:50:04
O que precisa ser mudado é nos semáforos que possuem radar de velocidades é por um contador de segundos , para evitar acidentes e multas, pois da maneira que está é ótimo para o Detran. Os condutores só tem deveres a cumprir ,e os nossos direitos ? Fica a dica.
 
joaquim cunha em 25/09/2013 09:49:27
Acho que deveria padronizar todos para 50, pois no meu ponto de vista as de 30 nos causam muito transtornos, e com 50 temos ótimo controle do veículo!
 
Elizene Moraes em 25/09/2013 09:39:30
O QUE É ISSO , TA LOUCO MESMO ESSE POVO , JA TEM TANTO ACIDENTE POR AI E AINDA POR CIMA AUMENTA A VELOCIDADE, GENTE ACORDA ISSO TA ERRADO, TEMOS QUE DIRIGIR E PILOTAR COM SEGURANÇA , COM A VELOCIDADE DE 50 JA TEM POVO INÚTIL QUE AINDA FICA ATRAS DANDO LUZ ALTA E QUASE PASSANDO POR CIMA DE VC E TÃO AUMENTANDO A VELOCIDADE. EU SOU CONTRA O ISSO .
 
PRISCILLA CABRAL em 25/09/2013 09:26:02
Não adianta nada mudar a velocidade da via se os motoristas não sabem dirigir. Tem alguns "motoristas" que acham que ganham brinde se passar a 10, 20, 30 km/h num trecho de 60 km/h.
 
Alessander Pinto em 25/09/2013 09:20:11
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions