A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

10/02/2013 10:35

Segundo dia de Carnaval tem 30 acidentes e 7 presos por embriaguez

Mariana Lopes
Durante todos dos dias de Carnaval, a Ciptran fará blitz na Fernando Correa da Costa e em locais próximos a clubes onde são realizadas festas (Foto: Minamar Junior/Arquivo)Durante todos dos dias de Carnaval, a Ciptran fará blitz na Fernando Correa da Costa e em locais próximos a clubes onde são realizadas festas (Foto: Minamar Junior/Arquivo)

Na segunda noite de folia em Campo Grande foram registrados 30 acidentes de trânsito e sete pessoas foram presas por dirigir embriagadas. Embora os números possam parecer altos, de acordo com o delegado de polícia Tiago Macedo dos Santos, o valor é até razoável, tratando-se do período de Carnaval e se comparado ao ano anterior.

Veja Mais
Mototaxistas e taxistas se juntam e percorrem Afonso Pena contra Uber
Homem que morreu atropelado tinha 51 anos e foi identificado pela mãe

“Este ano está mais tranquilo do que no ano passado e a fiscalização também aumentou”, avalia o delegado.

Para o major da Ciptran (Companhia Independente de Policiamento de Trânsito), Anderson Avelar, a rigidez da lei, que prevê tolerância zero para quem dirige após consumir bebida alcoólica, gerou medo nos motoristas e isso reflete diretamente na postura deles.

A nova portaria do Contran (Conselho Nacional de Trânsito) entrou em vigor no dia 29 de janeiro deste ano e determina que o motorista que for pego dirigindo depois de ingerir qualquer gota de álcool vai sofrer as consequências que chegam a quase R$ 2 mil de multa e suspensão do direito de dirigir por um ano.

O delegado explica que neste caso configura processo administrativo e que o motorista só é preso quando for comprovado que redução na capacidade psicomotora ou o índice de alcoolemia for igual ou maior a 0,3 mg/l.

Na sexta-feira (08), primeiro dia de Carnaval, a Ciptran e o Juízado de Trânsito registraram no total 40 acidentes na Capital. Durante todos dos dias de folia, policiais da Ciptran farão blitz na avenida Fernando Correa da Costa, a partir da meia noite, e, segundo o major, viaturas farão ronda por toda a cidade, principalmente em locais próximos de onde acontecem bailes de Carnaval.

Blitz - Três foram presos em flagrante por embriaguez durante blitz realizada pela Ciptran, na avenida Fernando Correa da Costa, onde é realizado o carnaval de rua de Campo Grande.

Jucimar Lima Menacho, de 29 anos, foi presa por volta da 1h10, próximo ao local onde ocorre a festa de Carnaval. Ela pilotava uma motocicleta Titan e, segundo o boletim de ocorrência, apresentava cheiro de bebida alcoólica e estava com dificuldades de falar. O resultado do teste de bafômetro dela apresentou 0,53 mg de álcool por litro de ar expelido.

Segundo delegado Tiago Macedo Santos, o número de acidentes e pessoas presas por dirigir embriagadas é até razoável, tratando-se do período de Carnaval (Foto: Luciano Muta)Segundo delegado Tiago Macedo Santos, o número de acidentes e pessoas presas por dirigir embriagadas é até razoável, tratando-se do período de Carnaval (Foto: Luciano Muta)

Também foi preso Jacob da Cruz Sandeski, de 38 anos, às 2h33. Ele conduzia um Parati, com placas de Itaquirai, e seguia na contramão da rua 13 de Maio, no centro da Capital. O motorista fez o teste do bafômetro, que acusou 0,68 mg/l de álcool. Uma terceira pessoa que não foi identificada.

Outros dois foram presos pela Cigcoe (Companhia Independente de Gerenciamento de Crise e Operações Especiais), por volta das 3h45, dirigindo na contramão da rua Salgado Filho, bairro Amambaí, em Campo Grande.

De acordo com o boletim de ocorrência, Lucas Alfredo Oliveira de Jesus Junior, de 22 anos, dirigia um Celta, enquanto André Silva Martelli, 23 anos, conduzia um Siena, e disseram que se confundiram com a direção da via. Eles alegaram que estavam procurando uma casa noturna que fica próximo ao local onde foram abordados.

Os dois se recusaram a fazer o teste do bafômetro, mas foram autuados pelo termo de constatação de embriaguez. Segundo os policiais, Lucas e André confessaram que estavam bebendo antes de pegarem a direção dos carros.

Acidentes - No final da tarde de ontem, por volta das 17h50, a Polícia Rodoviária Federal prendeu Arlindo Bueno, de 49 anos. Ele atravessou a BR-262, próximo a Terenos, e caiu com a camionete, uma F1000, em uma ribanceira. De acordo com os policiais, ele apresentava sinais visíveis de embriaguez, sendo que o resultado do bafômetro deu 1.61 mg/l.

No mesmo horário, mas na avenida Tamandaré com a Euller de Azevedo, outro acidente foi provocado por um condutor também embriagado. João Edemirson Barreto de Arruda, de 41 anos, conduzia um Uno e bateu de frente com um Pálio. Ele estava na contramão da via e alegou que teve uma aquaplanagem, por isso perdeu a direção do carro.

João faz o teste de bafômetro, que acusou 1.00 mg/l. Conforme o boletim de ocorrência, ele é mecânico e o carro é de um cliente. O acidente não teve vítimas, apenas danos materiais.

Todos os casos foram encaminhados para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro, e os veículos para o pátio do Detran/MS (Departamento Estadual de Trânsito). Segundo o delegado Tiago Macedo dos Santos, as fianças foram arbitradas entre R$ 1.356 a R$ 2.034 e até o início da manhã nenhuma havia sido paga.




agora sim a coisa vai pra frente,multa apreenção dos veiculos,cnhs e suspensão de um ano no volante kkkkkkk. Gostei de ver....
 
josé claudio em 10/02/2013 22:29:28
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions