A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

03/10/2012 06:47

Sistema de identificação de veículos entrará em funcionamento em janeiro

Thais Leitão, da Agência Brasil

Seis anos depois da criação do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), a iniciativa deve entrar em funcionamento em janeiro do ano que vem. Esta é a data prevista pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) para que se comece a instalar, em toda a frota rodoviária do país, os dispositivos eletrônicos que armazenarão dados dos veículos.

Veja Mais
Homem que morreu atropelado tinha 51 anos e foi identificado pela mãe
Acidentes mataram uma pessoa a cada três dias nos dois últimos meses

O objetivo é facilitar o controle e a fiscalização do tráfego no território brasileiro por meio de monitoramento em tempo real. A implantação do sistema deve ser concluída até 30 de junho de 2014.

O desenvolvimento da tecnologia que será usada como base do sistema foi financiado pelos ministérios da Ciência, Tecnologia e Inovação e das Cidades e envolve investimentos de aproximadamente R$ 5 milhões.

Segundo o coordenador de Microinformática do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, Henrique Miguel, o mecanismo funciona a partir de um sistema de radiofrequência, que prevê a emissão de sinais por antenas espalhadas pelas cidades e rodovias.

Estes sinais são captados por um pequeno chip que integra a placa eletrônica a ser instalada no para brisa dos veículos de passeio e em outros locais específicos, no caso de motocicletas e carretas.

Entre as aplicações do sistema, Miguel destaca a possibilidade de localizar um carro furtado e associá-lo ao proprietário, facilitando a recuperação do veículo e evitando a clonagem. Além disso, será possível fiscalizar a velocidade média dos automóveis e a circulação em locais e horários em que ela for proibida.

O Siniav também facilitará o serviço de cruzamento de dados relativos aos veículos e às obrigações do proprietário, como o licenciamento anual e o pagamento de impostos e de multas. Com o projeto, espera-se aumentar a segurança no envio de cargas e diminuir filas em pedágios, com a possibilidade de abertura automática de cancelas por meio da leitura do chip.

As informações obrigatórias que ficarão armazenadas no dispositivo são: número de série do chip, identificação da placa, categoria e tipo do veículo.

A instalação das placas eletrônicas caberá aos departamentos estaduais de Trânsito (Detrans). O custo para instalação dotag eletrônico, estimado em R$ 5, ficará a cargo do proprietário do veículo e deverá ser cobrado junto com o licenciamento dos automóveis.

O Siniav foi criado pela Resolução nº 212/2006 do Contran para modernizar a tecnologia dos equipamentos e procedimentos empregados na prevenção, fiscalização e repressão ao furto e roubo de veículos e cargas. Segundo o Ministério das Cidades, a demora na implementação da iniciativa pode ser explicada pela necessidade de garantir abrangência nacional à ação, além da integração de órgãos públicos, como os Detrans, a Agência Nacional de Transportes Terrestres e a Receita Federal.

 

 

Motociclista que seguia no acostamento escapa por pouco de acidente
O flagrante na BR-163 foi enviado por uma leitora através do canal Direto das Ruas. A TV News esteve no local e constatou diversas irregularidades....
Adolescente que colidiu em caminhão estava com moto irregular
Rapaz de 16 anos ficou ferido ao furar um sinal vermelho e bater em um caminhão na manhã desta terça-feira....



Nunca vai dar certo isso ai... hahuhuahuahuhauhua
E outra, quem conhece um pouquinho de eletronica ja imaginou a tamanha facilidade de burlar isso ai. Papo furado!
 
Vinicius Hack em 05/10/2012 07:39:50
Ja deve Até ter Projeto de colocar Chip em Pessoas..se ñ Estiver ja Pronto..assim eles vao saber de td i mais um pouco de Cada ser Humano.
Mais Imposto a Ser Cobrado dos Pobres...
PQ Rico Paga Quando Quer..

 
Fábio Gois em 03/10/2012 22:27:52
Mais uma forma do governo passar a mão no dinheiro da população, ta na hora de parar com essa roubalheira, é incrivel como que se cria resoluções apenas para a melhoria de cobrança de impostos.
 
leandro garai em 03/10/2012 11:52:38
Pelo meu visto, antecipado sim, creio que isso vai ser mais uma coisa "pra inglês ver".. Se o chip vai funcionar por rádio frequência e é de tamanho pequeno as antenas necessitarão de não muita distância, se nem sinal de celular tem, imagina para a leitura destes chips..
Necessitaria da implantação de mais de centenas de torres em todo o território nacional e para isto milhões em investimentos, coisa que o governo não tem quando se trata de melhorias!
Lá se vai meu dinheirinho....
 
Wellington Sampaio em 03/10/2012 10:42:48
Mais um tributo para pagar.Não basta só o licenciamento e multas pedagios e muito mais,,será que ninguém pensa em nossas finanças, querem tirar mais ainda de nos? o dindim do pedágio da para pagar isto e ainda sobra muito..pensa bem direitinho nisso..nós temos que abastecer..cuidar da familia e da saude..tudo é muito caro.
 
Odair Alves Teixeira em 03/10/2012 10:33:03
Parece que sera muito bom,quero um no meu carro,por favor informar quando estiverem colocando.
 
Teresa Moura em 03/10/2012 10:13:12
MAIS UM METODO DE LOGRAR A POPULAÇAO , ISTO É MAIS UM IMPOSTO ELETRONICO QUE ELES ESTAO CRIANDO,E O POVO É SEMPRE O CRUCIFICADO, PORQUE NAO FAZ ISSO DE GRAÇA JA QUE VAI AJUDAR A AUMENTAR A RECEITA DELES ,ESTE E O BRASIL KKKKKKKK
 
AGNALDO ESPINOSA em 03/10/2012 07:50:04
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions