A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

07/06/2013 15:29

Sobe para 33 número de feridos em acidente envolvendo 2 ônibus

Mariana Lopes e Helton Verão
Passageiros feridos foram atendidos na calçada (Foto: Marcos Ermínio)Passageiros feridos foram atendidos na calçada (Foto: Marcos Ermínio)
Sobe para 33 número de feridos em acidente envolvendo 2 ônibus

O susto foi grande e o acidente deixou pelo menos 33 pessoas feridas. As apurações preliminares, feitas pela Polícia Civil, identificaram que uma moto também teve envolvimento na colisão entre dois ônibus que ocorreu no início da tarde de hoje, na rua Manoel Joaquim de Moraes, no bairro Coophamat, em Campo Grande.

Veja Mais
Carro capota após colisão no cruzamento da Bahia com a Barão do Rio Branco
Motorista escapa de capotamento com ferimentos leves

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, foram 22 pessoas com ferimentos leves e cortes, mais nove com lesões graves e duas vítimas com ferimentos graves e suspeita de fraturas.

O delegado Walmir Moura Fé afirma que uma moto estava atrás do Gol estacionado na via, do qual o motorista do ônibus desviou. Segundo relatos de testemunhas, o motociclista chegou a cair, mas se levantou e foi embora. Ainda não há informações precisas se a moto teria culpa ou não no acidente.

Porém, de acordo com o delegado, o motorista do Gol não tem responsabilidade no acidente, pois ele estava com o carro estacionado em local permitido. O condutor do veículo é um policial militar, que não quis se identificar, mas afirmou que estava estacionando no momento da colisão.

Polícia vai investigar velocidade dos ônibus (Foto: Marcos Ermínio)Polícia vai investigar velocidade dos ônibus (Foto: Marcos Ermínio)

Acidente – Segundo depoimento de testemunhas e dos próprios passageiros, o motorista da linha Tarumã foi desviar do Gol e colidiu de frente com o outro ônibus, da linha Caiobá.

Ainda conforme os relatos, o ônibus da linha Tarumã tinha acabado de passar um quebra-molas e estava em velocidade baixa. Já o coletivo da linha Caiobá, que trafegava mais rápido, subiu no meio fio e bateu em árvore.

Com o impacto, o ônibus do Tarumã foi raspado de ponta a ponta pelo outro coletivo. O motorista do Tarumã está há 6 anos na linha.

Testemunhas alegaram que o motorista do Tarumã deu sinal de luz para o condutor do Caiobá diminuir a velocidade, o que não aconteceu. Mas por enquanto não dá para saber quem estava mais rápido.

O monitor do Consórcio Guaicurus, Wilson Manoel Pereira, afirmou ao delegado que, de acordo com dados do tacógrafo, nenhum dos dois motoristas estavam atrasados no horário.

O Consórcio Guaicurus garantiu que irá limpar a pista e que a empresa irá dar assistência a todas as vitimas.

Os dois ônibus têm câmeras de segurança e, segundo o delegado Moura Fé, a polícia já solicitou as imagens ao Consórcio Guaicurus. O delegado disse que também irá avaliar tacógrafo para ver a velocidade dos coletivos.

A vendedora Dionísia teve o queixo machucado ao bater em uma barra do ônibus (Foto: Marcos Ermínio)A vendedora Dionísia teve o queixo machucado ao bater em uma barra do ônibus (Foto: Marcos Ermínio)

Susto – Em estado de choque, o motorista do ônibus que fazia a linha Caiobá, Sebastião Filho, afirmou que está na linha há uma semana, mas não quis falar sobre o acidente, disse apenas que está assustado.

O operador de montagem Adilson Ramires de Arruda, 53 anos, estava sentado no último banco do ônibus da linha Tarumã e, com o impacto, foi arremessado para o corredor. “Bati em outros passageiros, o susto foi grande”, conta Adilson, que teve uma torção na perna.

Outra passageira que teve ferimentos leves foi a dona de casa Jacira ribeiro, 40 anos. Ela também estava no coletivo da linha Tarumã e disse que o ônibus estava vazio e todos os passageiros sentados. “O ônibus que eu estava desviou e o outro vinha muito rápido”, conta a dona de casa.

No outro ônibus, que fazia a linha Caiobá, a vendedora Dionísia da Silva, 54 anos, bateu o queixo em uma barra. “Foi um susto, muitos gritos e as pessoas sendo arremessadas, trombando umas nas outras”, conta.

Segundo o tenente Isaias Correa Bernal, do Corpo de Bombeiros, a maioria dos ferimentos foi de corte, provocados por cacos de vidro das janelas dos dois ônibus que foram quebradas.

Outra vítima foi uma senhora que, com o susto, teve parada cárdica, ficou inconsciente, mas foi reanimada pelos militares.

Os bombeiros fizeram os primeiros socorros na calçada e deram prioridade aos casos mais graves. Pacientes de ortopedia ou suspeita de fratura foram encaminhados para a Santa Casa. Vítimas com corte ou em estado de choque foram para o posto de saúde do bairro Guanandi.




Vamos fazer o seguinte,vamos dar pra cada usuário um cinto modelo paraquedista,ai quando eles entrarem no ônibus eles fixam seus cintos nos mosquetões que as empresas vão adaptar nos carros; resolvido!!!! Isso deve ser o que passa pela mente das pessoas que falam que tem que ter cinto nos ônibus; sim porque só assim pra usarem cinto de segurança em pé!! Fatalidades acontecem gente, os pseudo-intelectual já se acham no direito de culpar alguém ou algo quando acontece uma coisa dessas.
 
gilberto colonhesi batista em 08/06/2013 13:26:58
Olha esse motorista da linha do Tarumã!!! sempre foi muito cuidadoso, tenho certeza que se ouve algum erro... não foi dele posso garantir
 
elaine oliveira dos santos em 08/06/2013 09:12:23
Isso é uma falta de respeito com os cidadãos, que além de pagarem uma das tarifas mais caras do Brasil não tem nenhuma segurança dentro desses veiculos.
"Até porco é melhor transportado"
 
Wesley Nunes em 08/06/2013 08:09:30
Olá, caro colega Pedro Braga. Primeiro, acho que você deveria aprender a escrever, posteriormente, dar opinião empírica aos fatos. Concordo que deveria mudar alguma coisa no trânsito, porém, a educação no Brasil também deveria ser aprimorada, para que pessoas como você e Andrea Moreira não fiquem falando asneiras e colocando a culpa nos outros sem saber de fato o que aconteceu. Lamento o acidente mas temos que ter certeza da culpabilidade de alguém para poder julgar.
 
Marcio Aurélio em 08/06/2013 01:12:42
citam e dizem que a velocidade máxima permitida para os ônibus municipais é de 60 km, sempre trafegam acima da velocidade permitida, e ainda se acham no direito...
 
ILSON GONCALVES em 07/06/2013 23:19:19
Gente não se trata de imprudência de motorista, o problema é que a Agetran não tem um pingo de noção para fazer as tabelas de horários, aí os motoristas são obrigados a andarem muitas vezes acima de velocidades seguras para cumprir esses horários, o que falta é gente competente e com vontade de fazer gerenciamento descente no transporte da cidade, o povo só paga caro e não tem a mínima qualidade e segurança no serviço.
 
Junior Ferreira em 07/06/2013 22:33:28
Claro que o principal motivo desse acidente foi esse motociclista que estava atrás do gol estacionado e entrou na frente do ônibus agora o motorista arrisca 33 vítimas e o cara de pau do motociclista foge o motorista do ônibus devia se chocar contra esse sem vergonha que ainda foge sem esclarecer nada esse sem vergonha merecia ser chocado pelo busão ao invés de fugir... E a falta de segurança nos ônibus vem sempre lotado e na opinião todos de pé isso sim PORQUE A PREFEITURA E AS EMPRESAS tem de ganhar dinheiro em cima do POVÃO e em caso de acidente ninguém quer saber se machucou pois vira uma via sacra correr atras de reembolso por parte dos empresários e daqui a uns dias vão vir cobrar 3,20 por viagem isso é um absurdo!!!
 
JULIO CÉSAR em 07/06/2013 21:28:04
sera que no trânsito somente motorista de ônibus que dirige fechando carro ?talvez posso responder hoje pela manha passava pela 26 de agosto e 13de maio vi um gol e outro carro na mesma situação acho que falta nos todos motorista colocar nossa responsabilidade em pratica e não tentar desculpa para nossos erro.
 
sidney da silva mendes em 07/06/2013 21:16:37
Minha Mãe estava no ônibus do Caioba e esta na Santa Casa graças a Deus não foi nada grave...
Agora o consorcio Guaicurus falar q esta dando Assistência é mentira, ela esta ate agora esperando pra fazer um raio x como é pelo SUS demora como eles não vão pagar ela esta esperando...Por Favor não venha contar lorota para as pessoas ler.
 
Fabiane de Paula em 07/06/2013 20:44:11
Quando acontece qualquer acidente envolvendo ônibus principalmente do transporte coletivo,o alvo é sempre o motorista,mas na realidade não é bem por ai,esses MOTORISTAS trabalham em condições estremas sempre sobre pressão cobranças das empresas e dupla ou até mesmo tripla jornada de trabalho levando assim o mesmo ao limite... e se ele estava em velocidade excessiva como alguns afirmaram é devido a multa por atraso que ocorre quando o motorista chega atrasado nos Terminais de transbordo pois as tabelas de horário disponibilizadas pela AGETRAN já são bastante antigas tendo que serem refeitas pois o numero de passageiros o fluxo de veículos e o grande numero de semáforo aumentaram consideravelmente...então antes de criticarem um profissional tente se colocar em seu lugar...abraço.
 
Valdecir F.Marques em 07/06/2013 20:14:24
Parece que foi eu pensar hoje nisso e aconteceu. É muita falta de respeito o que se vê nesses onibus. Andam apressado. Freiam bruscamente, alguns parece até que vai subir na calçada. Os motoristas precisam ter mais consciência, pois á qualquer momento um acidente de maior gravidade pode acontecer.
 
Jennifer Kill em 07/06/2013 19:18:51
Será que agora a cada dois nos noticiários vai ter um manchete envolvendo acidente com ônibus, pois, na quarta feira um outro acidente envolvendo o transporte coletivo, onde venho a óbito uma criança de 8 anos.
O que está acontecendo com os funcionários do transporte coletivos. Será que é uma jornada de trabalho maior, ou irresponsabilidade por parte deles, penso e quero acreditar que não.
 
Denis Dias em 07/06/2013 18:40:10
interessante a legislação faz com que seja obrigatorio o uso do cinto de segurança pelo motorista e passageiros e no caso do transporte coletivo nem cinto ha para passageiros ABSURDO !!!!!!
 
Geovanni Roberto em 07/06/2013 18:34:48
acho que as empresas tinham que colocar fiscais para monitorar esses ônibus, porque eles fazem coisas absurdas quando estão atrasados fica a minha dica.
 
walmir cavanha em 07/06/2013 18:21:06
Agora nimguém esclarece o número maximo de pessoas dentro do onibus, se as pessoas que tem carro o uso obrigatório de cinto de segurança por que em onibus pode viajar em pé?
PORQUE A PREFEITURA E AS EMPRESAS tem de ganhar dinheiro em cima do POVÃO e em caso de acidente nimguém quer saber se machucou pois vira uma via sacra correr atras de reembolso por parte dos empresários...indignada!
 
sandra lima em 07/06/2013 17:33:13
Isto demorou a acontecer.... vimos este motorista em alta velocidades e fechando carro e mota nas ruas e não podemos fazer nada.
Parabéns pelo fato, quem sabe assim todos mudam.
Ainda bem que ninguém morreu....sera que eles vão esperar morrer para ver a imprudências destes motorista????
 
ANDREA MOREIRA em 07/06/2013 17:29:46
INTERESSANTE, SENHORES POLÍTICOS, A LEGISLAÇÃO DE TRANSITO, FAZ-ME, SAIR DE CARRO, COM CINTO DE SEGURANÇA, E TODOS OS PASSAGEIROS, E PORQUÊ?OS ÔNIBUS COLETIVOS URBANOS, SÃO LIVRES DESSA OBRIGAÇÃO, QUAL A RAZÃO, VERDADEIRAS ARAPUCAS HUMANAS, E DAÍ, E AGORA, O DIRÃO OS LEGISLADORES, E JUDICIÁRIOS DESTE ESTADO, MUNICÍPIO E DOS NOSSOS DEPUTADOS, FEDERAIS E SENADORES DO MS, O QUE VOCÊS ESTÃO FAZENDO EM BRASÍLIA, É PARA ENFEITE, PORQUE? NÃO MUDARAM ESSA LEI MISERÁVEL, QUE DÁ DIREITO AOS COLETIVOS, CONDUZIREM SUPERCARGAS DE PASSAGEIROS, SEM CINTO DE SEGURANÇA, LEVEM ISSO COMO TESTEMUNHAS, E MUDEM ESSA LEI, URGENTEMENTE, SEI QUE VOCÊS POLÍTICOS NÃO TOMAM ÔNIBUS URBANOS, MAS OS ELEITORES TOMAM, JULGUEM, POVÃO, É HORA, QUE VERGONHA, O ACONTECIMENTO, E DESRESPEITO A POPULAÇÃO.
 
pedro braga em 07/06/2013 17:08:13
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions