A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

19/01/2012 18:50

Trânsito registra sete mortes em 19 dias na Capital; três são ciclistas

Fabiano Arruda
Ciclista morre atropelado em acidente na última segunda-feira nos altos da avenida Afonso Pena. (Foto: João Garrigó)Ciclista morre atropelado em acidente na última segunda-feira nos altos da avenida Afonso Pena. (Foto: João Garrigó)

Sete pessoas morreram nos primeiros 19 dias do ano no trânsito de Campo Grande. Segundo dados da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), das oito mortes, três envolvem ciclistas.

Veja Mais
Morre homem atropelado e arrastado por moto na avenida Costa e Silva
Ciclista morre atropelado na avenida Afonso Pena, em Campo Grande

A sétima vítima fatal no mês de janeiro foi Adelino Albuquerque da Cunha, 52 anos, atropelado e arrastado por uma motociclista na tarde de ontem, na avenida Costa e Silva.

No último dia 3, o motociclista Valdemir Centurião dos Santos, 35 anos, morreu após colisão com uma caminhonete no dia 25 de dezembro na Rua Bom Pastor. Conforme a Agetran, ele não possuía habilitação.

Três dias depois, o pedestre José Antônio Leonardo Vasconcelos, 48 anos, morreu atropelado por um carro na Rua Aracá, bairro Talismã.

Já no último dia 10, o ciclista Pedro Pereira de Souza, 61 anos, foi a óbito após acidente com um caminhão na avenida Cônsul Assaf Trad, no bairro Novos Estados.

Um dia depois, o menino Keverson Fernandes, de 6 anos, que estava de bicicleta, foi a vítima fatal de outro acidente com um caminhão, desta vez, na Rua Diadema, bairro Taquarussu.

Na segunda-feira, outra morte envolvendo um ciclista. José da Conceição, 55 anos, foi a óbito depois de acidente com um carro no cruzamento da Rua Coronel Cacildo Arantes com a avenida Afonso Pena.

Ontem, após sete dias internada por conta de um acidente entre carro e moto na Rua Macaé, bairro Silvia Regina, Luciclene Rodrigues dos Santos, 30 anos, não resistiu aos ferimentos da colisão. Ela era passageira da motocicleta.

Editado para correção de informação




Será conencidência ou o trânsito da capital não esta sendo gerido com competência. Uma vez que Campo Grande é a capital com maior número de vítimas per capita do país, com número crescente de acidentes, diferente do resto do país com queda de 12,53% em acidentes.
Trânsito se faz competência e não o que o senhor Rudel faz em Campo Grande, lamentável...
 
Juarez Goncalves em 20/01/2012 08:10:22
Hoje, 19, por volta das 18h20, ao sair do aeroporto e cruzar a avenida, atropelei, ou fui atropelado por um ciclista, pois o mesmo vinha na CONTRA-MÃO, olhei para o lado em que vinha veículo e estava livre a passagem só que o infeliz do ciclista, que vinha com mais dois colegas, raspou à frente do veículo que só amassou a placa e felizmente não aconteceu nada de grave, nem danos materiais.
 
Carlos José em 19/01/2012 11:47:16
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions