A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

25/03/2014 11:01

Universitária de 19 anos morreu em acidente a caminho do estágio

Viviane Oliveira
Tatiane cursava Educação Física, na UCDB. (Foto: reprodução/Facebook)Tatiane cursava Educação Física, na UCDB. (Foto: reprodução/Facebook)

A universitária Tatiane da Silva, 19 anos, morreu em acidente de trânsito quando seguia para o estágio de Educação Física na UCDB (Universidade Católica Dom Bosco) na tarde de ontem (24), no bairro São Francisco, em Campo Grande.

Veja Mais
Mulher de 19 anos morre após moto bater em poste na Tamandaré
Professora morreu em acidente ao voltar de reunião em escola estadual

A vítima conduzia uma moto Fan, de cor preta, na Avenida Tamandaré, quando na esquina com a Rua Jumas perdeu controle da direção e colidiu contra um poste de energia elétrica do lado direito da via.

Ela chegou a ser socorrida e encaminhada para a Santa Casa, mas não resistiu ao ferimento e morreu por volta das 15h30. O caso foi registrado como morte a esclarecer e será investigado pela 1ª Delegacia de Polícia.

Durante o velório de Tatiane, o tio Cornélio Costa Arantes, 56 anos, diz que a família ainda não sabe ao certo o que aconteceu. “Um motorista que seguia atrás contou que  ela começou a bambear a moto e em seguida aconteceu o acidente”, conta.

Segundo o tio, a sobrinha estudava a noite na UCDB e era acostumada a fazer o trajeto diariamente. Ela morava no Bairro Caiçara junto com o avô paterno. “Eu me preocupava com ela, justamente por conta da motocicleta. Sei que é muito perigoso e o motociclista sempre leva a pior”, afirma.

O tio Cornélio diz que a família ainda não sabe ao certo o que aconteceu. (Foto: Cleber Gellio) O tio Cornélio diz que a família ainda não sabe ao certo o que aconteceu. (Foto: Cleber Gellio)

O tio acredita que a jovem pode ter perdido o controle da direção, por conta de uma mochila que levava nas costas com equipamentos para jogos, como bolas. “É muito difícil e doloroso saber que uma pessoa tão nova morreu no trânsito”, lamenta a tia, Zilma Miranda Arantes, 52 anos.

“Ela era muito meiga e querida”. A frase em forma de desabafo é da prima Jéssica Garcia Araujo Miranda, 24 anos. A jovem está sendo velada em uma capela da Pax Real da Avenida Bandeirantes, nº 801, na Vila Portão de Ferro. O enterro está agendado para as 16h de hoje. 

No começo do mês passado, a professora de Filosofia Valéria de Oliveira Pinto, 28, que também conduzia uma moto, morreu ao perder o controle da direção em uma curva do prolongamento da Avenida Marquês de Pombal, em frente ao Residencial Damha.

De acordo com dados do Detran (Departamento Estadual de Trânsito), em janeiro foram 202 acidentes com vítimas envolvendo mulheres na Capital, o que significa 23% dos casos.

Estatísticas - Conforme o Bptran (Batalhão de Polícia de Trânsito), até agora foram dez mortes no trânsito, dados de janeiro e fevereiro. No ano passado 57 pessoas morreram no local do acidente, as que morreram no hospital não foram contabilizadas.

Mulher de 19 anos morre após moto bater em poste na Tamandaré
Uma jovem motociclista morreu, na tarde desta segunda-feira (24), após a motocicleta colidir contra um poste de energia elétrica na Avenida Tamandaré...
Motociclista sofre várias fraturas após colidir moto em poste
O motociclista Rolson Ribeiro, 34 anos, sofreu várias fraturas após colidir a motocicleta que pilotava contra um poste, por volta das 4h deste doming...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions