A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

19/04/2011 18:02

Ibama apreende quase 400 aves de criadores, 63 com ameaça de extinção

Ângela Kempfer
Fiscal registra aves encontradas comcriadores.(Divulgação)Fiscal registra aves encontradas comcriadores.(Divulgação)

O Ibama apreendeu 386 pássaros de criadores amadores em três municípios de Mato Grosso do Sul. Só em Campo Grande, 225 aves foram recolhidas, 63 das espécies bicudos verdadeiros e bicudos do Pantanal, ameaçadas de extinção.

Também foram descobertas irregularidades em Três Lagoas e Dourados. No total, os criadores receberam multas que somam R$ 472,5 mil, só na Capital foram R$ 368 mil.

Três deles foram notificados por irregularidades nas anilhas de porte obrigatório para as aves.

Em Três Lagoas, 4 criadores foram multados em R$ 28,5 mil. Com eles foram recolhidas 47 aves.

Em Dourados, a fiscalização apreendeu 114 aves, o que rendeu 3 autos de infração com multas que somam R$76 mil reais.

“Uma ave sem anilha pode significar que o pássaro acabou de ser retirado da natureza, o que é ilegal. Além disso, sabemos que de cada dez aves silvestres retiradas do seu ninho 9 morrem em seguida. O que é condenável pela sociedade e pode provocar sérios prejuízos ao equilíbrio dos biomas naturais,” lembra o chefe da Divisão de Proteção Ambiental do Ibama em Mato Grosso do Sul, Mário Rubbo.

Ibama apreende quase 400 aves de criadores, 63 com ameaça de extinção



Axo serto a operacao do ibama

 
william araujo em 01/11/2012 21:36:06
Sou criador de Bicudos regular com registro do Ibama, é importante este tipo de fiscalização mas o orgão também tem que cumprir com sua responsabilidade tenho aneis pago para o Ibama que não foram entregues deixei de tirar filhotes por isso, madaram jogar os ovos foram se tivesse fêmea chocando. Não crio para comércio crio por gostar dos pássaros se entra no mérito de que é certo ou errado dará uma discursão tremenda (vejo cada gosto), temos sim que respeitar a natureza e agir de acordo com a lei mas também nós criadores regurares temos que ser respeitados, não somos caçadores e sim criadores.
Fica aqui uma pergunta.
Será que os criadores não acabam na sua maioria irregulares por culpa do próprio IBAMA, pois não entregam os aneis como é de sua responsabilidade. O criador que colocou o pássaro para chocar depois de alguns dias terá ele coragem de jogar os ovos matando os filhotes ali formados?
 
Rodrigo Ruiz em 29/04/2011 08:18:57
eu comesei criar bicudo em 2010 e enfrentei o problema de anilhas quando o sistema do ssispas estava travado perguntei para uma agente do ibama ok eu faria se eu tinha femea de bicudo pedindo gala e não conseguia anilha , sabe ok ela medise que eu quebrase os ovos isso tambem não e crime?tudo isso porque o ibama não fais sua parte depois querem nos emcriminar ,como se nos que tivesemos errado, FIKA AQUI MINHA INDIGUINAÇÃO.
 
luiz fernando morelli em 22/04/2011 07:15:00
O pessoal do Ibama esteve em minha residencia, com o devido mandado, em 13 p.passado, com uma equipe composta de 6 (seis) agentes e 2 (duas) camionetas Hilux cabine dupla semi-novas. Segundo comentário feito pelos próprios agentes, foi o único criatório em que não encontraram qualquer tipo de irregularidade. Crio bicudos e/ou curiós desde o tempo do IBDF, do qual ainda tenho a licença expedida à época. Parece que não estão faltano recursos ao Órgão, mas tembém ele, Ibama, tem que cumprir com a sua parte. Parar de tratar os criadores de pássaros como bandidos e fornecer as anilhas tempestivamente, o que não ocorreu em 2010. Em todo segmento da sociedade, existem elementos que se aproveitam para praticar atos ilícitos. Sou totalmente favorável às vistorias intempestivas e aleatórias, inclusive, quando terminar as dos pássaros, os agentes poderiam ser deslocados para as nossas divisas secas no Estado e ajudar no combate ao contrabando, principalmente de drogas, ajudando as Polícias, principalmente à Federal, onde, atualmente, os recursos encontram-se escassos, com problemas de viaturas estragadas, abastecimento, além do atraso e redução no pagamento de diárias.
 
José Antonio Sassioto em 20/04/2011 12:00:28
Nos somos amantes de passaros, pois procuramos reproduzir essas espécies que estão ameaçadas de extinção em cativeiro, e hoje só existem por causa da criação que fazemos.
Cadê aquele bicudo solto, que vivia na beira do brejo. O agricultor foi lá e plantou uma lavora de arroz, com fungicidas e defensores agrícolas, para matar as pragas da lavoura, que por ventura ele vai se alimentar e acaba morrendo, isso ninguem vê..Somos tratados como caçadores até hoje.
E acredito que se o ibama um dia, precisar das especies para reabitar uma região, os próprios conservacionistas, ou seja criadores vão fazer essa doação.
Vamos andar certo, mas também o Ibama tem que fazer o seu papel, de entregar as anilhas para os filhotes ficarem legalizados..Obrigado
 
Ricardo Siqueira em 20/04/2011 11:48:44
os amantes de passaros, principalmente curios e bicudos preservão estas especies ao contrario do que dizem os ambientalistas que sabem apenas fumar maconha e dar o rabo para indios dentro de uma barraca no amazonas.
 
cleber pereira em 19/04/2011 09:36:58
INFELIZMENTE A LEI DO MEIO AMBIENTE PRECISA SE RADICALIZAR A NATUREZA TA ACABANDO E OS DEPUTADOS NADA FAZEM PRA MUDAR A LEI !!!!!!!! ALÉM DA CADEIA ELES TERIAM QUE CUMPRIR PENA E FICAR SOB MONITORAMENTO E FAZER COM QUE A PENA SEJA UM REFLORESTAMENTO OU VOLUNTARIADO EM DIVERSAS INSTITUIÇÕES ABRIGOS DE ANIMAIS ETC POR MAIS DE 10 ANOS MAS NADA É FEITO ............E MULTA ALTÍSSIMA!!!!!!!!!!PAGANDO EM PENA OU EM VOLUNTARIADO!!
 
Fernanda Muniz em 19/04/2011 09:19:05
Eu sou totalmente contra a retirada das aves da natureza, porém temos que esclarecer que o IBAMA nessa ultima temporada não cumpriu com a entrega das anilhas vendidas aos criadores. Fato que talvaz, tenha contribuido para que alguns criadores tivessem aves sem ser anilhadas.
 
Epaminondas Nogueira em 19/04/2011 06:55:16
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions