A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

22/05/2014 08:35

A importância do Marketing digital

Por Cherces Diniz (*)

Atualmente, várias empresas galgam novos degraus para alcançar o topo do comércio, visando atingir o maior número de pessoas de uma forma objetiva e fácil.

Veja Mais
Cinco ações que devem ser evitadas em 2017
A aviação e suas regras

Para que isso ocorra, os empresários estão atentos aos meios digitais para oferecer seus produtos e assistência de diversas formas, com o intuito de atrair o cliente. Nesta senda, é importante ressaltar que as pequenas e médias empresas, que representam uma parcela significante na economia do país, encontram dificuldades na disputa por um lugar no comércio com empresas de grande porte. Para isso, os meios digitais se mostram uma excelente ferramenta de fácil acesso.

Hoje o acesso à internet está disponível a todos, seja no computador, smartphone e tablet. Tornando, desse modo, possível a inclusão neste meio, incentivando a efetuação dos negócios pela web.

Certo é que a inclusão no meio eletrônico pode ser feita de maneira rápida e eficaz. As empresas que não estão investindo em atingir este público alvo estão perdendo espaço. Tudo está acessível na internet, dando a oportunidade de vender, alugar, comprar, prestar assessoria, tudo através de um clique, existindo empresas especializadas em tornar o comércio físico em digital, sendo facultado ao solicitante experimentar o serviço de graça, por alguns dias.

Facebook e Instagram são uns dos sites de relacionamento mais usados para oferecer produtos por autônomos. Seja uma celebridade ou ainda uma “webcelebridade”, que posta suas preferências e produtos e logo estes caem na graça do consumidor. Esta publicidade está dando resultado.

Há alguns paradigmas sobre o comércio no meio digital. Muitas empresas, assim como pessoas, possuem certo receio de oferecer seu produto ou comprar pela internet, devido vários casos ilícitos outrora ocorridos.

De certa forma, as empresas estão entre a cruz e a espada, pensando que se não procurarem expandir seu negócio perderão espaço no comércio e, ao mesmo tempo, o medo de ser vítima do crime virtual deixa as mesmas na zona de conforto do comércio “normal”.

O problema é que muitos não pesquisam sobre o tema, não procuram saber sobre este meio, acreditando que todos os sites e todos os anúncios são formas usadas para ludibriar o consumidor/fornecedor, tendo em vista que o negócio de compra e venda pela internet tem como condão a boa fé das partes.

É certo que as empresas têm por obrigação resguardar seus direitos, e para tanto, antes de procurar dar o “boom” no seu negócio, expandindo de forma extraordinária na internet, devem as mesmas verificar junto a uma assessoria confiável, para que não tenham prejuízos futuros.

Sabe-se que, em todo meio de compras e vendas há os maus e os bons pagadores, no meio virtual não seria diferente. Existem sites confiáveis e outros não, devendo, portanto, partir do fornecedor ao demonstrar seus produtos na internet, a possibilidade do consumidor realizar um cadastro com os dados pertinentes, para tentar esgotar todos os meios possíveis de ser vítima de possíveis atos ilícitos.

É nítido que a publicidade digital tornou-se o meio mais facilitado de atender de uma forma geral e específica aos consumidores, restando claro que doravante os empresários que não buscarem este meio, esta forma de publicidade, estarão perdendo pontos no ambiente comercial, pois demonstrar e vender um produto por meios digitais, nos dias de hoje, é a tacada certa para o sucesso.

A atenção de todos está voltada para o mundo digital. Recentemente, houve a aprovação do projeto sobre o Marco Civil (Lei 12.965 de 23 de Abril de 2014), regulando o uso da internet no país, além de impor obrigações de responsabilidade civil aos usuários e provedores.

Corroborando a importância dos meios digitais no país e no mundo, possibilitando também a expansão e o fortalecimento do comércio por este meio.

Não fique para trás. Digitalize-se.

(*) Cherces Diniz, escritório Mascarenhas Barbosa & Advogados Associados
contato@mascarenhasbarbosa.com.br

Cinco ações que devem ser evitadas em 2017
Ao fim de cada ano, realizo uma pesquisa com funcionários de empresas de todo o Brasil para avaliar quais foram as coisas que mais impactaram na prod...
A aviação e suas regras
A aviação conseguiu, em menos de um século, aproximar os continentes, as empresas e, principalmente, as pessoas. Foi uma evolução tão rápida que não ...
Lei Orgânica da Assistência Social – 23 anos
Nos últimos anos, a Assistência Social vem construindo uma nova trajetória, organizando-se sob novos padrões e afirmando-se como parte integrante do ...
Morre no trânsito o equivalente a 2 aviões da Lamia lotados por dia
Por dia, no Brasil, morrem em acidentes de trânsito o equivalente a ocupantes de dois aviões da Lamia, que transportava o time inteiro da Chapecoense...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions