A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 22 de Janeiro de 2017

19/08/2016 14:57

Dia da Infância: Os modos de ser criança

Por Ana Claudia Farnocchi Santos (*)

A infância é uma experiência heterogênea, constituída pela diversidade cultural e diferenças sociais. A compreensão do conceito está intimamente ligada ao lugar social que a criança ocupa na relação com o outro, especialmente os adultos. A categoria é um legado da modernidade e se constitui em uma noção historicamente construída e determinada pelo contexto.

Quando buscamos na história informações em relação à construção das representações de infâncias, compreendemos que essa sofreu influência ao longo do tempo. Até o século XIII, por exemplo, há poucos registros históricos.

Por volta do século XIX e início do século XX, surgiram propostas de se construir saberes reveladores da representação social de infância. Esse período marca o início do processo de ressignificação da concepção de infância, marcado pelo conceito de organização pedagógica na escolarização e incorporação do significado ao jeito de “ser infantil”.

A criança vista como sujeito de direitos é imagem atual na universalização dos direitos sociais. A ideia do direito para todos é mais presente na segunda metade do século XX e passa a entender a infância como um tempo válido de vivenciar direitos efetivamente.

Desse movimento, surgem legislações próprias de proteção à infância e à criança, que passa a ser considerada cidadã. No contexto brasileiro surge o Estatuto da Criança e do Adolescente - ECA (1990), que atribui à criança e ao adolescente prioridade absoluta no atendimento aos seus direitos como cidadãos brasileiros. O ECA cria, portanto, uma nova determinação em que os direitos desses sujeitos promovem responsabilidade para a família, sociedade e Estado, chamando todos para o cumprimento da lei.

O Dia da Infância nos remete a pensar no cumprimento da lei. A data foi instituída pelo Fundo das Nações Unidas pela Infância (UNICEF), presente no Brasil desde 1950 apoiando transformações na área da infância e adolescência no país.

O Dia da Infância, segundo a UNICEF, tem por objetivo promover a reflexão de que há a possibilidade de superar as injustiças e dificuldades que ainda impedem o desenvolvimento de crianças no Brasil.

Seguindo essa reflexão, conseguimos compreender que as variadas visões partilham o pensamento de que a criança é sujeito social e histórico, entremeada na cultura e no tempo, e se serve dele para ser e se desenvolver, produzindo cultura pelo modo como vive esse período da vida.

A educação tem o papel e a responsabilidade política de proporcionar às crianças espaços de vivência que promovam o desenvolvimento, a construção de autonomia, a produção de linguagens próprias e identidades singulares. Dessa forma, a escola se torna um espaçotempo de apropriação das culturas e os educadores e educandos sujeitos em construção, que se relacionam e juntos promovem novos conhecimentos, relações e combinações.

Nesse processo contínuo, crianças e adultos participam de práticas de construção e reconstrução de significados de modo a influenciar o conceito de infância, entendendo-o como algo construído historicamente na ação dos sujeitos.

Assim, temos a criança que compartilha de uma infância que supera tempos do passado e do presente, reage a modismos sem negá-los, ressignifica e constrói a vivência da civilidade, autonomia, decisão e posicionamento crítico.

(*) Ana Claudia Farnocchi Santos é graduada em Pedagogia (FFCLRP/USP) e professora do Ensino Fundamental do Colégio Marista Champagnat de Ribeirão Preto (SP).

Quando, também na escola, se dialoga sobre as religiões
Temos percebido uma crescente preocupação acerca do papel social da escola e da educação que acontece neste espaçotempo. Numa perspectiva de sociedad...
19 anos de Código de Trânsito Brasileiro
No dia 22/01/17, o atual Código de Trânsito Brasileiro completa 19 anos de vigência. Após 31 Leis que o alteraram, com o complemento de 655 Resoluçõe...
Previdência Social: verdades e mentira
Com a reforma da Previdência, e já que acabaram com o Ministério da Previdência, vários ministros dispararam versões sobre o tema, mas como não sabem...
Chacina e colapso nas prisões brasileiras
Nestes poucos dias do Ano da graça de 2017, o Brasil e o Mundo viram estarrecidos o massacre brutal de cerca de pelo menos 134 detentos, dentro das p...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions