A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

26/07/2015 14:00

Inovar para potencializar a carreira

Por Jaques Grinberg Costa (*)

Em tempos de crise econômica, quem inovar e fazer diferente terá destaque profissional. Sair da zona de conforto e usar a criatividade são dois fatores importantes para este profissionais que desejam aproveitar a crise para alavancar a carreira.

Veja Mais
Marcas lutam diariamente para impactar as pessoas
A modernização das leis do trabalho: oportunidade, não oportunismo

As mídias, os comentários e boatos sobre a crise são sempre negativos, influenciando as pessoas ao pessimismo. Muitas vezes os boatos geram uma crise que não existe, ou no mínimo, aumentam.

Que pessimista consegue render profissionalmente? Impossível! A concorrência diminui para quem fizer diferente e inovar. Este é o segredo em tempos de crise! Aproveite!

Veja abaixo 7 regras para potencializar a sua carreira:

1ª Querer.

O primeiro passo, em tudo, é querer. Se você quer, você pode! Falta de tempo e falta de capacidade são desculpas, temos medo do que ainda não aconteceu e muitas vezes não existe. Evoluir profissionalmente é uma conquista positiva que além de um retorno financeiro traz uma satisfação pessoal, uma realização pessoal fantástica. Acredite em você e no seu potencial! Arrisque e busque o seu sonho!

2ª Saia da zona de conforto.

Seja em tempos de crise ou não, ficar acomodado é a pior opção para a vida profissional e também pessoal. As pessoas gostam de pessoas alegres e com conteúdo. Procurar crescer e evoluir em todos os sentidos é uma questão de sobrevivência.

3ª Qualificação.

As mudanças acontecem muito rápido e precisamos acompanhar, estar preparados. A qualificação por meio de cursos rápidos, de especialização ou apenas livros e palestras, é necessário para a nossa sobrevivência profissional. As empresas buscam técnicos que sabem lidar com pessoas e profissionais de RH com conhecimento técnico, por exemplo. Os profissionais precisam ter habilidades técnicas, administrativas e também bom relacionamento com os colegas de trabalho para maximizar os resultados do trabalho em equipe.

4ª Criatividade.

As crianças são altamente criativas, questionam e perguntam tudo. Crescemos e deixamos de ser criativos, temos vergonha de perguntar e descobrir coisas novas. Qual foi a última vez que você fez um trajeto diferente para voltar para casa? Experimentou um restaurante novo? Frequentou um lugar novo que nunca imaginaria conhecer? Para aumentar a criatividade é preciso buscar novidades, quando mais inusitado for, maior será o seu potencial para inovar.

5ª Faça diferente.

Ninguém gosta da rotina, todos os dias as mesmas coisas. Inovar no modo de fazer a mesma coisa é o começo. É preciso de criatividade e inovação para fazer a mesma coisa de formas diferentes. Por exemplo ir para o trabalho por outro trajeto ou um ônibus diferente.

6ª Seja 360º.

As empresas buscam profissionais com visão 360º, isso é, com visão ampla. A era do técnico que só sabe ser técnico acabou. A geração Y está mudando, já mudou, o modo de trabalhar. Eles querem participar das decisões e colocar a “mão na massa” ao mesmo tempo. As empresas querem líderes que ajudam os colegas a carregarem caixas e técnicos que contribuem no pós vendas com um excelente atendimento aos clientes.

7ª Motivação intrínseca.

Como o nome já diz, é a nossa motivação, a motivação interna. Acordar todos os dias motivado é essencial para ser mais criativo e inovador. A motivação gera confiança e segurança para potencializarmos os nossos resultados.

Experimente chegar no escritório e de uma forma alegre cumprimentar os colegas desejando um ótimo dia! Quando encontrar um colega desanimado ao invés de dizer como é de costume, “Nossa, aconteceu algo?, diga “Hoje será o seu dia, acredite! Se precisar de ajuda pode contar comigo!”. Para motivar e ajudar os colegas precisamos primeiro estar motivados.

Aproveite para surfar neste mar turbulento chamado Crise! Se você conseguir pegar uma onda, e você vai, será vitorioso! Só consegue quem tenta, pense nisso.

(*) Jaques Grinberg Costa: coach e palestrante, trabalha com os temas de empreendedorismo, vendas, liderança, atendimento e fidelização de clientes. É autor do livro "84 perguntas que vendem"  Site: www.jaquesgrinberg.com.br.

Marcas lutam diariamente para impactar as pessoas
Segundo pesquisas, temos contato com aproximadamente 2.000 marcas em um dia “comum” e menos de 300 delas ficam em nossa memória. Por isso, essas marc...
A modernização das leis do trabalho: oportunidade, não oportunismo
Crises econômicas em qualquer país do mundo ensejam debates sobre reformas. São nos cenários de recessão prolongada que as nações se defrontam com se...
Educação e o futuro da alimentação
Educação deve colaborar na preparação de todos para o pleno exercício da cidadania e, especialmente, formar os jovens para uma vida profissional que ...
Convenções internacionais e competitividade
O Brasil precisa atuar com mais critério na hora de analisar e ratificar convenções multilaterais, especialmente as negociadas no âmbito de entidades...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions