A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

21/10/2014 13:50

O que funciona na hora de procurar um namoro na rede?

Por Jairo Bouer (*)

Ao invés de perguntar aos candidatos a um futuro relacionamento o que eles pretendem fazer da vida, se planejam ter filhos, qual a visão que têm da crise do Oriente Médio, entre outros temas mais complexos, que tal focar em questões práticas e banais do dia-a-dia como, por exemplo, se a pessoa curte filmes de terror ou se já viajou para fora do país sozinha? Pois é, saiba que há estudos que mostram que quem combina esses tipos de respostas tem uma chance muito maior de o namoro dar certo. Surpreso? Nós do ParPerfeito, não!

Veja Mais
Educação e o futuro da alimentação
Convenções internacionais e competitividade

Em enquete realizada recentemente pelo maior site de relacionamento do Brasil, com mais de duas mil pessoas, descobrimos que as afinidades que homens e mulheres mais procuram na hora de buscar a cara metade são justamente o hobby e a preocupação com hábitos saudáveis. Essas duas aparecem disparadas na frente de outras tais quais: religião, formação acadêmica e até tipo físico. Parece que quem busca um namoro está super atento para a necessidade de vencer as diferenças do cotidiano.

Já imaginou se você gosta só de filmes românticos e ele adora os de terror e aventura? A hora de escolher o cinema de domingo à tarde pode se transformar em uma tragédia semanal! E se ele só curte viajar sozinho e você sempre em turma? Já imaginou o problemão nas férias? Brincadeiras à parte, uma pesquisa realizada pelo site americano de relacionamento OKCupid mostrou que três quartos das pessoas que estavam em relações mais longas deram as mesmas repostas para as perguntas sobre filmes e viagens. Pode ser um bom começo, não é?

A conclusão é do matemático americano Christian Rudder, autor do livro recém-lançado Dataclysm: Who We Are (When We Think No One´s Looking), algo como “Dataclisma: Quem Somos Quando Pensamos que Ninguém está Olhando”, em que ele analisa padrões de comportamento de usuários de redes sociais e de sites de relacionamento.
Em sua pesquisa, o autor defende que na procura por parceiros “online”, as pessoas tendem a ser ainda mais exigentes do que quando as buscas acontecem fora da rede. Quer uma suposição? Na rede, você tem mais tempo para pesquisar e “investigar” um pouco mais sobre gostos e afinidades da possível cara metade. Além disso, como há muitas opções, o cuidado e o critério na seleção de possíveis parceiros podem aumentar as chances de sucesso, que é o que as pessoas querem! Nesse sentido, os algoritmos (espécie de fórmulas matemáticas) usados, por exemplo, pelo site ParPerfeito, podem restringir universos de afinidades e interesses e facilitar muito a vida dos usuários. Imagine pesquisar em uma galáxia de quase dois milhões de pessoas quem tem mais a ver a você? Missão quase impossível!

Em um momento em que as pessoas estão casando cada vez menos no mundo desenvolvido (nos EUA, por exemplo, nova pesquisa do Pew Research Center mostra que um em cada cinco americanos com mais de 25 anos ainda não trocou alianças), afinar os instrumentos de busca por parceiros, inclusive na internet, olhando também para o mais simples e trivial, pode ser um bom começo para quem quer subir ao altar! Que filme você gosta mesmo?

(*) Jairo Bouer é consultor de relacionamento do ParPerfeito, médico psiquiatra e comunicador

Educação e o futuro da alimentação
Educação deve colaborar na preparação de todos para o pleno exercício da cidadania e, especialmente, formar os jovens para uma vida profissional que ...
Convenções internacionais e competitividade
O Brasil precisa atuar com mais critério na hora de analisar e ratificar convenções multilaterais, especialmente as negociadas no âmbito de entidades...
A Odisseia da Chape
Não tenho dúvidas de que o esporte funciona como uma metáfora da vida. As mazelas e dramas humanos estão presentes em todas as etapas da trajetória d...
Comunicação da qualidade dos alimentos
É importante que as notícias do agro cheguem de maneira correta aos moradores dos grandes centros urbanos. A maioria destes consumidores de alimentos...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions