A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

23/10/2015 09:56

Três dicas para potencializar o salário de seus funcionários em tempos de crise

Por Antônio Bigaton (*)

A situação não está fácil para os trabalhadores brasileiros. O medo do desemprego cresce a cada dia. Um índice apurado pela Confederação Nacional da Indústria aponta que esse medo cresceu 5,4% entre março e junho, chegando a 104 pontos na escala da pesquisa - o maior patamar desde 1999.

Veja Mais
Cinco ações que devem ser evitadas em 2017
A aviação e suas regras

Além disso, a inflação tem corroído o poder de compra dos salários e encurralado as famílias brasileiras. A estimativa dos economistas é que o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) feche o ano em 9,46%. Se a previsão for confirmada, representará o maior índice em 13 anos, desde 2002, quando somou 12,53%.

Mesmo com o cenário descrito acima e com pouca perspectiva de melhora para 2016, as indústrias e as empresas precisam buscar alternativas para manter seus funcionários motivados e para ajudá-los a driblar o dragão inflacionário que consome o poder de compra. Para ajudar meus colegas empreendedores, separei três dicas fáceis de serem empregadas e que ajudam a potencializar os salários.

1. Busque parcerias, terceirize serviços e ofereça descontos:

Aumentar o salário simplesmente não resolve o problema e a palavra de ordem é reduzir custos. E a preocupação em manter a saúde financeira do colaborador começa a fazer parte da rotina do RH. Uma maneira barata de agregar mais economia é filiar a empresa e os funcionários a um grêmio virtual. Essa terceirização vai buscar parcerias com descontos em academias, restaurantes, faculdades e até escolas de idiomas. Assim, o RH tem uma excelente opção para potencializar o salário dos colaboradores através dos descontos adquiridos. Com o grêmio virtual, o gestor otimiza seu tempo e pode se dedicar apenas à organização e sistematização dos benefícios dentro da rotina da empresa.

2. Traga benefícios para dentro da empresa

Realizar bazares para o dia das mães, dia dos pais, dia das crianças, natal, entre outras datas comemorativas, é uma maneira de melhorar o clima organizacional e ajudar no poder de compra dos colaboradores. Trazer parceiros para oferecer produtos e serviços com descontos pode ser uma forma de agregar não só comodidade, mas também praticidade e economia. Ao dedicar um espaço da companhia para que seus funcionários possam consumir produtos e serviços, você promove a interação entre as equipes, oferece um momento de descontração e ainda garante a comodidade e facilidade de consumo. Nesses bazares, organizados por um grêmio virtual, é comum os parceiros darem descontos, maximizando as vantagens ao colaborador.

3. Invista na educação e capacitação de seus colaboradores

Conhecimento nunca é demais. Em momentos de crise, investir no futuro é a melhor maneira de garantir que as coisas irão melhorar. Quando promover aumentos é algo fora de questão, ajudar os funcionários a estudar pode ser uma saída. Oferecer incentivo para que os colaboradores comecem um curso de inglês, graduação, pós-graduação, deve ser entendido como um investimento e não como um gasto. Na maioria dos casos, a empresa não precisa nem oferecer ajuda financeira na mensalidade, basta ter convênios com escolas e universidades que ofereçam vantagens exclusivas.

Todas essas atitudes irão contribuir de forma bastante positiva para a motivação dos seus funcionários e a manutenção de um excelente clima organizacional. Além disso, as alternativas acima ajudarão os colaboradores a pouparem, dando aquela esticada nos salários. Pode parecer complicado implementar todas essas ações, mas na verdade, ao fechar uma parceria com o grêmio virtual Lincard, a empresa já garante todos esses benefícios e muitos outros, apresentando vantagem competitiva em períodos difíceis como o que estamos vivendo atualmente.

(*) Antônio Bigaton é administrador de empresas formado pela FAAP, sócio diretor da Company Group e fundador do Lincard, primeiro grêmio virtual do Brasil.

Cinco ações que devem ser evitadas em 2017
Ao fim de cada ano, realizo uma pesquisa com funcionários de empresas de todo o Brasil para avaliar quais foram as coisas que mais impactaram na prod...
A aviação e suas regras
A aviação conseguiu, em menos de um século, aproximar os continentes, as empresas e, principalmente, as pessoas. Foi uma evolução tão rápida que não ...
Lei Orgânica da Assistência Social – 23 anos
Nos últimos anos, a Assistência Social vem construindo uma nova trajetória, organizando-se sob novos padrões e afirmando-se como parte integrante do ...
Morre no trânsito o equivalente a 2 aviões da Lamia lotados por dia
Por dia, no Brasil, morrem em acidentes de trânsito o equivalente a ocupantes de dois aviões da Lamia, que transportava o time inteiro da Chapecoense...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions