A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

10/02/2012 19:59

Impasse sobre Expogrande continua e edição de 2012 pode não acontecer

Paula Vitorino
Show de 2011.Show de 2011.

Sem alvará para a realização da Expogrande 2012 até esta sexta-feira (10), o presidente da Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul), Chico Maia, afirma que “vai ser muito difícil a Feira ainda acontecer”.

Veja Mais
Maia pede apoio de Puccinelli para resolver impasse entre Acrissul e MPE
Acrissul vai à Justiça para realizar shows da Expogrande 2012 no Parque

Ele afirma que o último prazo para a Prefeitura Municipal dar o sim para a realização da Feira era até o fim desta semana, já que este foi o limite pedido pela empresa de eventos para organizar os shows.

“Mesmo com toda a estrutura que já temos, é difícil organizar os shows de uma hora pra outra e conseguir espaço na agenda dos artistas”, frisa.

Mas o presidente da Acrissul não descarta definitivamente a Expogrande 2012, alegando que ainda espera o bom senso das autoridades e da Justiça. A Associação ainda aguarda a decisão judicial sobre o pedido de liminar contra o TAC (Termo de Ajustamento de Conduta), que impede a realização de eventos no Parque Laucídio Coelho.

Durante essa semana, a diretoria da Associação participou de reuniões com o governador André Puccinelli e a Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano) com o objetivo de viabilizar a realização da Feira.

Segundo Chico, foram apresentados projetos para minimizar o som dos shows, com o isolamento da área e o policiamento ostensivo na parte de fora do Parque.

“As pessoas vão pro show e depois ficam por lá esperando ônibus, bagunçando. Isso depende da Polícia e do transporte público para evitar”, frisa.

A Associação garante que não haverá Feira sem os shows, pelo fato de não ser viável economicamente. O presidente ainda acusa o Ministério Público Estadual de perseguição, já que eventos acontecem em outros locais sem licença ambiental.

A reportagem entrou em contato com o promotor Alexandre Raslan, responsável pelo caso no MPE, mas não obteve retorno até a publicação desta matéria. O Secretário da Semadur, Marcos Cristaldo, não foi encontrado.




Já esta na hora quase passando, do parque da acrissul ir pra outro lugar, nao pode e ficar no centro da cidade, e isto de nao ser viavél economicamente sem shows é pura balela, pois tem outros parques no brasil que relalizam exposições e nao tem show. pt
 
joao de souza em 11/02/2012 12:03:28
A acrissul atravès do seu presidente. deveria comprir as exigençia que a justiça lhes empoe. porque è uma vergonha as condições do parque para se ter uma idéia nem calçada tem em torno do parque. sò mato e carrapicho.
 
laudenor ferreira em 10/02/2012 09:37:37
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions