A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 02 de Setembro de 2014

22/06/2011 07:52

Em 24 horas, segunda pessoa morre no trânsito de Campo Grande

Francisco Júnior

Ontem, passageira de moto morreu depois de uma colisão

Garota de 17 anos sofreu fratura exposta em uma das pernas. (Foto: Simão Nogueira)Garota de 17 anos sofreu fratura exposta em uma das pernas. (Foto: Simão Nogueira)

Ivacir Coutinho dos Santos Queiroz, 49 anos, vítima do acidente ocorrido por volta das 7 horas de hoje, no cruzamento da avenida Marques de Pombal com a rua Candido Barros, morreu antes de ser encaminhada para o hospital.

A mulher pilotava uma motocicleta Biz de placa HTH-7477, e acabou sendo atingida pela caminhonete de D20, de placa HRC-4218, de Camapuã, conduzida por João Vasconcelos, de 49 anos. Após a batida, a vítima caiu desacordada no chão. Ela ainda foi socorrida por uma equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), mas morreu dentro da ambulância.

A filha da mulher, Adriane dos Santos Queiroz, de 17 anos, sofreu fratura exposta em uma dar pernas e foi encaminhada em estado grave para a Santa Casa. Ela estava indo para a escola.

O motorista da caminhonete disse que seguia pela rua Candido Barros e ao atravessar a avenida Marques de Pombal acabou colhendo a motocicleta.

Ainda nesta quarta-feira, com minutos de diferença, os bombeiros atenderam mais três ocorrências envolvendo motociclistas. Os acidentes aconteceram na rua Rui Barbosa, avenida Júlio de Castilho e no cruzamento da rua Itu com a rua Padre Damião, no bairro Universitário. Nenhuma das vítimas sofreu ferimento grave.

Morte - Esse é o segundo acidente com morte envolvendo motociclista em menos de 24 horas em Campo Grande. Ontem (21), Ana Karolina Afonso Martinez, 22 anos, morreu após a motocicleta onde era passageira bater em um caminhão no cruzamento das ruas Culuene e Tupaceuto. Ana Karolina ficou enroscada na roda do caminhão e morreu na hora.

O marido da jovem, Rogério Ramirez Mendes, 28 anos, pilotava a moto no momento da colisão. Ele foi encaminhado à emergência da Santa Casa, consciente e orientado.

Veja Também
Passageira de moto morre ao ficar enroscada em caminhão no Tijuca
Na tarde desta terça-feira (21), Ana Karolina Afonso Martinez, 22 anos, morreu após a motocicleta onde era passageira bater em um caminhão no cruzame...
Prefeitura inaugura Centro Municipal de Música nesta terça
A Prefeitura Municipal de Campo Grande inaugura nesta terça-feira (2) o Centro Municipal de Música que irá abrigar a Banda Municipal Maestro Ulisses ...
Polícia invade casa e Estado é condenado a pagar mais de R$ 20 mil
Depois de arrombar a porta e invadir residência, o Estado do Mato Grosso do Sul foi condenado a pagar R$ 20,833 por danos morais e matérias para mora...


eu sou amigo de infancia minha querida ivacir meu coracao esta muito triste a treis anos morreu seu imao moacir jose dos santo.senhor deus abencoe a sua alma e conforte o coracao de sua familia.senhor deus ilumine sua filha adriane e traga paz no seu coracao!!!
 
nelson medina em 24/06/2011 08:39:49
Acidentes estão acontecendo com maior intensidade a cada dia que passa, sou motorista e motociclista, posso dizer que temos bons e maus motoristas e motociclistas. O que falta é educação, atenção e respeito.Talvez seja necessário maior exigência para obtenção da CNH,"tanto para carros como para motos", pois o que não falta é pessoas despreparadas. Mas o comentário abaixo do Sr. Eduardo Dalefi, abaixo, é no mínimo revoltante, agora moto é a razão de tráfico de drogas, prostituição?? Pelo amor de Deus, tenha dó se não tem domínio sobre a matéria se abstenha de comentar, ridículo. E só para registrar Sr. Eduardo, o motorista é que estava errado nesse lamentável acidente.
 
Marcelo Rocha em 23/06/2011 12:21:13
Só mais uma coisa,

É impressionante como nosso País anda para trás. Em muitas cidades da Europa, onde existe um povo civilizado, resolveram o problema de trânsito, sabe como? Incentivando o uso das MOTOS.
Ocupam menos espaços da via, menos vagas de estacionamento e acima de tudo, agilizam o trânsito. França, Portugal, Espanha, etc. E estão tendo sucesso por lá! Não morre gente como aqui! Porque será? exato, educação.

Em Madri e Barcelona, estão colocando faixas, antes dos semáforos, exclusiva para motos tomarem a frente nos semafóros. Tudo isso está garantindo a fluidez do transito lá.
Bom, mas lá é outro mundo né, não impera a lei do maior. Se fosse aqui, sujeito ia fazer questão de colocar a caminhonete em cima dessas faixas.

Quem quiser pesquisar ou duvida, está na revista Motociclismo, se não me engano, de março. Eu tenho o link da noticia aqui mas não vou colocar, capaz de bloquearem meu post por causa disso.
Eu vou postar só uma parte, se me permitirem:
"Primeiro porque a moto será mais rápida no trânsito e segundo porque as motos chegam a lugares que os carros não chegam. Isso mesmo o mototáxi chegando a custar duas vezes mais do que um táxi comum", explicou o jornalista francês Charles-Henrick Gaurier. No entanto, mais países têm mostrado a valorização das motocicletas, como veículo inteligente para a mobilidade no trânsito. Por exemplo, desde 2006, em Londres, na Inglaterra, motocicletas e bicicletas podem utilizar as faixas que eram exclusivas para ônibus. A primeira experiência realizada em três vias da cidade comprovou que os acidentes com ciclistas e motociclistas caíram 44%. "

Aprende Brasil.
 
Jean Carlos dos Santos em 23/06/2011 05:05:56
O que mais me revolta ao ler os comentário é, a moto estava NA PREFERENCIAL e vem gente comentando CONTRA as motos como um todo. Teve gente comparado até com tráfico, santa ignorância.

Sim, é ela que está morta, mas ao invés de criticar a moto, critiquem quem não respeita a preferencial. Acho que gente com comentários assim é a mesma pessoa que chega num cruzamento, ao ver que é uma moto vindo, acelera.

Outra coisa, trabalho de madrugada com as empresas de ônibus. Minha rota é: Hiroshima, via park, afonso pena, Ceará, Zahran. Da Zharan vou em frente ao Laucidio Coelho, depois vou na Euller, presidente Vargas, Júlio de Castilho, na rua do CEFAP da PM. Voltou, pelo uma avenida na Júlio que sai em frente ao Aeroporto, vou no final da Bandeirtes, e voltou para a Zharan, depois para casa. Da aprox. 50 km. Isso mais ou menos das 23 até 3:30, 4 da manhã. Hoje, Santos Campeão e feriado, NÃO TINHA UMA BLITZ. Pra fazer blitz para pegar motoqueiro com viseira aberta tem aos montes, para pegar bebado que mata no trânsito não tem UMA. Isso é covardia.
Um acidente na Via Park com a Afonso, sujeito furou sinal e 2 carros acertaram ele. Nisso, um pouco antes, um Uno verde fazendo zigue zague na Fernando Corrêa, um muleque no volante, dava pra ver na cara que estava bebado.

Mas não, a culpa é da moto. sem nada a acrescentar, enquanto tivermos toda essa ignorância por parte de alguns, vai continuar morrendo gente. Nunca vão perceber que a culpa não é da moto, é da falta de respeito de todos no trânsito. de Todos, vão dizer que nunca viram carro furar sinal, podar pela direita, andar chutado, falando no celular, virando sem usar a porcaria da seta?

Não, o marginal é o da moto, onde quem anda certo tem que agradecer a Deus por chegar vivo em casa e ver a família. Mais um dia que sobreviveu no trânsito da selva, onde vale a lei do maior.
E sim, motoqueiro tem família, sabia? Tem esposa, filhos, mãe e pai.

Meus pesâmes a essa família, é uma pena o que aconteceu, mesmo quando a gente está certo, estamos errados. Podemos ser vitimas desses animais a qualquer hora. O jeito é nos cuidarmos mesmo. Aos "contra moto", continuem nos matando, não respeitem a preferencial, passem por cima da gente. Nos cruzamentos, acelerem para tentar nos acertar, ou pelo menos poder descontar toda sua raiva contra nós na buzina. E ao governo, continue com essa política idiota, que não resolve nada.
 
Jean Carlos dos Santos em 23/06/2011 04:51:07
Ivacir e familia,
Só agora às 12:00 horas fiquei sabendo do ocorrido. Uma lástima e uma perda irreparável. Como Jesus prometeu "quem Me ama, viverá ETERNAMENTE", a Ivacir sempre estará na memória e coração de todos que a conheciam, e no nosso também, e estará junto de Deus, abençoando a todos. Adriane, boa recuperação. Força. Estamos contigo.

José Irineu e Familia.
 
José Irineu Budant Filho em 22/06/2011 12:44:58
Eu moro nesta região e faço esse mesmo percursso todos os dias. O que acontece é que a maioria dos motoristas, no caso veicular, não respeita o motociclista. Nesta avenida existe várias placas de PARE, mas é evidente que para alguns motoristas, a sinalização só vale para quando UM CARRO estiver trafegando, por que ser for moto, eles não param, e como se não houvesse ninguém. Caminhonetes, na opinião são os que menos respeitam e que são verdadeiros assassinos em uma batida, o motoqueiro é esmagado. Senhores motoristas, é muito simples: OBEDEÇAM A SINALIZAÇÃO, RESPEITE OS MOTOCICLISTAS TANTO QUANTO OS CARROS. Autoridades de trânsito: acredito que a solução nesta e em outras avenidas, deveria se colocar SEMÂFORO, porque para alguns, leis de trânsito não existe, seja por se achar dono das ruas ou por irresponsabilidade. E PARA OS MOTORISTAS EU GOSTARIA DE DEIXAR UM RECADO: HOJE VOCÊ ESTÁ DE CARRO, MAS AMANHÃ QUALQUER UM DA SUA FAMÍLIA E ATÉ MESMO VOCÊ PODE ESTAR DE MOTO E PODE SER QUE TORNE UMA VÍTIMA!! DIRIGIR PERIGOSAMENTE SEM RESPEITAR A VIDA ALHEIA, SIGNIFICA DESPREZO PELO SER HUMANO. A EDUCAÇÃO COMEÇA DENTRO DE CASA, O FATO DE UNS TER MENOS CONDIÇÕES SOCIAIS QUE OUTROS, NÃO QUE DIZER QUE TENHA MENOS DIREITO OU DEVER, PORTANTO SEJA DE BICICLETA, MOTO, FUSCA ...OU UM VEÍCULO DE ÚLTIMA GERAÇÃO, RESPEITE SEU SEMELHANTE, POIS AMANHÃ PODE SER VOCÊ A VÍTIMA.
 
marcia silva em 22/06/2011 12:41:08
SAUDADES IMENSAS VC DEIXOU IVA... MAS SERÁ SEMPRE LEMBRADA E GUARDADA EM NOSSOS CORAÇÕES AMIGA. O 5º SEM. DE FISIOTERAPIA DA UNAES ESTÁ EM LUTO POR VC.
E QUE DEUS ABENÇÕE E CONFORTE O CORAÇÃO DE FAMILIARES E AMIGOS!!
MEUS PESAMES =(
 
Bruna Aline em 22/06/2011 12:37:52
o problema é que quanto maior o carro, maior a irresponsabilidade do motorista. estive na santa casa por um periodo acompanhando um tratamento, e o numero de pessoas vitimas de acidentes que ocorreram por motoristas que invadem a preferencial é enorme, e as vitimas na maioria eram motociclistas. o pior é que alem serem irresponsaveis, não prestam o socorro, alguns até fogem. a maioria das vitimas é trabalhador, vai ter que ficar encostado pelo INSS (que Deus ajude), e ainda tem o prejuizo que o jumento irresponsavel não vai assumir, a não ser que a vitima entre com uma ação na justiça (leva anos), e pior, o boletim de ocorrencia é pago , resumindo, como sempre, pobre é quem leva a pior.
 
rosangela da silva em 22/06/2011 12:37:44
CONCURSO DA AGETRAN... realizado há um ano, só chamaram 10 até agora! Li em uma reportagem que o próprio Rudel, diretor-presidente da agetran, reconhece a necessidade de um grande efetivo para FISCALIZAR o trânsito de Campo Grande. Hoje a cidade conta com aproximadamente 400 MIL VEÍCULOS, e a agetran tem apenas 45 fiscais nas ruas. O ideal seria 1 FISCAL PARA CADA 1.000 VEÍCULOS, mas hoje contamos com 1 para cada 10 mil.

Não trata-se de entupir a cidade de fiscais de transito, mas de inibir o motorista que abusa, com a presença maçiça de efetivo nas ruas.

A LEI DO CINTO SÓ PEGOU, POR CAUSA DA MULTA, QUEM NÃO QUISER SER MULTADO, QUE ANDE "NA LINHA" Dirijo todos os dias no transito desta cidade, e não tenho nenhuma multa nos últimos 5 anos. Quem reclama de fiscalização é imprudente!

Radar, lombadas, ajudam, mas fiscalização humana inibe muito mais! Pois a presença de um fiscal em uma esquina não é fixa, um dia aqui, outro acolá, ou seja, obriga o motorista a andar constantemente dentro da lei, se não o bolso sente mesmo!
SENHOR PREFEITO, TIRA A MÃO DO BOLSO, E INVISTA UM POUCO MAIS NO TRÂNSITO DE CAMPO GRANDE !!
 
joão vítor em 22/06/2011 12:35:54
Até quando teremos mais mortes no transito de Campo Grande, para que a Prefeitura e o Governo tome medidas eficazes??? Até Campo Grande torna-se uma constelação no asfalto? Sera que marcar com uma estrela é uma medida para prevenir acidentes? ou apenas um meio barato de mostrar que ali mais uma vida se perdeu. Não precisamos de estrelas e sim me medidas eficazes.
Acordem governantes.
 
JORGE MORAES em 22/06/2011 12:17:00
A solução é RESPEITO. O problema do trânsito de Campo Grande são os usuários, que não têm um pingo de RESPEITO pelo outro. Se o motorista que segue pela Marques de Pombal não ficar MUITO, mas MUUUUIITO atento acaba se acidentando. Os motoristas não RESPEITAM a sinalização de PARE nos cruzamentos naquela via. Invadem sem piedade e com MUITA IRRESPONSABILIDADE a preferencial, sem medir as consequências. Vamos ter mais RESPEITO no trânsito. Assim vamos diminuir o número de acidentes.
 
Renata Santos em 22/06/2011 12:11:54
Fiquei muito triste ao ver minha filha em choro comentar que uma amiga da sua sala de aula da Faculdade havia falecido em um acidente de trânsito, apesar de nâo conhecer a Sra. Ivacir senti uma dor profunda pelo ocorrido. Só peço a nosso DEUS que possa dar o conforto aos familiares e melhoras a sua filha. Infelizmente o trânsito de Campo Grande está cada dia mais violento, assim como no resto do Brasil. Quero ver até quando as autoridades vâo fechar os olhos tanta impunidade pelas ruas, cadê a lei seca que nas madrugadas nâo funciona, cadê o policiamento ostencivo nas principais ruas e avenidas, cadê punições para quem ceifa a vida de pessoas, uma lei de trânsito ultrapassada. Sinto muito mais falta justiça, respeito e acima de tudo DEUS no coração das pessoas. Que DEUS possa dar muito conforto a todas as vítimas do trânsito de nossa querida cidade Morena, pois algumas autoridades só querem dinheiro.
 
José Mauro dos Santos em 22/06/2011 11:57:25
Volto mais uma vez para dizer que muitos motociclistas estão primeiro comprando a moto para depois pensar em tirar a CNH,e isso como demora acontecer vem as fatalidades,pode se colocar em cada esquina um agente de trânsito que não vai resolver,pois assim que não ver o agente condutor comete infração,isso pode ser visto pela quantidade de notificações que são feitas.As concessionarias devem fazer a venda para condutores habilitado para que assumam responsabilidade no permitir a condução.OS NOSSOS LEGISLADORES TEM QUE IMPOR ISSO E TAMBÉM NOS POSTOS QUE DEVEM VENDER COMBUSTIVEL E NÃO BEBIDA ALCOOLICAS EU COMO AGENTE DE TRÂNSITO VEJO NISSO O INICIO DE MELHORAS.
 
luiz carlos em 22/06/2011 11:54:41
O trânsito em Campo Grande está uma guerra. Não há respeito, não existe valor a VIDA. O que importa são os minutos ou talvez os segundos para se chegar mais rápido no destino. Os motoristas de veículos (Carros, caminhonetes, caminhões, ônibus) não respeitam os motociclistas. Somos fechados, espremidos, e se não aceleramos, passam por cima.
Por sua vez, os motociclistas não pilotam com responsabilidade, sempre enfiados nos corredores, ultrapassando pela direita, colocando a moto onde há espaços. Ambos os casos, sempre estão em alta velocidade. Onde a via é permitida apenas 60km, motoristas trafegam a 80,90, 100..... Enquanto isso a LEI não existe. Infelizmente muitas famílias foram destruídas, e lamentavelmente muitas vidas ainda serão perdidas. Há o apelo, VALORIZE A VIDA, SEJA EDUCADO NO TRÂNSITO, RESPEITE AS PESSOAS. Faça uma corrente, passe essa ideia para frente.
 
Everton Cunha em 22/06/2011 11:51:45
Avenida Marques de Pombal no horário de pico e um caos, o grande fluxo de veiculos e pedestre ,principalmente crianças menores desacompanhada na rua.
Já passou da hora de melhorar a sinalização dessa via que a cada dia aumenta o fluxo de veiculos devido ao crescimento da região do Tiradentes.
Fico olhando a travessia de crianças na curva que da acesso a Escola Marçal de Souza sem nem um redutor de velocidade sem nem uma faixa de pedestre e veiculos em altissima velocidade será que precisara aconter uma tragédia nesse local?
Cade os marronzinhos para cuidar essas travessias?
Vomos abrir olho a cada dia que passa o nosso trasito ceifam mais vidas e ninguém toma
uma providência drastica contra os infratores.
 
Evanildo Ribeiro Ossuna em 22/06/2011 11:42:06
A pergunta que não quer calar.... Até quando???
Até quando vamos ficar vendo as pessoas morrerem no transito??

Já passou da hora das autoridades tomarem medidas efetivas no sentido de reduzir drasticamente tais acidentes..

Maior punição aos motoristas irresponsáveis, maior controle nas autoescolas, enfim colocar o dedo na ferida....

Enquanto isto não acontece.. Hoje é um, amanhã mais um.. e por aí vai!!!!
 
Nelson Esteves Póvoa Junior em 22/06/2011 11:41:24
Agetran e Detran, Prefeito e Governador, poderiam se unir em uma campanha, para durante uma semana inteira em um mês qualquer. Ser proibido o trânsito de veiculos particulares e motos nas ruas do perímetro compreendido entre os anéis viários de Campo Grande. Forçar a população a circular com bicicletas ou usar o transporte coletivo. De repente o ar fica até melhor pra respirar nesta cidade poluída (inclusive com muita falta de educação). Na pior das hipóteses, a SAMU seria acionada para socorrer colisão de bicicletas.
 
Renato Gonçalves em 22/06/2011 11:37:15
Meu Deus, o que esttá acontecendo com nós motoristas e motociclistas? Nao respeitamos mas os sinais de pare, abusamos da velocidade. Veículo é uma arma que mata, se nao soubermos usar com consciencia. Essa AVENIDA MARQ DO POMBAL, é sim, uma pista de corrida, passo nela todos os dias, é um absudo de velocidade!
 
cristiane meira em 22/06/2011 11:37:07
Nossa esse acidente ja deve ser o 10º que eu vi acontecer no mesmo cruzamento acho que e hora das autoridades reverem esse cruzamento e colocarem um semáforo ou uma lombada no lugar . o acidente de hoje foi feio mesmo .................
 
Luciano Pereira da Silva em 22/06/2011 11:14:30
Ivacir querida, mais uma vítima do trânsito de Campo Grande, muito querida, alegre, cursava fisioterapia na Unaes , estava no 5° semestre, perdeu a vida assim , lamentável. Agora a Iva vai cuidar de sua filha lá do céu, pois sua filha tá em estado grave na Santa Casa.
 
Estela Martines muniz em 22/06/2011 11:13:30
Lamentavelmente, a falta de respeito no trânsito causa mais uma vítima fatal, e sabemos que além Ivacir, uma família é destruída por pura imprudência de outros. POR FAVOR VAMOS NOS RESPEITAR PRINCIPALMENTE NO TRANSITO, PORQUE ESTÁ MUITO DIFÍCIL, POIS SAÍMOS DE CASA SEM SABER SE REALMENTE VOLTAREMOS OU SE MORREREMOS NO CAMINHO (TRÂNSITO).
Minhas sinceras condolências à família da Ivacir.
 
Sandra da C Silva em 22/06/2011 11:06:02
Sou morador do condominio Mangaratiba, a sindica já enviou varias solicitações para colocação de redutor de velocidade nessa Marques de Pombal que virou pista de corrida. Mas o poder publico ignorou todos os pedidos. Agora que temos um acidente com vitima fatal talvez desperte o poder publico para esse problemas.
Infelizmente tem que morrer alguem para que possa tomar atitude.
É lamentavel.
 
Celso Marlei dos Santos em 22/06/2011 11:00:53
TEM QUE DISTRIBUIR MELHOR OS AMARELINHOS NA CIDADE. VAMOS COLOCÁ-LOS NOS BAIRROS AO INVÉS DE FICAREM ANDANDO EM TRÊS PELAS RUAS DO CENTRO FISCALIZANDO PARQUIMETROS. T R A B A L H O NOS BAIRROS, LONGE DO CENTRO. SE FOSSE UMA EMPRESA PRIVADA EQUACIONARIA MELHOR O TRABALHO, FISCALIZAÇÃO ONDE NÃO TEM NINGÉM MAS COM DISTRIBUIÇÃO DO EFETIVO. TRABALHO NELES!!!!!!!
 
JOÃO SOUZA em 22/06/2011 10:58:29
Não tenho mais nem o que comentar... o motociclista que puder, que compre um carro e abondone a moto para transitar em Campo Grande...
 
Allan Lemos em 22/06/2011 10:24:23
Motocicleta, um meio de transporte motorizado super barato, rapido, eficiente, duravél, com grandes facilidades de compra a prazo; habilitação facil de ser retirada e com ótimo preço. Uma verdadeira arma legalizada, instrumento de roubo, destruidor de familias. A melhor maneira no Brasil para diminuir quantidades de mortes no transito, quantidades de roubos, diminuir o trafico de drogas, prostituição e tudo mais de ruim, é simplesmente diminuir o o beneficio de um cidadão comprar uma moto, um exemplo é, compra somente a vista, proibir financiamento, obrigatório 2 vistoria anuais, habilitação renovavél anualmente com teste de habilidades no transito e etc. As motos virou uma praga em Campo Grande e em todo Brasil.
 
Eduardo Dalefi em 22/06/2011 10:23:39
No meu ponto de vista a maneira mais eficiente de diminuir o numero de acidentes no transito são as campanhas educacionais. A prefeitura poderia usar exemplosque deram certo em todo o Brasil, cidades q conseguiram reduzir o numero de mortes no transito com programas educacionais. Aqui em Campo Grande quando encontramos um semafaro com sinal amarelo, o que fazemos? Claro, aceleramos. Quando chegamos em um cruzamento congestionado e temos a preferencial? Claro, não vamos perder a oportunidade de fechá-lo e congestionar um pouco mais o transito já caotico. E se o celular tocar? Melhor atender e dirigir ao mesmo tempo, nos brasileiros sempre conseguimos dar um jeitinho. Aguardar o sinal vermelho abrir? Para que, se podemos furá-lo. Andar na velocidade permitida? Não, melhor correr, assim gastamos mais combustivel, deixamos nosso transito mais perigoso e se tivermos sorte aumentaremos ainda mais as estatisticas de acidentes. É PREFEITO, ou você investe maciçamente em campanhas educativas ou continuaremos perdendo nosso entes queridos.
 
Eder Gonçalves em 22/06/2011 10:21:18
Casos de óbitos no trânsito de Campo Grande farão parte do nosso cotidiano. Ninguém tem interesse em solucionar a questão. Imagino que 'eles' até sabem as razões de todo esse caos que se instaurou nas vias de nossa capital. Se não sabem, eu digo:
1. O Detran/MS: O maior responsável pelo caos, pois 'habilita' a dirigir, quem na verdade não sabe. Vejo 'motoristas' penando ao volante simplesmente tentando estacionar, seja na rua ou simplesmente numa vaga de supermercado e ou shopping. Também, pessoas muito simples, sem noção da 'dinâmica' de trânsito, se atreve a pilotar uma moto tipo biz, sem qualificação para tal. O Detran teria que ser muito, mas muito rigoroso mesmo ao habilitar uma pessoa para pilotar moto. Percebo que 100% dos motoqueiros (inclui aí biz e as titãs da vida) não possuem conhecimento do trânsito em si, sobre faixa, velocidade, etc. Sabem 'apenas' acelerar a moto e não deixá-la cair. Esse tipo de motoqueiro, mais cedo ou mais tarde, vai morrer!!!, seja em acidente solitário, seja com outra moto ou carro.
2. Prefeitura de Campo Grande: é responsável pelo caos na medida que nao faz obras que poderiam minimizar as possibilidades de acidente. Não temos asfalto na cidade, apenas remendo. As ruas remendadas não possuem sinalização horizontal. Aqui as pessoas que 'administram' o trânsito desconhece a pintura determinando as faixas de rolamento. As principais avenidas de Campo Grande não possuem pintura. Os semáforos foram 'programados' pra oferecer onda vermelha. Aqui só se fala em velocidade, seja pelas 'otoridades', seja pela imprensa. Velocidade não é problema, quando se tem condições para isso. Também nem sei onde tem tanta velocidade por ai, se o fluxo de carros na cidade é 'amarrado'. Portanto, a PMCG tem sua parcela de culpa. Tem que colocar gente que tem capacidade para gerir algo tão complexo, como é o trânsito em nossa cidade.
3. Governo do Estado: Cadê a fiscalização da lei seca? Pergunte ao Secretário de Segurança se existe pelo menos UM 'bafômetro' hoje em operacionalização... Pergunte? Estão todos recolhidos há meses para aferição pelo Inmetro. Aqui neste estado e principalmente nesta cidade, tudo anda a passos de tartaruga de muleta. Aquilo que poderia ser feito em um dia, leva-se um mês. O que poderia ser feito em uma semana, leva-se Ano.
As 'obras' tocadas pela prefeitura que o digam... aproveitando o ensejo, quando será mesmo que vão concluir aquele pedacinho de asfalto na antiga Furnas e arrumar os buracos no corrego, na avenida Ernesto Geisel? to me referindo aqueles que estão perto do Guanandizão (estão há 4 anos e não há um vereador sequer a abrir a boca) e perto do Cabreúva..... Que Deus tenha piedade de nós. Amém.
 
Juvenal Coelho em 22/06/2011 10:11:29
Ivacir...mulher dedicada ao trabalho e a familia...esse transito assassino de campo grande tirou vc da sua luta.....sempre lutando...noq podemos ter esperanca de melhora.....
mulhe3r admiravel..... e dai nada pode se fazer.....e isso vai continuarrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr
va com Deus.....e fique com Deus q vc mereceeeeeeeeeeee..paz pra sua familia
 
margareth lopes em 22/06/2011 09:58:30
Infelismente no transito o que vele e o tamanho do veiculo,{quem podi mais chora menos} e não só naquela região, é na cidade inteira, moro proximo do local a 15 anos, e trabalho na 25 de dezembro no monte castelo, ela é sentido unico,{ bairro centro}, mas quando eu estava escrevendo este comentário, uma camionete virou sentido centro bairro, e foi embora sem se emportar com nada , e isso é mormal, já vi até camburão da policia fazer isso, caminhão de empressa, motoqueiro, esses dia até comentei com um colega de serviço que iria gravar e denunciar. O que ta faltando no transito é respeito é educação, não é só SINALIZAÇÃO.
 
MARIA QUINHONES em 22/06/2011 09:46:54
Por que será que eles morrem??? É engraçado como as autoridades de trânsito não se importam para as barbaridades cometidas por esses infratores de legislação de trânsito; acho até que é em razão da maioria deles também serem motoqueiros infratores.
Ora, eles ultrapassam mesmo quando tem faixa dupla contínua impedindo e, inclusive, nos cruzamentos; acham que têm mais pressa que os motoristas e, por isso, abusam na velocidade, passam no sinal vermelho, etc...
Sou a favor de mais lombadas eletrônicas, radares, olho vivo, camêras nas ruas para captar os absurdos cometidos no trânsito e de posse dessas informações, resolver um pouco os problemas, a começar pela prova prática ao volante e também uma nova prova prática para todos os motoristas quando da renovação da carteira.
 
Joaquim Guilherme em 22/06/2011 09:39:09
Os motoristas não respeitam a avenida marques de pombal , eles precisam entender oque é sentido preferêncial , nesse cruzamento onde ocorreu esse acindente existem 06 placas de pare e mesmo assim esses infelizes passam batido sem parar , este motorista invadiu a preferencial ocasionando a morte da motociclista. Cana nele.
 
Flávia Pacheco em 22/06/2011 09:38:42
Muita gente não tem condição de comprar um automóvel e opta pela moto,mas se formos analisar, SE É PROIBIDO TRAFEGAR COM UM AUTOMÓVEL SEM O CINTO DE SEGURANÇA, DEVERIA SER PROIBIDO ANDAR DE MOTO QUE É MUITO PIOR, sei que é radical a idéia, mas se as pessoas que sofrem acidentes com motos pudessem escolher depois de um acidente, com certeza topariam até andar a pé pelo resto da vida. Outra situação é a velocidade dos automóveis, deveriam alcançar somente a velocidade de 60Km/h, só poderiam ser velozes viaturas da polícia, bombeiros e ambulâncias , pq o melhor é andar devagar e sempre, do que ter pressa e morrer.
 
lucas figueiredo em 22/06/2011 09:38:36
Até quando ! Ontem um, hoje mais um. Está virando rotina... Ninguém se abala mais com essas mortes. Nossos condutores de veículos em geral, mas principalmente os de motos, precisam conscientizar-se que, por mais razão que tenham (e a morte não quer saber quem tem razão), DEVEM praticar uma direção defensiva o mais eficiente possível no trânsito, mas não é o que se vê ! O trânsito é cada vez mais caótico. A indústria automobilística bate recordes e recordes de produção e venda e número e tamanho das ruas permanecem iguais. Só esse fato deveria motivar os motociclistas (os habilitadas serão maioria???) para que se previnam mais nas ruas. De outra parte, o preparo deles deveria ser muito mais rigoroso do que é e muito mais psico-exigentes, já que não terão a proteção de um para-choques ou de uma estrutura metálica. Sem isso tudo e mais um pouco, infelizmente famílias continuarão chorando suas perdas.
 
Helois Braga em 22/06/2011 09:34:56
ow ivinha, que desastre, mais pode ficar sabendo que vc está bem melhor agora, agora vc vai dar o seu plantão no CTI Cardiorrespiratória ai no céu! TE amo do seu amigo DIFERENCIADO!
 
Talmir Nolasco em 22/06/2011 09:21:51
Ivinha do meu Coração, que desastre em, mas vc pode ter certeza q vc esta tranquila agora, livre de tudo! Agora vcê vai dar plantão NO CTI CArdiorrespiratória do no céu! te AMO, vc é mto kerida.
 
Talmir Nolasco em 22/06/2011 09:20:03
Precisamos urgente de um maior efetivo da AGETRAN para haver um rigor eficaz nas fiscalizações. Há 20 aprovados, que já fizeram o curso de formação no ano de 2010 prontos para serem chamados. Faltando apenas o aval do Sr. Prefeito....
 
FERNANDA COSTA SA E SILVA em 22/06/2011 08:53:56
Muita tristeza !!! mais uma vitima de acidente infelizmente esse é o cenário de campo grande!
 
maria rozalia em 22/06/2011 08:34:16
A Av. Marquês de Pombal se transformou em "pista de corrida". Motoristas inconsequentes transitam em alta velocidade, indo ou vindo dos conjuntos residenciais que foram criados recentemente (Dahma e outros). Some-se a isso a presença de grande número de pedestres, ciclistas e motociclistas.
 
Paulo Amaral em 22/06/2011 08:15:00
pois motociclista tem que ter mais atençao no transito ontem mesmo estava na rui barbosa com a seta ligada pra entrar pra direita es que vem um moto com uma pessoa na garupa quase encima da calçada e passa direto ,se eu entro ia bater nele ,eu sou motociclista tb ,pilotei por quase vinte anos em sao paulo e aqui em campo grande tem muitos cruzamentos e a maioria das pessoas de moto ou carro nao respeita as placas de preferençial ,prestes mais atençao ,senao muitos acidentes acontecerao ainda
 
sergio almeida em 22/06/2011 07:47:42
Ivacir, era nossa amiga...mulher, honrada e trabalhadora! Que Deus restaure a sua filha e conforte ela e sua família, no momento de dor! Amém.

Autoridades...conserte o trânsito de nossa Capital. Deixo uma sugestão: existe o IPTU dá Prêmios(município) e porque não IPVA dá prêmios(estado) para os condutores de veículos e profissionais do volante com ...ZERO... acidentes, multas e ou pontos na carteira(tanto pessoais quanto materiais)? Acredito que os índices seriam reduzidos...por favor Deputados deixem a hipocrisia, prepotência e avareza...façam algo para a população, peça sugestões, como esta. É, como não há preocupação com a população, evitar favorecimento é proibido, porém recolhimento é favorável: multas, cobranças de valores altíssimos de transferência de veículo, carteiras de habilitação(só falta propaganda PAGUE ANTES QUE MORRA!). Pura burríce...gasta-se mais em saúde e segurança. Aí, o governo depara com uma classe médica coorporativista assediada pelo seu órgão classista, que não interfere no profissionalismo de seus membros deixando-os a vontade:o ser(médico) e o social(população carente) e sendo a maioria desses membros gananciosos, que não honram seu juramento na hora de sua formatura, espezinham os menos favorecidos e exigem aumentos abusivos em seus salários, deixando a equipe que mais trabalha com salário ínfimo.Ex. Santa Casa.
 
FRANCISCO JOSÉ DA SILVA em 22/06/2011 06:45:23
É lamentavel ver todos os dias vidas serem interrompidas por falta de educação no Trânsito. De nada ainda a industria da multa. Multa não devolve vidas. As autoridades precisam se atentar para isso. Minha solidadriedade as famílias. Que Deus as abençõe.
 
Clemilda Silvério em 22/06/2011 05:26:50
Deve-se aplicar a lei e as punições cabíveis. Há pouca fiscalização, mas punição mesmo é perto de ZERO para acidentes de trânsito. Em outros países, caso a pessoa cause um acidente, ela fica impedida de dirigir pelo resto da vida, caso o juiz assim entenda. Muitas pessoas que tentam tirar carteira de motorista em outros países também recebem o atestado de "não apto" e não poderão dirigir. Afinal dirigir é um ato complexo e, como estamos podendo comprovar, muito perigoso se for feito incorretamente e sem atenção. Quantas pessoas perderam a carteira por dirigir embriagado? Nenhuma, pois isso não acontece. Paga-se a multa e pronto. Se uma pessoa causa um acidente e está embriagada ou falando ao celular, sua carteira deveria ser apreendida / cassada, dependendo da gravidade, indefinidamente.
 
Rodolpho Lemos em 22/06/2011 05:24:46
Acho interessante as pessoas criticarem os motociclistas..Existem muitos motoristas que não possuem CNH e tão pouco respeito e educação.
Em todos os casos existem exceções...
 
Greziela Soares Cabral em 22/06/2011 03:11:35
Podem ser atribuidas muitas coisas para o aumento do número de acidentes na cidade morena, como ja foi dito por outras pessoas, falta EDUCAÇÃO, CORTESIA, GENTILEZA.
Não adianta cobrar fiscalização, a fiscalização tem que sair de nos mesmos, ver que tem pais,mães e filhos nos outros veículos. Vc atropela uma pessoa e dilacera uma família inteira!!!!
Porque não pegam as pessoas que estão internadas na santa casa (!) por causa de acidentes e não filmam depoimentos do que aconteceu com as vidas delas e por causa do que? Não tem so motoristas abusados, tem motoqueiros que pensam que tem 7 vidas e por aí vai, vamos pensar no proximo!!!!
 
Francisco Neres em 22/06/2011 03:09:49
Meus pesamos a familia da Ivacir. minha grande amiga, uma mulher batalhadora, corajosa que nunca mediu esforço para trabalhar e ajudar quem precisava, mas nossa capital esta muito violenta, os menores sempre serao esmagados, so tem uma pessoa que pode nos ajudar JESUS. Cuide bem desta filha amada qdo receber, para nos so ficara uma GRANDE saudade eterna.
 
ana clemencia em 22/06/2011 02:53:09
Até quando iremos ver, mães, pais,filhos amigos, perderem a vida neste transito de Campo Grande, será que as autoridades só querem multar e não educar. Que o Senhor JESUS CRISTO, possa amparar essas familias com o seu Manto Sagrado
 
Edmundo Pereira em 22/06/2011 02:29:47
Moro nesta região e a cada dia fico assustada com o trânsito da Av.Marques de Lavradio como pode uma rua dessa ser 2 mãos ? ali trafega caminhões pesados, carros de passeio em alta velocidade e nesta Rua existe 3 condominíos, impossível de andar nas calçadas umas estreitas e com mato, outras largas com buracos ou com estacionamento de carros, vc corre o risco de ser atropelada, existe estabelecimento de lanchonete que o proprietário coloca cadeiras e impede que existe trânsito com animais e as vezes chega ameaçar.Nesta rua precisa morrer um a cada dia para as autoridades acordarem, não temos semáforos, e a única lombada que temos é tão baixa que nem faz diferença. Por favor Detran, Agetran autoridades olhem por nós.
 
Elizabeth Ferreira em 22/06/2011 01:47:24
O que falta nos motoristas de Campo Grande é EDUCAÇÃO e GENTILEZA, há uma concorrência em quem chega "primeiro" e resulta em todas essas notícias tristes que vemos.
 
Rozi Oliveira em 22/06/2011 01:18:30
PESSOAL É MUITO FACIL CRITICA GOVERNOS, SIM NOSSOS GOVERNANTES TEM RESPONSABILIADE A SEREM APURADOS, MAS NOS CONDUTORES QUE VIVEMOS COM PREÇA, MUITOS FURAM SINAIS, NÃO RESPEITAM A SINALIZAÇÃO CORRETA, OU O LIMITE DA VIA AUTORIZADO, O QUE PRECISAMOS PRIMEIRO E TERMOS EDUCAÇÃO NO TRANSITO, PRIMEIRO QUE PRATICAMENTO TODOS NOS DA POPULAÇÃO DE CAMPO GRANDE NÃO TEMOS EDUCAÇÃO, VAMOS ACORDAR PRIMEIRO TEMOS QUE FAZER NOSSA PARTE E DEPOIS COBRAR DAS AUTORIDADES COMPETENTE.
 
Max Freitas em 22/06/2011 01:17:42
É bom que antes de alguem criticar o motociclista saiba que a moto é um meio de transporte legal.e ademais pratico para a vida moderna,que diz oufala de moto ou motociclita com toda a certeza é um disinformado ou mais um desses babacas de carrões de luxo que andam pela nossa Cidade como se a rua fossem deles! é um babaca! o transito é de todos ´´e para todos,o transito somos todos os que usam a via pública para se deslocarem,para trabalharem,se locomoverem. Inclusive o transito de animais a carroça mesmo, o carro de boi.En~tão se BABACA EDUARDO DALEFI, quando for dar a opinião faça o favor de respeitar TODOS E QUALQUER TIO DE TRASPORTE. ATÉ AS CARROÇAS.Obrigado.
 
mario rodrigues monteiro em 22/06/2011 01:03:12
imagem transparente

Desenvolvido por Idalus Internet Solutions