A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 28 de Novembro de 2014

06/02/2013 08:53

Volta às aulas na Reme é em clima de tensão entre pais e alunos

Ano letivo começa sem kits escolares para estudante e faltando merendeiras em escolas

Paula Vitorino e Luciana Brazil
Ano letivo começa em meio a clima de apreensão. (Foto: Simão Nogueira)Ano letivo começa em meio a clima de apreensão. (Foto: Simão Nogueira)
Mãe de aluno, Janaína espera que haja solução para falta de profissionais para fazer a merenda. (Fotos: Simão Nogueira)Mãe de aluno, Janaína espera que haja solução para falta de profissionais para fazer a merenda. (Fotos: Simão Nogueira)

No primeiro dia de aula das escolas municipais, o clima é de tensão entre pais e alunos, que estão preocupados com ano letivo. A insegurança é principalmente em relação aos kits escolares, que não foram entregues, e à merenda, devido a falta de profissionais para prepararar a alimentação em algumas escolas.

Veja Mais
Clima é de apreensão nas escolas da Reme para volta às aulas
Trabalhadores do CCZ participam de ação para prevenção do câncer de próstata

Na Escola Municipal Arlindo Lima, a avó de um estudante de 5 anos, Lilian Marília de Godói, 53 anos, foi sucinta: “Não aceito escola sem merendeira”. Ela afirma que o neto foi retirado da escola particular e levado para a municipal com expectativa de que fossem oferecidos os materiais, merenda e um ensino de qualidade.

A mãe, Josi Cordelino, de 36 anos, espera que a filha tenha merenda no recreio. “Se não tiver merendeira, acredito que a diretora deve dar um jeito”, diz. Mas enquanto isso, fica preocupada. “Só vou sabe no final da aula”, diz.

Com a notícia de que o kit escolar não entregue, a maioria dos pais que conversou com a reportagem disse que já comprou os materiais. “Comprei porque sei que vai demorar, mas tem muita gente que não tem condições de comprar e o filho vai ficar sem material até receber da escola”, diz Janaina de Brito, de 28 anos.

 

A funcionária pública Ylka de Oliveira, de 44 anos, diz que essa não é a primeira vez que gasta com o kit. A filha dela estuda há 4 anos na escola e Ilka diz que a entrega dos materiais sempre atrasa.

A licitação para aquisição dos materiais, aberta na administração passada, foi suspensa pelo prefeito Alcides Bernal (PP). Ontem ele se limitou a dizer que os materiais serão entregues, mas não deu prazo.

São 85 escolas municipais na área urbana e nove na zona rural, onde estudam mais de 82 mil alunos.

Membros da ACP (Sindicato Campo-grandense de Profissionais da Educação Pública) estiveram reunidos nessa semana para discutir o assunto. Segundo o presidente, Geraldo Alves Gonçalves, a situação atrapalha o andamento da rotina escolar.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Servidores Municipais, Jorge Tabosa, faltam técnicos administrativos, merendereiras e monitores de aluno na Rede Municipal de Ensino. O déficit é de 250 profissionais, segundo a estimativa dos sindicatos.

A Prefeitura não informou como pretende resolver a situação.

Veja Também
Trabalhadores do CCZ participam de ação para prevenção do câncer de próstata
Em ações alusivas à campanha Novembro Azul, mais de 100 trabalhadores do CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) e CCEV (Coordenadoria de Controle de En...
Campo Grande não consegue cumprir meta e vacina 57% contra a poliomielite
Em 19 dias de campanha, Campo Grande não conseguiu atingir a meta de vacinar 54.155 mil crianças contra a poliomielite, o que representa 95%. De acor...


Vocês estão reclamando de barriga cheia, Bernal vai PESSOALMENTE na escola entregar os kits para TODOS os alunos. Merendeira não falta, comida sempre boa, não temos reclamações a fazer. Arlindo Lima é uma das melhores escolas, com ensino de qualidade portanto parem de reclamar se vocês não sabem do que estão falando. Aqui vai a opinião de uma das estudantes do colégio ;)
 
Helena Benitez em 08/02/2013 17:50:01
Bom...os menos favorecidos votaram em massa no Bernal, infelizmente, que mais vão sofrer são eles agora. Que Deus abençoe todos!
 
Liane mendes em 06/02/2013 16:07:57
muitos pais querem so jogar seus filhos nas costas dos professores e administradores nao se esquesan que os pais tb soa responsaveis pelos seus filhos a educaçao começa em casa
 
erick silva em 06/02/2013 14:48:37
Atraso de material todo ano teve, não só na rede municipal como na estadual também. Agora falta de merenda é uma questão bem mais seria. Séria para as crianças que realmente precisam e não para dona Lilian Marília que tem condições de pagar escola particular mas não para comprar um pão com presunto para o neto levar. E outra, quem não tem condiçoes de comprar um pão com presunto? Como dizia aquela música dos titãs.A gente não quer só comida. A gente quer comida. Diversão e arte!
 
Guilherme Porfirio em 06/02/2013 14:12:54
Infelizmente isso está acontecendo, falta de merenda, falta de kits, falta de comprometimento, falta de responsabilidade , descaso, mas.... votaram neles,(tem mais atrás do Bernal), agora não adianta reclamar. Agora muitos dizem ao serem indagados ; _ EU NÃO VOTEI NO BERNAL, NÃO CONHEÇO NINGUÉM QUE VOTOU NELE...
 
Patricia Cabreira em 06/02/2013 14:11:20
E o Bernal ? deixou as criancinhas sem material..... kkkkkkkkkkkk tai a mudança !! Primeiro Pessoas !! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
 
Henrique Oliveira em 06/02/2013 13:12:27
A população merece o prefeito que tem. Tava na cara que ele ia dar nisso.
Quiseram mudança mas não souberam fazer. Chhhuuuuuuupppppaaaaa campograndenses que não sabem votar.

 
Carlos Fernandes em 06/02/2013 13:08:29
Não pergunto e o Bernal? Pergunto porque merendeiras e outros profissionais eram tercerizados na administração anterior. O erro do Bernal talvez, talvez tenha sido deixar para a última hora para resolver, ou seja, convocar os concursados, afinal para que serveria os concursos que teve anos anteriores e na adm passada? Para com a taxa cobrada pela inscrição ir para o bolso de alguém ? Porque não foram convocados quando fizeram o concurso e tiraram o pessoal terceirizadao. Então não venham culpar cem por cento a adm atual que só está começando, e acertando em outros fatores como por exemplo, a questão da saúde que por causa da epidemia da dengue está fazendo com que outros setores tenham que esperar...acredito que tudo será resolvido, afinal todo começo é meio dificil.
 
ADEMIR VENTURA em 06/02/2013 12:53:40
Sou professora da REME e NUNCA vi materiais e nem uniformes serem entregues antes de uns 15 ou 20 dias úteis de aulas!
Me poupem!
Bernal tá agindo corretamente, só falta mudar a administração das escolas e Ceinfs.
 
Ana Maria Ribeiro em 06/02/2013 12:29:30
quero só ver se bernal vai assumir que errou.e voltar atras e consertar as cacas feitas ate agora .chega de dengue e cuida da educação né.
 
SANDRA BRITES DE OLIVEIRA em 06/02/2013 12:21:25
FICO MUITO TRISTE COM ESSES QUE FALAM MAL DO NOSSO PREFEITO.
CALMA MINHA GENTE ELE SÓ ESTA UM POUCO MAS DE UM MES NO COMANDO.
OS ANTIGOS TAMBEM TIVERAM OS MESMO PROBLEMAS E CONSEGUIRAM RESOLVER. NÃO VAI SER ELE QUE NÃO VAI CONSEGUIR.
UM GRANDE ABRAÇO A TODOS QUE PENSEM MAL.
 
fabio de melo em 06/02/2013 12:19:29
Existe entre os comentaristas a maioria é claro, que pensa que as coisas acontece como toque de majica. O novo prefeito tem sua politica de administrar diferente e pode concordar com que foi feito no final da administração do Nelsinho e querer algumas mudanças. É muito cedo ainda. Deixa o Bernal colocar primeiro o trem nos trilhos lembrando que agora tudo é festa, e o ano novo de verdade só decola depois do carnaval. Enquanto isso vamos festejar a posse do Renan Calheiros em Brasilia.
 
Ito Ribeiro Malta em 06/02/2013 12:14:20
É triste vermos essa situação em uma das coisas que antes estava organizada aqui em CG, como a educação. Havia ao menos o comprometimento com as crianças, uniformes e materiais podiam demorar uns dias mas ao menos tinha prazo de entrega, merenda então, não faltava... logo merenda que sabemos que tantas crianças a tem como uma das principais refeições por quê os pais infelizmente não tem muita condição!
Tudo bem que seja começo de mandato, mas isso não é desculpa para o descaso com a população e principalmente, com as crianças!
 
Alexa Lopes em 06/02/2013 12:11:49
Como disse a funcionária pública Ylka de Oliveira, de 44 anos, que essa não é a primeira vez que gasta com o kit escolar, minha entiada também não recebeu e várias outras mães minhas conhecidas, sempre foi assim, começa as aulas e os alunos só recebem os materiais em abril. Só porque mudou o prefeito já estão cruscificando o mesmo, mas acho melhor ver bem de perto estes preços que estavam sendo vendido esses materiais, pois um lápis preto custar R$6,00 é demais....vcs não acham?
Isso mesmo BERNAL nova licitação é muito bem vinda, assim como a confecção dos unifornes escolares.
 
Cleuza Souza em 06/02/2013 11:27:33
Como era mesmo o discurso....Valorização do profissional da educação, saúde, do cidadão etc.......??
 
Regina Cavalcanti em 06/02/2013 10:52:08
e agora Bernal ??? como vai ficar... antes jogar pedra na vidraça era fácil né ??? e agora que você é a vidraça...... e o Bernal ? cancelou a licitação dos kits.....
 
Henrique Oliveira em 06/02/2013 10:37:07
Caro Bernal, é claro e notório a pressão dos "urubulinos" sobre você. Tenha fé em Deus, mantenha a calma e continue seu trabalho, Companheiro! Abraço.
 
wilmar cristovão em 06/02/2013 10:29:12
Bernal, vc foi vereador, deputado estadual, através do seu programa criticava as ações da prefeitura e estado, vc foi eleito em out-12 - até agora nada é feito apenas jogando os problemas ao ex-prefeito. Com essa atitude percebe-se como vereador era parasita, pior como deputado, ou seja, não entende nada, não faz, não tem projeto nenhum, passaremos + 4 anos com oito anos de atraso, totalizando 12 anos de regressão em Campo Grande, tudo o que acontece na prefeitura, a camara municipal percebe(atos e fatos), como vc e parasita não percebeu, porque não entende absolutamente nada. Que pena, qdo chegara o progresso a nossa capital? Trabalho dinamico dos homens públicos.

 
Guilherme Filho em 06/02/2013 09:50:23
E o Bernal ???
O que ele diz sobre isso ???
 
Wanderson Nunes Dias em 06/02/2013 09:48:16
E o Bernal???
 
Zaqueu dos Santos da Silva em 06/02/2013 09:36:36
Antes era somente os funcionários publicos que estavam reclamando hoje são os pais dos alunos....Vale lembrar que muitas crianças vão para escola somente pela merenda, e não tem dinheiro nem para comprar roupa ou material escolar para seus filhos irem para a escola....Será que nosso prefeito acha que ficar correndo atrás do mosquito da dengue irá durar para sempre.....kkkkkk Agora quero ver o nosso Deputado Picarelli falar no programa dele para os pais que os alunos não tem merenda terem calma!!! Falar para quem precisa de dinheiro e de comida ter calma é fácil, já que o dele cai todo mes certinho na conta, e não é pouco que todos nós sabemos quanto um deputado ganha...
 
Lia da Silva em 06/02/2013 09:27:52
Infelizmente a população de Campo Grande se equivocaram querendo mudança...terão que aguentar calados....pra governar Campo Grande tem que ter experiencia adminstrativa, mas quiseram um locutor de rádio, invés de pessoas que já tinha uma certa experiencia ...por quê então não votaram mo Azambuja?? Que já tem uma bagagem de experiencia publica.
 
Angela Regina Taveira em 06/02/2013 09:17:09
E O BERNAL ?
 
CRISTIANE FERREIRA em 06/02/2013 09:16:43
imagem transparente

Desenvolvido por Idalus Internet Solutions