A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

17/11/2014 11:54

Após 3 dias desaparecido, professor agradece preocupação no Facebook

Priscilla Peres

O professor de Educação Física, Marcelo Barbosa Alves, 27, que estava desaparecido desde a tarde de sexta-feira (14) voltou para casa nesta segunda-feira (17) e avisou aos amigos e familiares, via facebook, que está bem. Ele mora no Assentamento Itamarati, localizado próximo à cidade de Ponta Porã, a 348 quilômetros de Campo Grande.

Veja Mais
Professor está desaparecido há 36h, após sair de casa para comprar celular
Carreta da Justiça realiza 368 atendimentos na terceira etapa do projeto

No facebook, ele agradeceu a preocupação mas não deu detalhes sobre seu paradeiro durante o fim de semana. O post diz "Aos amigos que se preocuparam com a minha falta de comunicação, em primeiro lugar gostara de agradecer a todos, e avisar que estou em casa e passo bem. Posso contar mais detalhes só para quem me pagar um chopp gelado. obrigado mesmo".

Conforme boletim de ocorrência, ele saiu por volta de 12h de sexta-feira para ir comprar um celular e retirar documentos no Forúm de Ponta Porã. Logo após, ele não foi mais visto até hoje.

A professora Rosimeire da Silva, 47, amiga de Marcelo disse que seus familiares moram em Campo Grande e foram para Ponta Porã para prestar apoio à esposa e aos filhos dele, de 3 e 6 anos, e também para ajudar nas buscas.

O professor dá aulas na Escola Estadual Nova Itamarati, localizada dentro do assentamento. Faz um ano que ele começou a trabalhar no local.

Carreta da Justiça realiza 368 atendimentos na terceira etapa do projeto
Em oito dias de atendimentos da Carreta da Justiça em Taquarussu - município localizado a 332 km de Campo Grande -, o projeto do TJ-MS (Tribunal de J...
Sidrolândia comemora aniversário com 'balada cristã' e jogos do Operário
Sidrolândia - cidade localizada a 71 km de Campo Grande - completa no domingo (11) 63 anos de emancipação e vai receber várias atrações para comemora...



Já percebi que aqui no nosso estado acontece muito disso, das pessoas sumirem sem avisar ninguém e ficar incomunicáveis, fazendo com isso que as pessoas que se importam gastem dinheiro viajando para procurar, avisam a policia, colocam no jornal, enfim, fazem o que qualquer família realmente preocupada faria, mas nos últimos 5 casos que vi sobre sumiço, a pessoa reaparece uns dias depois e ainda acham ruim das pessoas procurarem, eu não sei a solução para isso pois quando o caso é realmente sério, a pessoa sumida não vai receber a atenção que precisa pois na maioria das vezes eles reaparecem e o caso simplesmente não passa de uma saída inconsequente da pessoa que se lixa para os outros, assim fica difícil, pois a pessoa sumida tb não pediu para que a procurassem.
 
Max em 17/11/2014 16:15:40
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions