A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

18/09/2015 09:21

Bancários atrasam em uma hora abertura de agência do BB

Helio de Freitas, de Dourados
Liderados por sindicato, bancários protestam em frente à agência do Banco do Brasil na Marcelino Pires (Foto: Divulgação)Liderados por sindicato, bancários protestam em frente à agência do Banco do Brasil na Marcelino Pires (Foto: Divulgação)

Em protesto nacional pela contratação de mais funcionários para os bancos públicos, bancários liderados pelo sindicato da categoria protestam nesta sexta-feira na agência do Banco do Brasil na Avenida Marcelino Pires, Centro de Dourados, cidade a 233 km de Campo Grande.

Veja Mais
Em dia de luta, bancários retardam abertura da agência do Itaú em 60min
Bancários lançam campanha salarial e retardam abertura de três agências

De acordo com o diretor de comunicação da entidade, Joacir Rodrigues, a abertura da agência será retardada em uma hora e o banco só começa a atender o público às 11h.

Segundo ele, as manifestações acontecem em todo o país no mesmo dia em que as direções do Banco do Brasil e da Caixa Federal sentam à mesa de negociações para discutir, entre outras demandas, as contratações.

“A situação nas agências dos bancos públicos é precária. Nem parece que as empresas têm um papel social a cumprir. A sobrecarga é demais, sem falar na pressão por metas e no assédio moral”, afirma o sindicalista. O movimento de hoje, segundo ele, é para cobrar “dignidade no trabalho”.

Conforme o sindicato dos bancários, na Caixa Econômica Federal, três mil empregados aderiram ao PAA (Plano de Apoio à Aposentadoria), 1.961 postos foram reduzidos de janeiro a junho de 2015 e duas contratações previstas em acordo coletivo mais a reposição das perdas referentes ao PAA ainda não foram feitas.

No Banco do Brasil foram cinco mil vagas deixadas pelo PAI (Plano de Aposentadoria Incentivada). O sindicato aponta “caos” no setor de caixa, por falta de pessoal. “Vale lembrar que enquanto os bancos não contratam, milhares de concursados ficam à espera de convocação. Quem paga essa conta são os funcionários, os clientes e usuários das duas instituições”.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions