A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

29/10/2014 13:00

Bombeiros encontram corpo de ex-jogador de futebol no Rio Paraguai

Caroline Maldonado
Amigos e familiares acompanharam o resgate do corpo (Foto: Diário Corumbaense)Amigos e familiares acompanharam o resgate do corpo (Foto: Diário Corumbaense)

Foi encontrado, hoje (29), no Rio Paraguai o corpo de Marcos Martins Navarro, de 51 anos, que estava desaparecido ontem após se jogar na água para se proteger de um ataque de abelhas, enquanto pescava com o genro e a filha, que foram resgatados com vida.

Veja Mais
Bombeiros intensificam buscas no Rio Paraguai para localizar homem desaparecido
Homem desaparece no rio Paraguai após tentar fugir de ataque de abelhas

Emocionado, amigos e familiares do ex-jogador de futebol de salão, conhecido como “Abobrinha”, acompanhou o resgate do corpo no fim desta manhã, no Porto Geral de Corumbá, segundo o jornal Diário Corumbaense.

No dia do ataque das abelhas, a filha Adriana Navarro e o genro Alessandro Palmeiras Santos, foram resgatados e encaminhados ao pronto-socorro, onde receberam atendimento médico e apresentavam várias picadas no rosto e no corpo.Os três caíram na água para escapar do ataque, próximo a região do Tagiloma. Depois disso, Abobrinha não foi mais visto.

A procura por Marcos se estendeu até às 20 horas de ontem pelo Corpo de Bombeiros e foi retomada hoje pela manhã. As buscas mobilizaram também a Marinha, amigos e familiares de Marcos. Conforme o Diário Corumbaense, por volta das 10h, militares que estavam no navio-patrulha Penedo, viram o corpo boiando, preso a camalotes, a uns 20 metros de onde ocorreu o desaparecimento.

Uma embarcação da Capitania Fluvial do Pantanal trouxe o corpo até o Porto Geral, que em seguida foi encaminhado para o IML (Instituto Médico Legal), para realização de exame que vai confirmar se a morte foi por afogamento ou pelas picadas das abelhas.

Ainda segundo o jornal, após a liberação do corpo pelo IML, o velório será na Capela Cristo Rei, na Rua Major Gama entre a Dom Aquino e 13 de Junho. O sepultamento está previsto para esta quinta-feira no Cemitério Santa Cruz, em horário a ser confirmado.

Marcos era apaixonado por pesca e alguns amigos disseram ao jornal Diário Corumbaense que ele morreu fazendo o que mais gostava. “Ele era um cara legal, tranquilo e brincalhão. A gente se divertiu muito nas pescarias que era a paixão dele. Mas, infelizmente aconteceu isso”, lamentou Wilson Araújo Junior, 36 anos.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions