A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

01/08/2015 12:24

Caixa é acusada de furtar R$ 35 mil de loja durante seis meses

Antonio Marques

O proprietário de uma loja de materiais de construção em Nova Andradina denunciou na tarde dessa sexta-feira, 31, na 1ª Delegacia de Polícia Civil da cidade, a operadora de caixa Janaine Silva do Santos, 20 anos, por furtar R$ 35 mil da empresa nos últimos seis meses.

Veja Mais
Europeus querem boicote à soja por genocídio indígena, diz deputado
Corpo encontrado em rio é de trabalhador que desapareceu no domingo

Conforme a ocorrência policial, o dono loja contou que mulher trabalhava no local há três anos e que neste período foi construído vínculo de confiança, pois ela teria sido indicada pelo avô, Antonio dos Santos, funcionário do estabelecimento há mais de anos. Janine dos Santos fazia os recebimentos dos créditos da empresa e recebia um salário de R$ 1.000,00 mensais.

No entanto, relatou o proprietário à polícia, que, nos últimos oito meses, teria notado que havia uma diferença negativa nos valores correspondentes ao caixa de Janaine, que as vezes fechada o caixa com R$ 7 mil, R$ 10 mil ou R$ 15 mil. Com o dinheiro, ela entregava uma anotação com o valor repassado, que posteriormente era conferido. Porém, antes de conferir o numerário e aproveitando momento que ele saía da loja, a funcionária entrava em sua sala e trocava a anotação de modo a coincidir com o relatório eletrônico gerado pelo caixa.

Ainda segundo o empresário, com o tempo foi percebido a diferença no caixa e desconfiou da funcionária. Diante das suspeitas, nesta sexta-feira (31), ele teria questionado Janaine dos Santos, que teria confessado a prática criminosa, dizendo que havia subtraído R$ 35 mil e explicado os detalhes como fazia para ficar com o dinheiro, conforme relatado ao delegado.

Com a confissão da funcionária, o patrão a conduziu até a Delegacia de Polícia. Ao delegado, Janaine teria confessado que vinha furtando a loja há seis meses. Após ser ouvida, a denunciada foi liberada e vai responder o processo judicial pelo crime de furto qualificado com abuso de confiança.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions