A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

16/03/2014 08:42

Caminhoneiro é morto com seis tiros depois de discutir com motociclista

Viviane Oliveira
Valtecir morreu no local do crime. O autor dos disparos ainda não foi localizado pela Polícia.  (Foto: Cido Costa)Valtecir morreu no local do crime. O autor dos disparos ainda não foi localizado pela Polícia. (Foto: Cido Costa)

Um caminhoneiro de 41 anos foi assassinado com seis tiros na madrugada deste domingo, em Dourados, distante 233 quilômetros de Campo Grande. Valtecir da Rocha Ferreira morreu no local do crime.

Veja Mais
Polícia desarticula “família do tráfico” que mandava droga para Goiás
Sem salário e 13º, enfermeiros de hospital particular iniciam greve dia 12

De acordo com o site Dourados Agora, o crime aconteceu no estacionamento do posto da Base às margens da BR-163, entrada do município. O local é ponto de parada para dezenas de caminhoneiro que passa pela cidade.

Para o site, testemunhas disseram que por volta das 22h30 de ontem um motociclista, identificado por Maicon, chegou no local e passou a percorrer entre as carretas. O escapamento da moto fazia muito barulho e acabou acordando os caminhoneiros que dormiam nos veículos.

Por conta disso, Valtecir o outro colega caminhoneiro, foram tirar satisfações com motociclista. Houve uma confusão, mas o motociclista deixou o local.

Depois de um tempo, Maicon retornou ao local e teria batido na porta da carreta bitrem Volvo de Valtecir, para acordá-lo. Ele abriu a porta, desceu do veículo e foi atingido por seis tiros.

Segundo o site, foram dois tiros no peito e um na barriga, nas costas, no braço e na nuca. A Polícia procura agora pelo acusado, que após o crime fugiu em uma moto Hornet, de cor preta.




Mas a policia de Dourados é a pior do estado, nem em Ponta Porã, cuja fronteira resume-se a atravessar a rua, tem tanto homicidio como em Dourados, ali tem uma máfia sem fim, tem que vir alguem muito bom e sem medo de morrer pra mudar a policia daquela area.
 
maximiliano rodrigo antonio nahas em 17/03/2014 10:22:45
O erro começa aí: parece não haver fiscalização. Em Dourados, principalmente nos fins de semana, mesmo de madrugada, carros e motos fazem barulho pra aborrecer a vizinhança. Algumas motocicletas parecem liquidificadores: fazem barulho e não saem do lugar. Muitos carros circulam com aparelhos de som ligados sem que haja música de verdade. Só se ouve um "tuntuntum" sem sentido e sem melodia, que balança as janelas das casas e tira o sossego das pessoas. Se alguém for reclamar, dá nisso: briga, tiro, morte. Não seria melhor fazer cumprir a Lei do Silêncio?
 
Warley Ezequiel da Silva em 16/03/2014 10:22:09
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions