A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

03/04/2014 17:27

Casal que desapareceu em Aquidauana ainda não foi encontrado

Mariana Lopes
Amanda e Agnaldo estão desaparecidos desde o dia 24 de janeiro (Foto: Arquivo pessoal)Amanda e Agnaldo estão desaparecidos desde o dia 24 de janeiro (Foto: Arquivo pessoal)

O casal Amanda Galhardo, 15 anos, e Agnaldo de Oliveira Silva Júnior, 20 anos, que desapareceu no dia 24 de janeiro, em uma estrada perto de Taboco, distrito a 50 quilômetros de Aquidauana, continua desaparecido. Sem pista alguma, o caso se tornou um mistério para a polícia.

Veja Mais
Após 24 dias, Polícia não tem pistas de soldado e menina desaparecidos
Casal desaparece em estrada perto de Taboco após pneu de moto furar

De acordo com o delegado titular da 1ª Delegacia de Aquidauana, Mario Donizete Ferraz de Queiroz, a polícia fez buscas por toda a região e ouviu várias pessoas que faziam parte do convívio do casal. Porém, não há nenhuma testemunha do desaparecimento.

O caso está sendo investigado pelo Núcleo de Inteligência, Investigação e Capturas da Polícia Civil de Aquidauana, que solicitou a quebra de sigilo telefônico e bancário. Segundo o delegado, não houve nenhuma movimentação na canta do rapaz desde o dia o desaparecimento. E a última ligação também foi feita no dia que o casal sumiu.

“É um mistério, não há nenhuma informação que dê um norte para a investigação”, destaca o delegado Mario Donizete.

O desaparecimento dos dois afetou toda a família deles. Ana Paula Galhardo, 36 anos, mãe da Amanda, conta que está evitando até sair de casa por causa do falatório que foi gerado na cidade. “Eu saio na rua e as pessoas ficam perguntando, sai boato, e isso não está me fazendo bem, até disse ao meu marido que acho que estou ficando louca”, desabafa a mulher.

Em fevereiro, quando completou um mês do desaparecimento do casal, foi o aniversário de Ana Paula, mas a data não teve a mesma graça dos anos anteriores. “É muito ruim sem os dois, mas a angustia maior é não saber o que aconteceu com eles”, relata a mãe de Amanda.

Segundo Ana Paula, Amanda e Agnaldo tinham dois anos de namoro e se davam super bem, tanto entre eles quanto com a família de ambos. “Não tenho nem noção do que aconteceu, falamos pela última vez com a polícia na semana passada e não tinha novidade sobre o caso”, diz Ana Paula.

Caso – Amanda e Agnaldo saíram de Anastácio no meio da tarde de uma sexta-feira para ir a uma fazenda da tia do rapaz, que fica próxima a Taboco. Por volta das 15h20, ele ligou para a mãe avisando que o pneu da moto havia furado e eles voltariam para a cidade empurrando o veículo.

Porém, como os dois não chegavam, a família resolveu ir atrás do casal, mas não encontrou os jovens. Testemunhas disseram que viram os dois empurrando a moto com o pneu furado a mais ou menos 22 quilômetros de Anastácio, na estrada que vai para Taboco.

O casal foi visto pela última vez às 17h, por uma mulher de outra fazenda. Segundo ela, os dois empurravam a moto em meio a uma comitiva de boiadeiro.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions