A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

26/09/2014 13:15

Cidade de onde saíram vítimas em naufrágio decreta luto de 5 dias

Liana Feitosa
Buscam reiniciaram na manhã de hoje. (Foto: Marcelo Calazans)Buscam reiniciaram na manhã de hoje. (Foto: Marcelo Calazans)

O prefeito José Carlos Peres (PDT), de Alvorada do Sul, a 471 km de Curitiba, decretou luto oficial de cinco dias no município devido à morte de moradores da cidade no naufrágio de um barco-hotel em Porto Murtinho, no Rio Paraguai.

Veja Mais
Pistoleiro executa morador em acerto de tráfico de drogas na fronteira
Boliviana indiciada após tragédia com voo da Chape pede refúgio em MS

De acordo com a nota oficial divulgada pela prefeitura, o agricultor Antonio Moacir Pontelo e Leandro Donizete Alves, que era ex-vereador de Toledo (PR), são de famílias tradicionais da região, fundadoras do município. A prefeitura está fechada e apenas o setor de saúde e de limpeza pública estão de plantão.

Segundo o jornal Odiário.com, de Londrina (PR), o corpo de Antonio Moacir chegará em Alvorada do Sul hoje à tarde (26) e o velório será no salão paroquial da cidade. Apesar de ser morador de Londrina, Leandro Donizete Alves será enterrado em Alvorada do Sul porque os pais dele são fundadores da cidade e estão sepultados no município.

"A cidade está bem triste, infelizmente as notícias não são das melhores, temos vários amigos nossos ainda desaparecidos. São agricultores, comerciantes da cidade, conhecemos todos, sou amigo de infância de alguns. Estamos conversando com as famílias e dando todo nosso apoio no que a gente pode, emocionalmente", contou o prefeito ao jornal hoje.

Até o momento, cinco corpos foram encontrados: Leandro Donizete Alves, Antonio Moacir Pontelo, Sidinei Romano, Manuel Coelho Siena e Eloy Müller. Ao todo, 27 pessoas estavam no barco, sendo que 11 eram tripulantes paraguaios e, 16, turistas. Com vida, foram encontradas 13 pessoas e 9 estão desaparecidas.

Boliviana indiciada após tragédia com voo da Chape pede refúgio em MS
A boliviana Celia Castedo Monasterio, indiciada pelo Ministério Público de seu país por ter autorizado o plano de voo da Chapecoense, com saída em Sa...
Hospital Universitário de Dourados alerta para golpe do falso médico
Falso médico estaria agindo em nome do HU-UFGD (Hospital Universitário da Universidade Federal da Grande Dourados) e nesta segunda-feira entrou em co...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions