A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

18/06/2015 12:25

Em LDO, Hashioka projeta crescimento de 12% no orçamento de 2016

Helio de Freitas, de Dourados
Roberto Hashioka disse que LDO projeta crescimento de receita em 2016 no município de Nova Andradina (Foto: Divulgação)Roberto Hashioka disse que LDO projeta crescimento de receita em 2016 no município de Nova Andradina (Foto: Divulgação)

A prefeitura de Nova Andradina, cidade a 400 km de Campo Grande, enviou à Câmara de Vereadores o projeto da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) para o exercício financeiro de 2016, prevendo crescimento de 12,07% em relação à estimativa para 2015. A medida antecede a elaboração da Lei Orçamentária Anual.

Veja Mais
Aeroportos de Naviraí e Nova Andradina incluídos em pacote de investimentos
Hashioka anuncia retomada das obras do centro de convenções

De acordo com o prefeito Roberto Hashioka (PMDB), a LDO proposta pelo Executivo projeta receita de R$ 169,3 milhões para 2016, contra pouco mais de R$ 151 milhões previstos para este ano. O projeto foi elaborado pelas secretarias de Finanças e Gestão e de Planejamento e Controle.

“Os demonstrativos dão conta de crescimento uniforme das receitas e sua compatibilização com a programação se fundamenta em planejamento técnico capaz de assegurar uma execução orçamentária equilibrada”, afirmou o prefeito.

Conforme a prefeitura, a LDO 2016 foi elaborada através de medidas consideradas inovadoras, como a criação das comissões de gestão orçamentária para aperfeiçoar a programação e orçamentação pública.

“Essas comissões, coordenadas por uma comissão central, reviram toda a grade de programação da prefeitura, procurando fazer com que os programas, atividades e projetos traduzam o mais fielmente possível as reais ações de cada pasta, com a fixação de metas físicas e orçamentárias realistas, que serão depois aferidas”, explicou , Arion Aislan, secretário de Planejamento e Controle.

Regiões – Conforme o secretário de Finanças e Gestão, Renato Pires, o município foi dividido em nove Regiões de Gestão Orçamentária, para melhor identificação e planejamento das questões específicas de cada local e descentralização da gestão pública.

“Realizamos seis audiências públicas em várias regiões da cidade e em Nova Casa Verde para ouvir a população sobre as suas demandas, críticas, sugestões e reivindicações. Isso contribui sensivelmente para o aperfeiçoamento da programação e das ações do poder público municipal nas diversas regiões”, disse Arion Aislan.
Tecnologia e Inovação – O projeto da LDO inclui 17 projetos estruturantes, decorrentes de estudos feitos pela UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), para melhorar a gestão e serviços públicos municipais que serão implantados à medida que forem disponibilizados os recursos.

Também foram incluídos na LDO de 2016 11 projetos de desenvolvimento baseados em ciência, tecnologia e inovação, desenvolvidos em parceria com universidades e pesquisadores locais. Os projetos fazem parte do Fundo Municipal de Desenvolvimento, ligado à Fundação Instituto de Tecnologia e Inovação de Nova Andradina.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions