A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

21/02/2013 16:12

Espingarda é encontrada na casa do fazendeiro que matou índio

Nadyenka Castro
Espingarda apreendida na casa do fazendeiro. (Foto: Osvaldo Duarte/ Dourados News)Espingarda apreendida na casa do fazendeiro. (Foto: Osvaldo Duarte/ Dourados News)

Uma espingarda foi encontrada na casa do fazendeiro Orlandino Carneiro Gonçalves, 61 anos, que confessou ter matado o adolescente guarani-kaiowá, de 15 anos, Denílson Barbosa, em Caarapó, a 283 quilômetros de Campo Grande. O menino morava na aldeia tey’ikue.

Veja Mais
Fazendeiro confessa ter assassinado adolescente indígena em Caarapó
Advogada de fazendeiro suspeito de matar índio diz que ele vai se apresentar

Os laudos ainda não estão prontos, mas, a princípio, esta não seria a arma de onde saiu o tiro que matou o garoto, cujo corpo foi encontrado no último domingo (17). O ferimento que ele tinha na cabeça seria de tiro de revólver calibre 38, que ainda não foi localizado.

O fazendeiro se apresentou e confessou o crime na terça-feira (19). Ele informou à Polícia Civil que estava só na propriedade quando ouviu os latidos dos cachorros, que correram para a área da lagoa. Ao perceber o movimento, Orlandino disse ter disparado dois tiros.

Para a Polícia, o fazendeiro contou que quando se aproximou da lagoa percebeu que alguém estava ferido. Então ele pegou o garoto, colocou dentro do carro e diz que tentou levá-lo até Caarapó.

No caminho, ele conta que imaginou que estava sendo seguido por um grupo de indígenas e por isso abandonou o corpo do adolescente na estrada.

O fazendeiro está em liberdade, mas a prisão pode ser pedida caso seja constatado que houve intenção de matar. A Polícia Civil não descarta fazer reconstituição.
(Com informações do Dourados News)

Dois homens são presos por suspeita de estupro de adolescentes
Dois homens foram presos por estupro de vulnerável em Laguna Carapã, 287 km de Campo Grande. Eles têm 28 e 24 anos e teriam tido relação sexual com a...
Dupla armada invade madeireira e rouba dinheiro do pagamento de funcionários
Dois homens armados invadiram uma madeireira e roubaram R$ 15 mil por volta das 15h30 de ontem (9) no Distrito Industrial de Dourados - distante 233 ...



Tenho nojo de gente arrogante, prepotente e ainda por cima mentirosa!!
Espero que esse fazendeiro covarde, pague por esse crime. Se não pagar...ele que se cuide... os índios farão justiça!!
 
Jane Cintra em 21/02/2013 22:42:36
Pra que um idoso senhor teria uma arma de cano longo em sua casa? Teria o crime sido premeditado? Desde o começo o criminoso tenta montar uma historia e não vem conseguindo convencer.Essa atitude é comum a esses coroneis,e a comunidade indigena vem avisando,avisando e nada é feito.Aí vem uns comentarios arcaicos sem lógica mas apenas com intuito de zombaria ante a NAÇÃO INDIGENA do MS.O crime só vem corroborar a razão dos indios de que bandidos e foras da lei são esse tipo de gente que possui a polvora para resolver seus problemas e que nada vai lhes acontecer.Lêdo engano! Fica a lição do antigo dito popular que nos dias de hoje ainda vem a calhar; A PENA É MESMO MAIS FORTE QUE A ESPADA!!!
 
samuel gomes campo grande em 21/02/2013 21:39:17
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions