A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

20/08/2015 14:39

Frigorífico será multado por não executar projeto preventivo de incêndio

Mariana Rodrigues
Foram sete horas de trabalho para conseguir controlar o incêndio que atingiu mais de 11 mil metros quadrados das instalações. (Foto: Divulgação Corpo de Bombeiros)Foram sete horas de trabalho para conseguir controlar o incêndio que atingiu mais de 11 mil metros quadrados das instalações. (Foto: Divulgação Corpo de Bombeiros)

O Frigorífico Minerva, unidade de Batayporã - distante 311 km, pode ser multado após ter as instalações consumidas por um incêndio nessa quarta-feira (19). O local estava com projeto de incêndio aprovado pelo Corpo de Bombeiros, mas não havia executado o sistema preventivo. De acordo com a lei estadual 4.335/2013, onde é previsto multa de 10 até 50 mil Uferms (Unidade Fiscal Estadual de Referência de Mato Grosso do Sul), estima-se que o valor da multa pode se aproximar de R$ 1 milhão.

Veja Mais
Energia elétrica de prédio de frigorífico estava desligada, diz proprietário
Incêndio de grandes proporções atinge frigorífico fechado há 50 dias

Segundo informações do site Nova Notícias, a empresa não havia instalado os itens de segurança conforme o Projeto, tais como hidrantes, SPDA (Sistemas de Proteção contra Descargas Atmosféricas) que é o para raio do local, ter extintores disponíveis, rotas de saída de emergência e iluminação de emergência, sendo que nenhum dos itens relacionados foram executados. Como o projeto não foi implantado, a empresa deve ser notificada nos próximos dias.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, a falta de hidrantes no local prejudicou os trabalhos das guarnições, sendo necessário fazer algumas adaptações próximas das caixas de água no interior do Frigorífico para ajudar no abastecimento e no combate ao fogo.

Foram sete horas de trabalho para conseguir controlar o incêndio que atingiu mais de 11 mil metros quadrados das instalações, de um total de 15.227 metros de empreendimento. O fogo nas instalações da empresa tiveram inicio por volta das 10h30 de ontem e segundo o Corpo de Bombeiros de Nova Andradina, mais de 100 mil litros de água foram utilizadas para eliminar todos os focos de incêndio.

O comandante informou ainda que somente após a perícia feita no local é que serão apuradas as causas do incêndio, uma vez que o local estava desativo e a energia elétrica desligada.

(Foto: Foto: Direto das Ruas)(Foto: Foto: Direto das Ruas)

Conforme o comandante Pablo, assim que a guarnição chegou ao local constatou que o fogo estava fora de controle, e já havia atingido toda a parte da área de desossa e se espalhando para outros blocos adjacentes. Toda a estrutura do prédio que foi atingido pelo fogo ficou comprometida.

As equipes foram divididas em quatro frentes de combate, já que eles encontraram muita dificuldades para a realização do trabalho devido aos vários focos de incêndio que havia no local. Além das viaturas do Corpo de Bombeiros, foi solicitado reforço de caminhões pipas da prefeitura de Batayporã, Nova Andradina e mais cinco caminhões pipas das Usinas Santa Helena e Laguna.

No momento em que o fogo começou, havia 13 funcionários no Frigorífico, entre eles, seguranças e funcionários do escritório, e apesar de ser considerado de grande proporção, ninguém ficou ferido.

Em nota, a Minerva Foods informou que a unidade não possui gases tóxicos remanescentes dos processos industriais de quando a planta se encontrava em atividade, portanto, não há nenhum risco para a população. Além disso, o fogo também não atingiu espaços onde estão armazenados produtos inflamáveis e que poderiam potencializar o foto. Os danos à planta ainda estão sendo avaliados e serão conhecidos após os resultados da perícia técnica a respeito das causas do incêndio.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions