A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 21 de Janeiro de 2017

05/10/2015 08:33

Funcionário não troca passagem e ainda chama cliente de "macaco"

Liana Feitosa
Vítima (de azul) acionou a polícia após ter troca de passagem negada por funcionário de empresa (de branco). (Foto: TL Notícias)Vítima (de azul) acionou a polícia após ter troca de passagem negada por funcionário de empresa (de branco). (Foto: TL Notícias)

A polícia precisou ser chamada no início da noite deste domingo (4) para resolver uma confusão envolvendo crime de injúria por racismo na rodoviária de Três Lagoas, cidade a 338 quilômetros de Campo Grande.

De acordo com a vítima, o funcionário de uma empresa de transporte interestadual de passageiros, na rodoviária, se irritou com um cliente de 26 anos que pedia a troca do bilhete de passagem. Na confusão, chamou o cliente de macaco.

Preconceito - Segundo o boletim de ocorrência, a vítima alega que os atendentes do guichê demoraram propositalmente para atendê-lo, esperando vencer o horário para só então atender o cliente. 

Quando o tempo para troca expirou, o funcionário disse ao homem de 26 anos: "eu não vou trocar a passagem pra você, macaco".

A PM foi acionada e levou o acusado, junto com a vítima, para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário). Na delegacia foi elaborado boletim de ocorrência. O caso foi registrado como injúria.

Tentativa - Ao site TL Notícias a vítima disse que tentou trocar no guichê uma passagem para a Bahia, onde mora. "Estou em Três Lagoas para dar mais condições de vida pra minha família que está na Bahia. Nunca passei essa humilhação na minha vida", contou o homem de 26 anos.

"Quando tentei trocar a passagem para embarcar nesta semana ao meu Estado, o atendente simplesmente disse que não iria trocar passagem nenhuma para macaquinho", detalha a vítima.

À polícia, o funcionário negou o crime, assim como um colega do funcionário, que disse que não viu o acusado chamar o cliente de macaco.

Homem é preso ao ser flagrado transportando 191 quilos de maconha
Hellington Sant Ana Mota, de 33 anos foi preso acusado de tráfico de drogas por transportar 191 quilos de maconha no porta-malas de um carro. O flagr...
Quadrilha é presa acusada de roubo a joalheria; funcionária é suspeita
Uma quadrilha formada por 10 pessoas foi desarticulada pela Polícia Civil de Itaporã, distante 227 km de Campo Grande, após investigações de roubo a ...



E como fica aquela hashtag #SomosTodosMacacos?


 
Cientifico em 05/10/2015 11:23:43
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions