A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

22/05/2013 11:25

Garoto é morto por policial militar ao fugir de abordagem na fronteira

Nadyenka Castro

Um adolescente de 17 anos foi morto por um policial militar na noite dessa terça-feira (21), ao fugir de uma abordagem, na rua Pedro Ângelo da Rosa, em Ponta Porã, a 323 quilômetros de Campo Grande, na fronteira com o Paraguai.

Veja Mais
Ministério da Agricultura cede espaço para armazenamento de produtos rurais
Reestruturação em presídio inclui sala para "videoaudiências"

De acordo com a PM, os militares deram ordem de parada a quatro jovens que ocupavam duas motocicletas. Dois deles pararam e os que estavam na outra moto não: o garupa quis fugir a pé, mas foi pego, e o piloto jogou o veículo contra um soldado.

O policial se jogou ao chão para não ser atropelado e atirou em direção a moto. Após a conclusão da abordagem dos três jovens, os militares foram em busca do motociclista que havia fugido e o encontraram caído ao lado do veículo.

O adolescente foi levado ao hospital, mas, não resistiu ao ferimento na região lombar. O soldado da PM se apresentou espontaneamente na delegacia e entregou a arma utilizada.

Segundo a PM, será instaurado inquérito policial militar para apurar os fatos e as circunstâncias que levaram ao disparo de arma de fogo. O soldado ficará inicialmente afastado das atividades de rua, até que passe pela avaliação psicológica do Fundo de Assistência Feminino.




Claro que o policial não teve o prazer de matar, ele apenas fez disparos pra cima do garoto pq ele não conseguiu pegá-lo, se ele deu os disparos com certeza era pra acertar. Só acho que a vida vale mais que isso, então ou pega ou mata, se não pegar tem que matar, ninguém nem sabe por os rapazes estavam fugindo, essa é minha opnião, doa a quem doer, não conheço essa lei de se não pega tem que atirar pra matar. Uma coisa é um policial efetuar disparos em uma troca de tiros entre bandidos, outra coisa é ele atirar só pq não conseguiu pegar o garoto que ele nem sabia pq estava fugindo.
 
Kelly Farias em 24/05/2013 21:55:35
KELLY FARIAS só uma pergunta? vc acha que o policial matou esse jovem por prazer???? acorda querida, se ele atirou foi pq o jovem não parou, tenho certeza que ele acreditou tratar- se de um bandido, nada disso teria acontecido se o rapaz tivesse parado, o outro motoqueiro parou não foi? ele foi morto? outra coisa vc reparou que o garupa tb tentou fugir??? vamos aguardar pra saber o motivo da tentativa da fuga, pq ser que ele seja um foragido, ou não, mas o fator relevante foi ele não der obedecido a sinalização para parar, simples assim, tb lamento pela familia que sofreu esta perca, mas temos que orientar nossos filhos a obedecer ordens de autoridades, pois quem foge da policia geralmente é bandido!!! deve algo a justiça, senão o normal seria parar, vc fura barreira policial ou para??????
 
willian braguini em 22/05/2013 19:19:30
isto que acontece... se não parou é porque estava fazendo coisa errada... na minha opiniao o polocial estava corretissimo... se não podia ser ele que seria o morto da historia... os "menores" estão achando que são donos do mundo.... fazem e não são punidos como deveria ser...
 
FRANCIELY em 22/05/2013 16:26:48
Infelizmente o que aconteceu é sem dúvida uma tragédia. Um jovem perder a vida com tão pouca idade. É lamentável, mas aqui na região de fronteira a violência esta muito alta. São vários assaltos realizados todos os dias, e na mairia das vezes os marginais usam motos paraguaias, que torna mais difícil a identificação por parte das vítimas e por policiais. A polícia está trabalhando em benefício e proteção da população. Quando somos abordados por policiais, devemos parar para que sejamos identificados. Quem foge da polícia é bandido e não o cidadão de bem. Para que não sejam confundidos com marginais, quando for abordado, pare!!!! Que Deus ilunine e conforte os corações dos pais que acabaram de perder um filho tão jovem.
 
Altair Silva de Lima em 22/05/2013 15:04:23
SÓ SABEM CRITICAR A POLICIA POR ISSO Q OS DE MENOR TOMAM CONTA
 
maria gallardo em 22/05/2013 15:01:45
O direito começa onde termina do outro temos que respeitar tantos os policiais, quanto o policial respeitar o cidadão. quem anda correto jamais vai acontecer algo assim.Porque não respeitar um ao outro ?????? Vamos refletir...
 
Luiz silverio em 22/05/2013 14:56:16
Só uma pergunta o policial pode ser atropelado é morto e a mãe dele pode chorar......a do outro não......... é isto.....

 
anab nunhofer em 22/05/2013 14:37:42
É desse jeito, os policiais se sentem no direito de tirar vidas, não é pq não conseguiu abordar um suspeito que se deve atirar, a vida em primeiro lugar, esse garoto tem família, tem uma mãe que agora chora pela perda do filho, a função de um policial é agir conforme a lei e não sair matando todo mundo.
 
Kelly Farias em 22/05/2013 14:19:09
que deus possa confortar esta família que perdeu um ente querido de uma maneira tão rude,mas se ele tivesse parado,como fez os demais,nada disto teria acontecido,infelizmente tudo para estes jovens de hoje,a adrenalina fala mais alto,deu no que deu.
 
francisco da silva em 22/05/2013 12:39:52
Se a onda de ocorrências no nosso Estado fosse no nível de SP por ex., e com o efetivo que dispomos, logo logo não teríamos um policial na rua ao afasta-los após essas ocorrências. Todos os dias estão os policiais sujeitos a esse tipo de situação e esse afastamento não creio que seja o melhor para uma prestação de serviço à sociedade.
Por analogia compararíamos o médico em seu mister, morre um paciente em suas mãos e fica afastado, logo não teríamos atendimento e o que já não é bom, ficaria pior. Dá-lhe BRASIL......
 
Erudilho Nabuco em 22/05/2013 11:49:48
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions