A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

21/05/2014 18:13

Índios fazem 7 reféns e continuam protesto em lixão de Miranda

Mariana Lopes
Índios ocupam lixão de Miranda desde a manhã de ontem (Foto: Divulgação/Polícia Civil)Índios ocupam lixão de Miranda desde a manhã de ontem (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Sete funcionários da Prefeitura de Miranda, cidade distante 201 quilômetros de Campo Grande, ficaram reféns, durante a manhã desta quarta-feira (21), do grupo de indígenas que bloqueia o lixão do município desde a manhã de ontem (20). O protesto dos terena continua e não há previsão de eles deixarem o local.

Veja Mais
A 12h acampados em frente ao lixão, indígenas aguardam manifestação de prefeita
Indígenas de Miranda bloqueiam entrada de lixão como forma de protesto

De acordo com a Polícia Civil de Miranda, as pessoas rendidas pelos índios são funcionários que trabalham nas aldeias e motoristas dos ônibus escolares que vão buscar os alunos da área rural do município.

Segundo o cacique Branco, um dos líderes do protesto, a intenção do grupo era apenas deixar os veículos apreendidos e ele nega que as pessoas tenham sido mantidas em cárcere privado, como relatou a polícia.

No total, 7 veículos estão retidos no lixão da cidade sob o poder dos indígenas, sendo um caminhonete, uma carrocinha, um carro de passeio e três ônibus escolares da Prefeitura. “Foi a maneira que encontramos de chamar a atenção da prefeita”, justifica o cacique Branco.

Os manifestantes reivindicam melhorias na infraestrutura, saúde e educação das comunidades. Eles querem uma reunião com a prefeita de Miranda, Marlene de Matos Bossay (PMDB), e garante que só liberam o lixão do município após ela atendê-los.

“A cidade está infestada de lixo e a prefeita não quer vir ao nosso encontro, então não vamos liberar o local, não vamos deixar nenhum caminhão entrar para descarregar o lixo até que ela nos atenda”, ressalta Branco.

O Campo Grande News está desde ontem tentando contato com a Prefeitura de Miranda por telefone, mas não obteve retorno.

A 12h acampados em frente ao lixão, indígenas aguardam manifestação de prefeita
O grupo de aproximadamente 120 indígenas continua em frente ao Lixão de Miranda, cidade distante 201 quilômetros de Campo Grande, e bloqueiam a entra...
Indígenas de Miranda bloqueiam entrada de lixão como forma de protesto
Aproximadamente 120 indígenas de oito aldeias e duas áreas de retomada de Miranda, a 201 quilômetros de Campo Grande, bloquearam, nesta terça-feira (...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions