A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

31/07/2015 18:07

Juiz mantém índios em área invadida e dá 120 dias para retirada de gado

Renata Volpe Haddad
Juiz esteve ontem com fazendeiros e policiais federais em áreas invadidas. (Foto: O Pantaneiro)Juiz esteve ontem com fazendeiros e policiais federais em áreas invadidas. (Foto: O Pantaneiro)

O juiz federal Pedro Pereira dos Santos indeferiu o pedido dos fazendeiros e decidiu manter os índios terena na posse das fazendas invadidas, determinando prazo de 120 dias para os proprietários retirarem o gado. Indígenas ocupam há cinco dias três propriedades rurais na região de Taunay, distrito de Aquidauana, distante 135 km de Campo Grande.

Veja Mais
Juiz federal media negociação entre fazendeiros e índios em área ocupada
Invasão de três fazendas tem 500 índios e pecuarista tenta tirar gado

Cerca de 500 indígenas estão nas fazendas Ouro Preto, Cristalina e Independência. De acordo com o proprietário da Ouro Preto, José Lipe, o clima está pacífico e os índios não pretendem sair do local. José Lipe esteve visitando as propriedades ontem (30), junto com representantes da Funai (Fundação Nacional do Índio) e agentes da Polícia Federal.

Há 33 anos na região, Lipe afirma que tem 1,6 mil cabeças de gado para retirar da fazenda e os indígenas foram solícitos com ele. "Por eu estar aqui há muito tempo, eu conheço três caciques e por isso o clima ficou melhor para negociar, só que não sei ainda para onde levar os animais, nem como vou fazer, a situação é muito complicada, muito difícil tudo o que está acontecendo", ressalta.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions