A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 23 de Janeiro de 2017

31/07/2015 18:07

Juiz mantém índios em área invadida e dá 120 dias para retirada de gado

Renata Volpe Haddad
Juiz esteve ontem com fazendeiros e policiais federais em áreas invadidas. (Foto: O Pantaneiro)Juiz esteve ontem com fazendeiros e policiais federais em áreas invadidas. (Foto: O Pantaneiro)

O juiz federal Pedro Pereira dos Santos indeferiu o pedido dos fazendeiros e decidiu manter os índios terena na posse das fazendas invadidas, determinando prazo de 120 dias para os proprietários retirarem o gado. Indígenas ocupam há cinco dias três propriedades rurais na região de Taunay, distrito de Aquidauana, distante 135 km de Campo Grande.

Cerca de 500 indígenas estão nas fazendas Ouro Preto, Cristalina e Independência. De acordo com o proprietário da Ouro Preto, José Lipe, o clima está pacífico e os índios não pretendem sair do local. José Lipe esteve visitando as propriedades ontem (30), junto com representantes da Funai (Fundação Nacional do Índio) e agentes da Polícia Federal.

Há 33 anos na região, Lipe afirma que tem 1,6 mil cabeças de gado para retirar da fazenda e os indígenas foram solícitos com ele. "Por eu estar aqui há muito tempo, eu conheço três caciques e por isso o clima ficou melhor para negociar, só que não sei ainda para onde levar os animais, nem como vou fazer, a situação é muito complicada, muito difícil tudo o que está acontecendo", ressalta.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions