A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

19/10/2012 12:54

Líder sindical é vítima de tentativa de homicídio em Três Lagoas

Paula Vitorino

O líder sindical Webergton Sudário da Silva, de 34 anos, conhecido como Corumbá, foi vítima de tentativa de homicídio por volta das 22h30 de ontem, em Três Lagoas. De acordo com a perícia, o carro da vítima foi alvejado com pelo menos cinco tiros.

Veja Mais
Pistoleiro executa morador em acerto de tráfico de drogas na fronteira
Boliviana indiciada após tragédia com voo da Chape pede refúgio em MS

Webergton saiu ileso porque conseguiu fugir e se esconder no mato ao perceber que estava sendo cercado.

Ele é presidente da Fetricom (Federação dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção e do Mobiliário) e foi abordado após participar de agenda sindical.

De acordo com o boletim de ocorrência, ele estava com outros dirigentes em uma lanchonete quando foi abordado para ir até o alojamento Fazendinha resolver questões sindicais.

Quando saía do local, na BR-158, viu um carro parado no escuro e, ao perceber que os ocupantes estavam em perseguição, fugiu para o matagal. No mesmo momento, os autores dispararam diversos tiros.

O sindicalista não soube informar características dos autores ou do carro utilizado. A ocorrência foi registrada na Delegacia de Polícia Civil de Três Lagoas, que irá investigar quais as causas do atentado.

Indignação – A Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul) divulgou hoje nota de apoio e solidariedade ao companheiro ao sindicalista.

“É lamentável constatarmos que nos dias atuais, onde a democracia deveria prevalecer, que sindicalistas ainda passem por situações como esta e muitos cheguem a perder a vida por lutarem por melhores condições de trabalho e salários dignos para os trabalhadores”, diz a nota.

A Federação também ressaltou que espera a apuração do crime e a punição dos culpados, além do suporte de segurança para o líder sindical durante o processo de investigação.

Boliviana indiciada após tragédia com voo da Chape pede refúgio em MS
A boliviana Celia Castedo Monasterio, indiciada pelo Ministério Público de seu país por ter autorizado o plano de voo da Chapecoense, com saída em Sa...
Hospital Universitário de Dourados alerta para golpe do falso médico
Falso médico estaria agindo em nome do HU-UFGD (Hospital Universitário da Universidade Federal da Grande Dourados) e nesta segunda-feira entrou em co...



Eu acho que a pericia da PC deveria olhar melhor o carro deste rapaz .....Acho que o resultado final do caso pode supreender muito a todos
 
Paulo Araujo em 25/10/2012 22:19:33
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions