A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

28/09/2011 13:37

Mais de meia tonelada de produtos para suplemento mineral para animais é apreendida

Paula Vitorino

Operação da Decon fecha fábrica irregular em Ponta Porã e confisca produtos que seriam usados para falsificação de suplementos minerais

Mais de meia tonelada de produtos, entre matérias primas para a fabricação clandestina de suplementos minerais e produtos fabricados pela Biorgânica Nutrição e Saúde Animal. A fábrica foi fechada ontem, durante operação Delegacia do Consumidor (Decon) em Ponta Porã.

Os produtos eram vendidos por R$ 50, a cada saca de 20 quilos. Além dos produtos irregulares, a firma ostentava selos falsos de Inspeção Federal e de certificações da Associação Brasileira de Nutrição, Associação Brasileira das Indústrias de Suplementos Minerais (Asbram) Sindicato Nacional da Indústria de Alimentação Animal (Sindirações) e Andifos.

Na empresa também foram encontrados números de documentos, dentre notas fiscais e comprovantes de pagamentos de fretes que comprovam a venda dos produtos a propriedades rurais de todo Mato Grosso do Sul, assim como para São Paulo, Rondônia, e o próprio Paraguai.

A fábrica foi fechada e o responsável pela empresa foi autuado em flagrante por crime de publicidade enganosa, além de crime contra as relações de consumo. O homem ainda responderá a processo administrativo junto à Superintendência Federal de Agricultura (SFA/MS), que pode chegar à R$ 15 mil.

Operação - A investigação teve início nesta semana com base em denúncia de consumidor feita ao Mapa/SFA/MS, que dizia ter adquirido produtos na empresa, mas sem resultado no animal.

Os técnicos fiscais da Decon esclarecem que produtos desta natureza para serem fabricados necessitam de inspeção sanitária obrigatória por parte de médico veterinário responsável, com o objetivo de garantir a qualidade da carne animal e consumo humano sem riscos à saúde.

Participaram das operações Policiais Civis da Decon, Fiscais Federais da Superintendência Federal de Agricultura em Mato Grosso do Sul (Mapa) e Fiscais Estaduais.

Boliviana indiciada após tragédia com voo da Chape pede refúgio em MS
A boliviana Celia Castedo Monasterio, indiciada pelo Ministério Público de seu país por ter autorizado o plano de voo da Chapecoense, com saída em Sa...
Hospital Universitário de Dourados alerta para golpe do falso médico
Falso médico estaria agindo em nome do HU-UFGD (Hospital Universitário da Universidade Federal da Grande Dourados) e nesta segunda-feira entrou em co...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions